Sapateiro mais famoso de Iguatu já trabalha no ramo há 65 anos
DEDICAÇÃO

Sapateiro mais famoso de Iguatu já trabalha no ramo há 65 anos

Francisco Monteiro trabalha com conserto de sapatos desde 1958

Por Jangadeiro FM em Perfil

3 de maio de 2016 às 06:15

Há 11 meses
Clientes de vários lugares do Ceará vão a Iguatu em busca do Sr. Francisco (FOTO: Divulgação)

Clientes de vários lugares do Ceará vão a Iguatu em busca do Sr. Francisco (FOTO: Divulgação)

Em Iguatu, no interior do Ceará, se falarem em conserto de sapatos, os moradores lembram de Francisco Monteiro. Ele já dedica 65 anos de vida no ramo da sapataria. As informações são da rádio Tribuna BandNews FM.

O senhor fala com emoção e a alegria dos seus clientes que vem de vários lugares do Estado. “Vem gente de Icó, Várzea Alegre, Cedro, Catarina e vários lugares”, alegra-se.

Desde 1958, o homem que é casado há 40 anos, e tem dois filhos, trabalha no ramo de sapataria. Ele iniciou na fabricação e depois começou a consertá-los.

Com tantos anos no ramo, o sapateiro comemora os anos trabalhando com sapatos. “Desde 1958 trabalho com isso e não reclamo. Faz tanto tempo que não tenho nem ideia de quantos sapatos já consertei”, brincou.

Confira a matéria de Jota Guedes, da Rede Jangadeiro FM:

Publicidade

Dê sua opinião

DEDICAÇÃO

Sapateiro mais famoso de Iguatu já trabalha no ramo há 65 anos

Francisco Monteiro trabalha com conserto de sapatos desde 1958

Por Jangadeiro FM em Perfil

3 de maio de 2016 às 06:15

Há 11 meses
Clientes de vários lugares do Ceará vão a Iguatu em busca do Sr. Francisco (FOTO: Divulgação)

Clientes de vários lugares do Ceará vão a Iguatu em busca do Sr. Francisco (FOTO: Divulgação)

Em Iguatu, no interior do Ceará, se falarem em conserto de sapatos, os moradores lembram de Francisco Monteiro. Ele já dedica 65 anos de vida no ramo da sapataria. As informações são da rádio Tribuna BandNews FM.

O senhor fala com emoção e a alegria dos seus clientes que vem de vários lugares do Estado. “Vem gente de Icó, Várzea Alegre, Cedro, Catarina e vários lugares”, alegra-se.

Desde 1958, o homem que é casado há 40 anos, e tem dois filhos, trabalha no ramo de sapataria. Ele iniciou na fabricação e depois começou a consertá-los.

Com tantos anos no ramo, o sapateiro comemora os anos trabalhando com sapatos. “Desde 1958 trabalho com isso e não reclamo. Faz tanto tempo que não tenho nem ideia de quantos sapatos já consertei”, brincou.

Confira a matéria de Jota Guedes, da Rede Jangadeiro FM: