Uber apura denúncias de "Golpe do Vômito" aplicado por motoristas em clientes

MÁ-FÉ

Uber apura denúncias de “Golpe do Vômito” aplicado por motoristas em clientes

Usuário entrevistado pela Rádio Tribuna Band News FM recebeu cobrança de R$ 350 após usar o serviço, por supostamente sujar o veículo

Por Tribuna do Ceará em Mobilidade Urbana

6 de novembro de 2018 às 14:18

Há 1 semana
Usuários recebem a cobrança alguns dias após a corrida (FOTO: Fernanda Moura/Tribuna do Ceará)

Usuários recebem a cobrança alguns dias após a corrida (FOTO: Fernanda Moura/Tribuna do Ceará)

A Uber, empresa de transporte de aplicativo, apura supostos casos de golpe aplicado por motoristas da plataforma no Ceará. Conhecido como “Golpe do Vômito“, passageiros relatam que, após o término das viagens, recebem uma cobrança indevida, que é uma taxa de limpeza informada pelos condutores.

O técnico de informática Márcio Rodrigues passou por essa situação. Ele fez uso da plataforma na noite da última sexta-feira (2). Dias depois, ele recebeu uma cobrança de R$ 350. A viagem era curta e havia custado apenas R$ 8.

A cobrança gerou perplexidade no usuário, que utiliza a ferramenta há mais de 2 anos e nunca tinha passado por nenhum incidente com o aplicativo. Ele entrou em contato com a Uber, mas não recebeu nenhuma resposta até o momento, nem detalhes e imagens da empresa que comprovassem a ocorrência de algum dano ao veículo.

Por nota, a Uber informou que investiga todos os casos denunciados por usuários e, se comprovada alguma fraude, o fraudador vai ser punido. Além disso, se for constatado uma cobrança indevida, o valor pago também vai ser ressarcido ao usuário. A empresa reforçou ainda que avalia constantemente os processos e tecnologias relacionadas a essas questões.

Confira mais informações nas entrevistas realizadas pelo repórter Jackson de Moura, da Tribuna BandNews FM:

Publicidade

Dê sua opinião

MÁ-FÉ

Uber apura denúncias de “Golpe do Vômito” aplicado por motoristas em clientes

Usuário entrevistado pela Rádio Tribuna Band News FM recebeu cobrança de R$ 350 após usar o serviço, por supostamente sujar o veículo

Por Tribuna do Ceará em Mobilidade Urbana

6 de novembro de 2018 às 14:18

Há 1 semana
Usuários recebem a cobrança alguns dias após a corrida (FOTO: Fernanda Moura/Tribuna do Ceará)

Usuários recebem a cobrança alguns dias após a corrida (FOTO: Fernanda Moura/Tribuna do Ceará)

A Uber, empresa de transporte de aplicativo, apura supostos casos de golpe aplicado por motoristas da plataforma no Ceará. Conhecido como “Golpe do Vômito“, passageiros relatam que, após o término das viagens, recebem uma cobrança indevida, que é uma taxa de limpeza informada pelos condutores.

O técnico de informática Márcio Rodrigues passou por essa situação. Ele fez uso da plataforma na noite da última sexta-feira (2). Dias depois, ele recebeu uma cobrança de R$ 350. A viagem era curta e havia custado apenas R$ 8.

A cobrança gerou perplexidade no usuário, que utiliza a ferramenta há mais de 2 anos e nunca tinha passado por nenhum incidente com o aplicativo. Ele entrou em contato com a Uber, mas não recebeu nenhuma resposta até o momento, nem detalhes e imagens da empresa que comprovassem a ocorrência de algum dano ao veículo.

Por nota, a Uber informou que investiga todos os casos denunciados por usuários e, se comprovada alguma fraude, o fraudador vai ser punido. Além disso, se for constatado uma cobrança indevida, o valor pago também vai ser ressarcido ao usuário. A empresa reforçou ainda que avalia constantemente os processos e tecnologias relacionadas a essas questões.

Confira mais informações nas entrevistas realizadas pelo repórter Jackson de Moura, da Tribuna BandNews FM: