Nirez tem exposição com artigos de seu museu particular na Caixa Cultural Fortaleza
ACERVO

Nirez tem exposição com artigos de seu museu particular na Caixa Cultural Fortaleza

A exposição “Arquivo Nirez” reúne peças raras de seu acervo, como fotografias, discos de cera e de vinil, livros, revistas, equipamentos de imagem e som

Por Tribuna Bandnews FM em Perfil

25 de fevereiro de 2017 às 07:00

Há 3 meses

Miguel Ângelo de Azevedo, mais conhecido como Nirez é um profundo conhecedor da cidade de Fortaleza (FOTO: Igor de Melo)

São mais de 60 anos dedicados à pesquisa. Miguel Ângelo de Azevedo, mais conhecido como Nirez, é um profundo conhecedor da cidade de Fortaleza. O jornalista, historiógrafo, memorialista e colecionador foi convidado para uma entrevista na Tribuna Band News FM.

Em um bate-papo descontraído com Daniella de Lavôr, ele relembrou as histórias da cidade, revelou curiosidades e ainda falou sobre a exposição “Arquivo Nirez”, que reúne peças raras de seu acervo e está em cartaz na Caixa Cultural. A entrada é gratuita.

São artigos de seu museu particular, que há mais de 50 anos é mantido e disponibilizado ao público na residência do colecionador. Algumas das peças serão expostas pela primeira vez fora da casa dele.

Com a curadoria de Nirez e Weaver Lima, a exposição contará com fotografias de Fortaleza antiga, discos de cera e de vinil, livros, revistas, equipamentos de imagem e som. São mais de 200 itens, selecionados dentre mais de 140 mil peças que compõem o acervo do museu.

Na entrevista, Nirez conta que começou a comprar discos sem o objetivo de colecionar. “Comecei a comprar discos de reedições, coisa antiga, meu pai gostava, minha mãe gostava, eram vivos nessa época. Foi crescendo, crescendo e quando dei conta de mim, eu tinha 900 mil discos”, relata.

Confira parte da entrevista com Nirez, que foi ao ar na última segunda-feira (20):

 

Publicidade

Dê sua opinião

ACERVO

Nirez tem exposição com artigos de seu museu particular na Caixa Cultural Fortaleza

A exposição “Arquivo Nirez” reúne peças raras de seu acervo, como fotografias, discos de cera e de vinil, livros, revistas, equipamentos de imagem e som

Por Tribuna Bandnews FM em Perfil

25 de fevereiro de 2017 às 07:00

Há 3 meses

Miguel Ângelo de Azevedo, mais conhecido como Nirez é um profundo conhecedor da cidade de Fortaleza (FOTO: Igor de Melo)

São mais de 60 anos dedicados à pesquisa. Miguel Ângelo de Azevedo, mais conhecido como Nirez, é um profundo conhecedor da cidade de Fortaleza. O jornalista, historiógrafo, memorialista e colecionador foi convidado para uma entrevista na Tribuna Band News FM.

Em um bate-papo descontraído com Daniella de Lavôr, ele relembrou as histórias da cidade, revelou curiosidades e ainda falou sobre a exposição “Arquivo Nirez”, que reúne peças raras de seu acervo e está em cartaz na Caixa Cultural. A entrada é gratuita.

São artigos de seu museu particular, que há mais de 50 anos é mantido e disponibilizado ao público na residência do colecionador. Algumas das peças serão expostas pela primeira vez fora da casa dele.

Com a curadoria de Nirez e Weaver Lima, a exposição contará com fotografias de Fortaleza antiga, discos de cera e de vinil, livros, revistas, equipamentos de imagem e som. São mais de 200 itens, selecionados dentre mais de 140 mil peças que compõem o acervo do museu.

Na entrevista, Nirez conta que começou a comprar discos sem o objetivo de colecionar. “Comecei a comprar discos de reedições, coisa antiga, meu pai gostava, minha mãe gostava, eram vivos nessa época. Foi crescendo, crescendo e quando dei conta de mim, eu tinha 900 mil discos”, relata.

Confira parte da entrevista com Nirez, que foi ao ar na última segunda-feira (20):