Após briga de deputados, Osmar Baquit vai denunciar confusão

DISCUSSÃO

Após briga de deputados na AL, Osmar Baquit vai denunciar confusão à mesa diretora

O bate boca entre os parlamentares fez com que a sessão fosse encerrada mais cedo

Por Tribuna Bandnews FM em Política

24 de agosto de 2016 às 19:52

Há 3 anos
alce

Confusão foi motivada por protesto em Iguatu

Os deputados estaduais Osmar Baquit (PSD) e Agenor Neto (PMDB) quase entraram em luta corporal após uma discussão do Plenário da Assembleia Legislativa. Eles repercutiram, na tarde desta quarta-feira (24), sobre o que aconteceu na Casa. Os motivos, segundo Baquit, foram as críticas feitas por Agenor Neto ao governador Camilo Santana (PT), devido a uma inauguração de uma unidade do Raio em Iguatu, no último sábado (20). As informações são da Tribuna Bandnews FM.

No evento, um grupo de pessoas teria se manifestado contra Camilo Santana, sendo reprimido pela polícia. Segundo Baquit, esse grupo é ligado ao Deputado Agenor Neto. “Eu estava presente no episódio das vaias e não foi a população de maneira ordeira que protestou contra o governador, foi um grupo político liderado por duas pessoas ligadas a você (Agenor Neto) e a seu tio. Quando eu disse isso, Daniel Oliveira da mesa diretora, Tomás Holanda e Agenor começaram logo a gritar. Eu estava na minha bancada e eles que vieram no meu local, cometeram a ilegalidade, e vieram me agredir”, contou Baquit.

O deputado Agenor Neto afirma que se dirigiu à bancada para amenizar os ânimos, mas alega ter sido ofendido. “Eu me dirigi próxima a ele para tentar evitar um conflito maior entre o deputado Tomás Holanda e o deputado Osmar, que estava muito impulsivo, e ele partiu do seu descontrole a agredir também com palavrões a minha pessoa e chegando e também falando com agressões até o meu pai”, afirmou o deputado do PMDB.

Para acalmar os ânimos, a segurança da Casa teve que intervir. Osmar Baquit diz que vai reunir o vídeo da confusão e enviar à mesa diretora. “Eu já pedi ao secretário para ele disponibilizar o áudio e o vídeo e vou entregar a mesa diretora que tome as providencias”, revelou.

Agenor Neto ainda não decidiu se entrará com uma representação contra Osmar Baquit. “Nós estamos analisando toda essa questão com muita calma. Até porque cada um tem o seu passado e as pessoas analisam um, analisam outro, e vão ver como foi construído nosso mandato e que temos mais sensatez”, finalizou.

A reportagem tentou entrar em contato com o deputado Tomás Holanda, mas as ligações não foram atendidas até a publicação da matéria.

Ouça mais sobre o ocorrido na Assembleia nas entrevista do repórter Tiago Lima da Tribuna Band News FM:

Publicidade

Dê sua opinião

DISCUSSÃO

Após briga de deputados na AL, Osmar Baquit vai denunciar confusão à mesa diretora

O bate boca entre os parlamentares fez com que a sessão fosse encerrada mais cedo

Por Tribuna Bandnews FM em Política

24 de agosto de 2016 às 19:52

Há 3 anos
alce

Confusão foi motivada por protesto em Iguatu

Os deputados estaduais Osmar Baquit (PSD) e Agenor Neto (PMDB) quase entraram em luta corporal após uma discussão do Plenário da Assembleia Legislativa. Eles repercutiram, na tarde desta quarta-feira (24), sobre o que aconteceu na Casa. Os motivos, segundo Baquit, foram as críticas feitas por Agenor Neto ao governador Camilo Santana (PT), devido a uma inauguração de uma unidade do Raio em Iguatu, no último sábado (20). As informações são da Tribuna Bandnews FM.

No evento, um grupo de pessoas teria se manifestado contra Camilo Santana, sendo reprimido pela polícia. Segundo Baquit, esse grupo é ligado ao Deputado Agenor Neto. “Eu estava presente no episódio das vaias e não foi a população de maneira ordeira que protestou contra o governador, foi um grupo político liderado por duas pessoas ligadas a você (Agenor Neto) e a seu tio. Quando eu disse isso, Daniel Oliveira da mesa diretora, Tomás Holanda e Agenor começaram logo a gritar. Eu estava na minha bancada e eles que vieram no meu local, cometeram a ilegalidade, e vieram me agredir”, contou Baquit.

O deputado Agenor Neto afirma que se dirigiu à bancada para amenizar os ânimos, mas alega ter sido ofendido. “Eu me dirigi próxima a ele para tentar evitar um conflito maior entre o deputado Tomás Holanda e o deputado Osmar, que estava muito impulsivo, e ele partiu do seu descontrole a agredir também com palavrões a minha pessoa e chegando e também falando com agressões até o meu pai”, afirmou o deputado do PMDB.

Para acalmar os ânimos, a segurança da Casa teve que intervir. Osmar Baquit diz que vai reunir o vídeo da confusão e enviar à mesa diretora. “Eu já pedi ao secretário para ele disponibilizar o áudio e o vídeo e vou entregar a mesa diretora que tome as providencias”, revelou.

Agenor Neto ainda não decidiu se entrará com uma representação contra Osmar Baquit. “Nós estamos analisando toda essa questão com muita calma. Até porque cada um tem o seu passado e as pessoas analisam um, analisam outro, e vão ver como foi construído nosso mandato e que temos mais sensatez”, finalizou.

A reportagem tentou entrar em contato com o deputado Tomás Holanda, mas as ligações não foram atendidas até a publicação da matéria.

Ouça mais sobre o ocorrido na Assembleia nas entrevista do repórter Tiago Lima da Tribuna Band News FM: