Taxistas reclamam de prejuízo de 70% com a chegada do Uber a Juazeiro do Norte

CONCORRÊNCIA

Taxistas reclamam de prejuízo de 70% com a chegada do Uber a Juazeiro do Norte

Três meses depois da chegada do aplicativo à cidade cearense, taxistas que atuam principalmente no aeroporto e na rodoviária sentiram a concorrência

Por Daniel Rocha em Mobilidade Urbana

6 de novembro de 2017 às 07:00

Há 2 semanas

A plataforma Uber chegou em Juazeiro do Norte no último mês de julho (FOTO: Divulgação)

Após três meses da chegada do serviço do Uber em Juazeiro do Norte, a 397 km de Fortaleza, os taxistas têm relatado queda no lucro por conta da concorrência em virtude da redução de corridas. Por outro lado, os passageiros têm comemorado, pois as corridas tornaram-se mais baratas.

Atualmente, a cidade conta com uma frota de 366 taxistas, e todos alegaram um prejuízo de 70% com a chegada da empresa estrangeira. As informações são da Tribuna BandNews FM

“Todos nós estamos passando dificuldade. Mas os motoristas que passam mais dificuldade são os que ficam no aeroporto, shopping e na rodoviária. Muitos taxistas foram para cima. Não adianta”, diz o taxista José Rodrigues.

Em três meses de atuação na cidade, a frota de motoristas cadastrados na plataforma é 173% superior ao número de taxistas. Com preços mais baixos e maior frota, a concorrência tornou-se ainda mais desleal. Além disso, por conta da proximidade com Crato, os motoristas da Uber também atendem os passageiros do município vizinho.

De acordo com Antonio Evangelista, presidente da Associação de Motoristas Privados Individuais de Passageiros do Ceará (Ampip-CE), o aplicativo deve chegar a outros municípios do Estado. “Ela quer atuar em todo o Ceará. Não só a Uber, mas todos os aplicativos. E isso já foi mostrado que os aplicativos têm atendido melhor a população”, afirma.

Por outro lado, o presidente dos taxistas de Crato, Manuel Félix, disse em entrevista à Rede Jangadeiro que o Uber não deve afetar os trabalhos da categoria caso chegue ao município. Nesta semana, o Senado aprovou um projeto de lei que regulamenta o serviço de transporte privado individual de passageiros. Foram 46 votos a favor, 10 contra e uma abstenção.

Confira a matéria do repórter Everton Lucas, da Tribuna Band News FM:

Publicidade

Dê sua opinião

CONCORRÊNCIA

Taxistas reclamam de prejuízo de 70% com a chegada do Uber a Juazeiro do Norte

Três meses depois da chegada do aplicativo à cidade cearense, taxistas que atuam principalmente no aeroporto e na rodoviária sentiram a concorrência

Por Daniel Rocha em Mobilidade Urbana

6 de novembro de 2017 às 07:00

Há 2 semanas

A plataforma Uber chegou em Juazeiro do Norte no último mês de julho (FOTO: Divulgação)

Após três meses da chegada do serviço do Uber em Juazeiro do Norte, a 397 km de Fortaleza, os taxistas têm relatado queda no lucro por conta da concorrência em virtude da redução de corridas. Por outro lado, os passageiros têm comemorado, pois as corridas tornaram-se mais baratas.

Atualmente, a cidade conta com uma frota de 366 taxistas, e todos alegaram um prejuízo de 70% com a chegada da empresa estrangeira. As informações são da Tribuna BandNews FM

“Todos nós estamos passando dificuldade. Mas os motoristas que passam mais dificuldade são os que ficam no aeroporto, shopping e na rodoviária. Muitos taxistas foram para cima. Não adianta”, diz o taxista José Rodrigues.

Em três meses de atuação na cidade, a frota de motoristas cadastrados na plataforma é 173% superior ao número de taxistas. Com preços mais baixos e maior frota, a concorrência tornou-se ainda mais desleal. Além disso, por conta da proximidade com Crato, os motoristas da Uber também atendem os passageiros do município vizinho.

De acordo com Antonio Evangelista, presidente da Associação de Motoristas Privados Individuais de Passageiros do Ceará (Ampip-CE), o aplicativo deve chegar a outros municípios do Estado. “Ela quer atuar em todo o Ceará. Não só a Uber, mas todos os aplicativos. E isso já foi mostrado que os aplicativos têm atendido melhor a população”, afirma.

Por outro lado, o presidente dos taxistas de Crato, Manuel Félix, disse em entrevista à Rede Jangadeiro que o Uber não deve afetar os trabalhos da categoria caso chegue ao município. Nesta semana, o Senado aprovou um projeto de lei que regulamenta o serviço de transporte privado individual de passageiros. Foram 46 votos a favor, 10 contra e uma abstenção.

Confira a matéria do repórter Everton Lucas, da Tribuna Band News FM: