Bode vai "disputar" prefeitura com única candidata em município do Ceará

VOTO DE PROTESTO

Bode vai “disputar” prefeitura com única candidata em município do Ceará

Batizado de “Bode 90”, o animal já desfilou pelas ruas da cidade e ganhou a simpatia da população

Por Jéssica Welma em Política

24 de agosto de 2016 às 09:00

Há 3 anos

Tribuna Selo-02Com apenas uma opção de candidatura à prefeitura em 2016, moradores do municípios de Jati, a 524,8 quilômetros de Fortaleza, encontraram uma forma inusitada de “reverter” a situação. Um caprino, batizado como “Bode 90”, é o mais novo opositor à reeleição da atual prefeita Maria de Jesus Diniz Nogueira (PSD), conhecida como Neta, e está fazendo sucesso na cidade.

A oposição à atual gestão preparou a candidatura do médico Dr. Jarbas, que teve o registro rejeitado porque não se descompatibilizou de sua função no programa Mais Médicos, do Governo Federal. “Fizemos reuniões, tentamos trabalhar outros nomes, mas tomamos a decisão mais coerente de não termos candidato”, afirma o membro da oposição e professor universitário Kael Rocha. A ideia de lançar o bode – pontua Rocha, não partiu da oposição.

BODE-JATI-CANDIDATO

Para evitar maus-tratos ao animal, bode deve ser poupado nas ações de campanha. (Foto: Reprodução)

Como a reeleição de Neta não é unanimidade, parte da população decidiu iniciar uma campanha em protesto. “Um grupo de jovens resolveu criar a questão do voto de protesto, uma coisa engraçada, porém com muito respeito ao pleito eleitoral”, afirma Kael.

O sobrenome 90 é uma referência ao número do animal no jogo do bicho e é parte da campanha pelo voto nulo. “Quando você bota 90 (na urna) você anula o seu voto porque, aqui, em Jati, não tem partido com a legenda 90 registrada”, ressalta.

O bode já ganhou comitê, adesivo, cartaz, desfile, carreata e a simpatia dos moradores de Jati. Rocha conta que o Bode 90 tem sido solicitado para participar de atos de campanha em diversas comunidades. Por isso, a próxima meta é comprar um bode de plástico para não maltratar o animal.

“Vamos procurar um bode de fibra para não desgastar tanto o bode (verdadeiro), para que ele não estresse”, ressalta Rocha.

Município do Ceará registra apenas uma candidatura para prefeitura em 2016

A mobilização pelo voto nulo não inviabiliza a vitória da atual prefeita. A legislação eleitoral não contabiliza votos nulos e brancos para o resultado do pleito. Apenas um voto garante a reeleição da candidata que já afirmou que manterá ações de campanha, apesar da ausência de opositor.

Publicidade

Dê sua opinião

VOTO DE PROTESTO

Bode vai “disputar” prefeitura com única candidata em município do Ceará

Batizado de “Bode 90”, o animal já desfilou pelas ruas da cidade e ganhou a simpatia da população

Por Jéssica Welma em Política

24 de agosto de 2016 às 09:00

Há 3 anos

Tribuna Selo-02Com apenas uma opção de candidatura à prefeitura em 2016, moradores do municípios de Jati, a 524,8 quilômetros de Fortaleza, encontraram uma forma inusitada de “reverter” a situação. Um caprino, batizado como “Bode 90”, é o mais novo opositor à reeleição da atual prefeita Maria de Jesus Diniz Nogueira (PSD), conhecida como Neta, e está fazendo sucesso na cidade.

A oposição à atual gestão preparou a candidatura do médico Dr. Jarbas, que teve o registro rejeitado porque não se descompatibilizou de sua função no programa Mais Médicos, do Governo Federal. “Fizemos reuniões, tentamos trabalhar outros nomes, mas tomamos a decisão mais coerente de não termos candidato”, afirma o membro da oposição e professor universitário Kael Rocha. A ideia de lançar o bode – pontua Rocha, não partiu da oposição.

BODE-JATI-CANDIDATO

Para evitar maus-tratos ao animal, bode deve ser poupado nas ações de campanha. (Foto: Reprodução)

Como a reeleição de Neta não é unanimidade, parte da população decidiu iniciar uma campanha em protesto. “Um grupo de jovens resolveu criar a questão do voto de protesto, uma coisa engraçada, porém com muito respeito ao pleito eleitoral”, afirma Kael.

O sobrenome 90 é uma referência ao número do animal no jogo do bicho e é parte da campanha pelo voto nulo. “Quando você bota 90 (na urna) você anula o seu voto porque, aqui, em Jati, não tem partido com a legenda 90 registrada”, ressalta.

O bode já ganhou comitê, adesivo, cartaz, desfile, carreata e a simpatia dos moradores de Jati. Rocha conta que o Bode 90 tem sido solicitado para participar de atos de campanha em diversas comunidades. Por isso, a próxima meta é comprar um bode de plástico para não maltratar o animal.

“Vamos procurar um bode de fibra para não desgastar tanto o bode (verdadeiro), para que ele não estresse”, ressalta Rocha.

Município do Ceará registra apenas uma candidatura para prefeitura em 2016

A mobilização pelo voto nulo não inviabiliza a vitória da atual prefeita. A legislação eleitoral não contabiliza votos nulos e brancos para o resultado do pleito. Apenas um voto garante a reeleição da candidata que já afirmou que manterá ações de campanha, apesar da ausência de opositor.