Cearenses são escolhidos para programa apartidário que ensina educação política a cidadãos

"EMBAIXADORES POLITIZE"

Cearenses são escolhidos para programa apartidário que ensina educação política a cidadãos

Os cearenses são voluntários do programa “Embaixadores Politize”, que visa promover a educação política por meio de atividades lúdicas

Por Daniel Rocha em Política

5 de Maio de 2018 às 07:15

Há 4 meses
embaixadores - politize

A expectativa é que o programa alcance 30 mil por meio dos 100 jovens voluntários (Foto: Politize)

Independente de ser ano eleitoral, é importante que qualquer cidadão entenda o funcionamento do sistema democrático. Saber qual é o papel dos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário e seus respectivos trâmites, ter conhecimento de quanto ganha um parlamentar ou o custo de um cargo político para os cofres políticos para garantir os direitos constitucionais dos cidadãos e minimizar os índices de corrupção.

Visando esse propósito, o portal Politize, especializado em educação política, visa expandir este conhecimento para instituições de ensino e empresas. Para atingir esse objetivo, o site, lançado em 2015, lançou o programa apartidário “Embaixador Politize” neste ano.

A ideia é formar “embaixadores” para promover ações lúdicas para ensinar à população educação política e fortalecer o sistema democrático brasileiro. Segundo o fundador do Politize, Diego Calegari, a iniciativa é uma forma de multiplicar o alcance já conquistado durante os três anos do portal.

“Fizemos um trabalho no meio online. A gente conseguiu alcançar 11 milhões de pessoas na internet. Mas, desde o início, ficou somente na internet. Por isso, pensamos em outros modos de atingir mais pessoas que não têm acesso ao meio online”, explica.

A previsão é que sejam formados 100 embaixadores espalhados por todo o país, para alcançar 30 mil pessoas em 2018. Cada voluntário tem a meta de atingir 300 pessoas. No Ceará, por exemplo, há dois embaixadores: o coordenador de tecnologia da informação Alexandre Muzzio e a analista de sistemas Luana Lima. A dupla ficará responsável por elaborar atividades lúdicas e interativas para informar como o cidadão pode participar do sistema democrático.

“A gente passou por um treinamento em São Paulo no último mês de março. A gente foi formado para mostrar como funciona a divisão de poderes, o nosso sistema democrático, de que forma o cidadão pode participar mais ativamente na democracia, os votos proporcionais”, comenta. Alexandre também ressalta que as atividades não visam influenciar nas decisões políticas dos cidadãos,.

Até o momento, a dupla já tem um encontro marcado para o final deste mês. O primeiro encontro irá acontecer no grupo de estudos Dragão do Mar, na faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará (UFC). “A gente está tentando outras visitas em outros lugares. O foco principal é escolas e universidades”, pontua.

Publicidade

Dê sua opinião

"EMBAIXADORES POLITIZE"

Cearenses são escolhidos para programa apartidário que ensina educação política a cidadãos

Os cearenses são voluntários do programa “Embaixadores Politize”, que visa promover a educação política por meio de atividades lúdicas

Por Daniel Rocha em Política

5 de Maio de 2018 às 07:15

Há 4 meses
embaixadores - politize

A expectativa é que o programa alcance 30 mil por meio dos 100 jovens voluntários (Foto: Politize)

Independente de ser ano eleitoral, é importante que qualquer cidadão entenda o funcionamento do sistema democrático. Saber qual é o papel dos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário e seus respectivos trâmites, ter conhecimento de quanto ganha um parlamentar ou o custo de um cargo político para os cofres políticos para garantir os direitos constitucionais dos cidadãos e minimizar os índices de corrupção.

Visando esse propósito, o portal Politize, especializado em educação política, visa expandir este conhecimento para instituições de ensino e empresas. Para atingir esse objetivo, o site, lançado em 2015, lançou o programa apartidário “Embaixador Politize” neste ano.

A ideia é formar “embaixadores” para promover ações lúdicas para ensinar à população educação política e fortalecer o sistema democrático brasileiro. Segundo o fundador do Politize, Diego Calegari, a iniciativa é uma forma de multiplicar o alcance já conquistado durante os três anos do portal.

“Fizemos um trabalho no meio online. A gente conseguiu alcançar 11 milhões de pessoas na internet. Mas, desde o início, ficou somente na internet. Por isso, pensamos em outros modos de atingir mais pessoas que não têm acesso ao meio online”, explica.

A previsão é que sejam formados 100 embaixadores espalhados por todo o país, para alcançar 30 mil pessoas em 2018. Cada voluntário tem a meta de atingir 300 pessoas. No Ceará, por exemplo, há dois embaixadores: o coordenador de tecnologia da informação Alexandre Muzzio e a analista de sistemas Luana Lima. A dupla ficará responsável por elaborar atividades lúdicas e interativas para informar como o cidadão pode participar do sistema democrático.

“A gente passou por um treinamento em São Paulo no último mês de março. A gente foi formado para mostrar como funciona a divisão de poderes, o nosso sistema democrático, de que forma o cidadão pode participar mais ativamente na democracia, os votos proporcionais”, comenta. Alexandre também ressalta que as atividades não visam influenciar nas decisões políticas dos cidadãos,.

Até o momento, a dupla já tem um encontro marcado para o final deste mês. O primeiro encontro irá acontecer no grupo de estudos Dragão do Mar, na faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará (UFC). “A gente está tentando outras visitas em outros lugares. O foco principal é escolas e universidades”, pontua.