#Conjunturas: Aumento da tarifa de ônibus é falta de sensibilidade, diz Guilherme Sampaio
R$ 3,20

#Conjunturas: Aumento da tarifa de ônibus é falta de sensibilidade, diz Guilherme Sampaio

O vereador Guilherme Sampaio, deputado estadual Carlos Matos e deputado federal Cabo Sabino debateram sobre o recente aumento da passagem para R$ 3,20

Por Hayanne Narlla em Política

10 de fevereiro de 2017 às 08:20

Há 7 meses

O Conjunturas debateu, nesta sexta-feira (10), o aumento das passagens do transporte público em Fortaleza. O quadro vai ao ar segunda, quarta e sexta, pela manhã, no Tribuna BandNews 1ª Edição, com mediação do jornalista Nonato Albuquerque.

Prometendo sustar o encarecimento da passagem, o vereador Guilherme Sampaio (PT) lançou uma proposta para acionar a Justiça contra a medida do prefeito Roberto Cláudio (PDT).

“É uma falta de sensibilidade da prefeitura. [Isso] merece uma reação, precisa de atitude”, declarou o vereador. O deputado estadual Carlos Matos (PSDB) e deputado federal Cabo Sabino (PR) concordaram que a medida não foi adequada para o momento.

Confira a opinião dos convidados

Publicidade

Dê sua opinião

R$ 3,20

#Conjunturas: Aumento da tarifa de ônibus é falta de sensibilidade, diz Guilherme Sampaio

O vereador Guilherme Sampaio, deputado estadual Carlos Matos e deputado federal Cabo Sabino debateram sobre o recente aumento da passagem para R$ 3,20

Por Hayanne Narlla em Política

10 de fevereiro de 2017 às 08:20

Há 7 meses

O Conjunturas debateu, nesta sexta-feira (10), o aumento das passagens do transporte público em Fortaleza. O quadro vai ao ar segunda, quarta e sexta, pela manhã, no Tribuna BandNews 1ª Edição, com mediação do jornalista Nonato Albuquerque.

Prometendo sustar o encarecimento da passagem, o vereador Guilherme Sampaio (PT) lançou uma proposta para acionar a Justiça contra a medida do prefeito Roberto Cláudio (PDT).

“É uma falta de sensibilidade da prefeitura. [Isso] merece uma reação, precisa de atitude”, declarou o vereador. O deputado estadual Carlos Matos (PSDB) e deputado federal Cabo Sabino (PR) concordaram que a medida não foi adequada para o momento.

Confira a opinião dos convidados