Ciro Gomes diz que Eunício é “lambanceiro” e fala em “suborno”


Ciro Gomes diz que Eunício é “lambanceiro” e fala em “suborno”

Segundo Ciro Gomes, propostas de suborno estariam acontecendo em um apartamento de cobertura na avenida Beira Mar. Ele ainda questionou a atuação de Eunício no Senado Federal.

Por Pedro Alves em Política

26 de junho de 2014 às 11:31

Há 5 anos
Ciro

Ciro Gomes criticou atuação de Eunício no Senado (Foto: Divulgação)

O secretário de saúde do Ceará, Ciro Gomes (Pros), voltou a criticar o pré-candidato do PMDB ao Governo do Estado, Eunício Oliveira – ex-aliado do governador Cid Gomes (Pros). Ele citou o possível apoio de Eunício ao senador Aécio Neves (PSDB), na disputa pelo Palácio do Planalto. “É uma ideologia comovente. O que cara que até ontem queria o apoio do Cid”, disse.

Ciro também questionou a atuação de Eunício no Senado: “[Eunício] nunca deu um centavo de emenda para a segurança, nunca destinou um centavo de recursos orçamentário para a saúde do Ceará, agora vem falar… Só porque quer ser governador, só porque é riquinho, vem querer comprar o poder no Ceará”.

SUBORNO

Ciro Gomes também disse que está havendo “jogo pesado”, com propostas de “suborno” de partidos emergentes, com vistas à montagem dos palanques. O secretário de saúde não nominou a acusação, mas disse que as propostas são feitas em uma cobertura na avenida Beira Mar. Antes, em outro momento da entrevista, ele citou que Eunício estaria querendo “comprar” o poder no Ceará.

“Infelizmente, variáveis de suborno também estão muito pesadas nessa eleição. Eu mesmo que sou macaco velho, nunca vi um assédio tão pesado, sobre companheiros de partidos emergentes, que estão indo me relatar, em casa, que o negócio em uma certa cobertura na avenida Beira Mar joga pesado”, afirmou o irmão do governador, na noite desta quarta-feira (25/06), no hotel Oásis Atlântico, onde participou de mais uma reunião do Pros com partidos aliados.

A assessoria de imprensa de Eunício Oliveira informou que o senador não comentará as declarações de Ciro.

Publicidade

Dê sua opinião

Ciro Gomes diz que Eunício é “lambanceiro” e fala em “suborno”

Segundo Ciro Gomes, propostas de suborno estariam acontecendo em um apartamento de cobertura na avenida Beira Mar. Ele ainda questionou a atuação de Eunício no Senado Federal.

Por Pedro Alves em Política

26 de junho de 2014 às 11:31

Há 5 anos
Ciro

Ciro Gomes criticou atuação de Eunício no Senado (Foto: Divulgação)

O secretário de saúde do Ceará, Ciro Gomes (Pros), voltou a criticar o pré-candidato do PMDB ao Governo do Estado, Eunício Oliveira – ex-aliado do governador Cid Gomes (Pros). Ele citou o possível apoio de Eunício ao senador Aécio Neves (PSDB), na disputa pelo Palácio do Planalto. “É uma ideologia comovente. O que cara que até ontem queria o apoio do Cid”, disse.

Ciro também questionou a atuação de Eunício no Senado: “[Eunício] nunca deu um centavo de emenda para a segurança, nunca destinou um centavo de recursos orçamentário para a saúde do Ceará, agora vem falar… Só porque quer ser governador, só porque é riquinho, vem querer comprar o poder no Ceará”.

SUBORNO

Ciro Gomes também disse que está havendo “jogo pesado”, com propostas de “suborno” de partidos emergentes, com vistas à montagem dos palanques. O secretário de saúde não nominou a acusação, mas disse que as propostas são feitas em uma cobertura na avenida Beira Mar. Antes, em outro momento da entrevista, ele citou que Eunício estaria querendo “comprar” o poder no Ceará.

“Infelizmente, variáveis de suborno também estão muito pesadas nessa eleição. Eu mesmo que sou macaco velho, nunca vi um assédio tão pesado, sobre companheiros de partidos emergentes, que estão indo me relatar, em casa, que o negócio em uma certa cobertura na avenida Beira Mar joga pesado”, afirmou o irmão do governador, na noite desta quarta-feira (25/06), no hotel Oásis Atlântico, onde participou de mais uma reunião do Pros com partidos aliados.

A assessoria de imprensa de Eunício Oliveira informou que o senador não comentará as declarações de Ciro.