#Conjunturas: Aumento do número de homicídios no Ceará preocupa parlamentares
DEBATE

#Conjunturas: Aumento do número de homicídios no Ceará preocupa parlamentares

O número de assassinatos subiu 82,7% de janeiro a agosto de 2017, se comparados ao total do mesmo período do ano passado

Por Tribuna do Ceará em Política

20 de setembro de 2017 às 13:30

Há 4 semanas
conjunturas-tribuna-bandnews

(FOTO: Arquivo Tribuna do Ceará)

A piora da insegurança que piorou, com a elevação do número de homicídios, foi tema do Conjunturas desta quarta-feira (20). O quadro vai ao ar segunda, quarta e sexta, pela manhã, no Tribuna BandNews 1ª edição.

O número de assassinatos subiu 82,7% de janeiro a agosto de 2017, se comparados ao total do mesmo período do ano passado. O deputado federal Cabo Sabino (PR), o estadual Carlos Matos (PSDB) e o vereador de Fortaleza Guilherme Sampaio (PT) comentaram o assunto.

Carlos Matos aponta que há erro de estratégia na área de segurança pública. “Pouca coisa relevante feita”, analisa. Ele ainda ressalta que não há controle sobre crime organizado, não há inteligência da polícia e ainda criticou o atual secretário de Segurança.

Já Cabo Sabino analisou que os estados vizinhos também sofrem com o aumento da violência. “O crime organizado tem tomado conta das ruas e dominado o crime em todo o Brasil. E o Nordeste tem sido seu palco preferido, mas a sistemática está errada”.

Guilherme Sampaio indicou que, em agosto, houve 461 mortes no Ceará. “Eu não simpatizava com o estilo do secretário, fui cauteloso no começo, mas não dá mais”.

Confira o debate completo sobre o tema entre o vereador Guilherme Sampaio, o deputado estadual Carlos Matos e o deputado federal Cabo Sabino:

Publicidade

Dê sua opinião

DEBATE

#Conjunturas: Aumento do número de homicídios no Ceará preocupa parlamentares

O número de assassinatos subiu 82,7% de janeiro a agosto de 2017, se comparados ao total do mesmo período do ano passado

Por Tribuna do Ceará em Política

20 de setembro de 2017 às 13:30

Há 4 semanas
conjunturas-tribuna-bandnews

(FOTO: Arquivo Tribuna do Ceará)

A piora da insegurança que piorou, com a elevação do número de homicídios, foi tema do Conjunturas desta quarta-feira (20). O quadro vai ao ar segunda, quarta e sexta, pela manhã, no Tribuna BandNews 1ª edição.

O número de assassinatos subiu 82,7% de janeiro a agosto de 2017, se comparados ao total do mesmo período do ano passado. O deputado federal Cabo Sabino (PR), o estadual Carlos Matos (PSDB) e o vereador de Fortaleza Guilherme Sampaio (PT) comentaram o assunto.

Carlos Matos aponta que há erro de estratégia na área de segurança pública. “Pouca coisa relevante feita”, analisa. Ele ainda ressalta que não há controle sobre crime organizado, não há inteligência da polícia e ainda criticou o atual secretário de Segurança.

Já Cabo Sabino analisou que os estados vizinhos também sofrem com o aumento da violência. “O crime organizado tem tomado conta das ruas e dominado o crime em todo o Brasil. E o Nordeste tem sido seu palco preferido, mas a sistemática está errada”.

Guilherme Sampaio indicou que, em agosto, houve 461 mortes no Ceará. “Eu não simpatizava com o estilo do secretário, fui cauteloso no começo, mas não dá mais”.

Confira o debate completo sobre o tema entre o vereador Guilherme Sampaio, o deputado estadual Carlos Matos e o deputado federal Cabo Sabino: