Saiba os 40 pontos de Fortaleza que receberão bicicletas compartilhadas a partir de outubro

Saiba os 40 pontos de Fortaleza que receberão bicicletas compartilhadas a partir de outubro

Propostas de investidores devem ser apresentadas em 15 dias

Por Rosana Romão em Mobilidade Urbana

13 de setembro de 2014 às 12:00

Há 3 anos

O sistema de compartilhamento de bicicletas de Fortaleza está previsto para funcionar a partir do final de outubro. Mas os ciclistas já podem saber quais serão os pontos que farão parte deste sistema. De acordo com a prefeitura, ao todo serão no mínimo 40 estações, que oferecerão um total de 400 bicicletas.

O serviço funcionará por meio de cadastro em sistema, mediante o pagamento de uma taxa, de acordo com a necessidade do usuário. A partir daí, o usuário terá acesso às bicicletas presentes nas estações de compartilhamento por um período de uso de uma hora, devendo essa ser entregue em uma das estações nesse período.

Se desejar continuar utilizando o meio de transporte, o ciclista deverá esperar 15 minutos entre o primeiro uso e outra retirada, possibilitando o acesso do modal por outros usuários. O sistema será integrado ao Bilhete Único, tendo esses passageiros, após permuta entre meios de transporte, isenção de valores.

Veja os pontos que terão bicicletas compartilhadas
1/4

Veja os pontos que terão bicicletas compartilhadas

A proposta é que o usuário retire a bicicleta em uma estação e devolva em outra, usando o equipamento como um modal de transporte. (Infográfico: Tiago Leite)

Veja os pontos que terão bicicletas compartilhadas
2/4

Veja os pontos que terão bicicletas compartilhadas

A proposta é que o usuário retire a bicicleta em uma estação e devolva em outra, usando o equipamento como um modal de transporte. (Infográfico: Tiago Leite)

Veja os pontos que terão bicicletas compartilhadas
3/4

Veja os pontos que terão bicicletas compartilhadas

A proposta é que o usuário retire a bicicleta em uma estação e devolva em outra, usando o equipamento como um modal de transporte. (Infográfico: Tiago Leite)

Veja os pontos que terão bicicletas compartilhadas
4/4

Veja os pontos que terão bicicletas compartilhadas

A proposta é que o usuário retire a bicicleta em uma estação e devolva em outra, usando o equipamento como um modal de transporte. (Infográfico: Tiago Leite)

A Associação de Ciclistas Urbanos de Fortaleza (Ciclovida) é favorável à iniciativa da prefeitura. “Nós participamos de reuniões com os técnicos do Paitt e acompanhamos todo o processo de planejamento. Eles (técnicos) estão estudando o assunto de forma profunda e se espelhando em outras cidades que implantaram o sistema”, explica o diretor-presidente, Celso Sakuraba.

Sobre a escolha dos pontos há ressalvas. “Os sistemas de compartilhamento de bicicletas geralmente só atuam nas regiões centrais da cidade. Um cidadão que mora no Bom Jardim, por exemplo, não vai ser contemplado. A justificativa dada é que expandir para as regiões mais periféricas não é vantajoso para a iniciativa privada. Temos que mudar isso”, sugere.

Serviço de compartilhamento de bicicletas está previsto para o final de outubro. (FOTO: Tribuna do Ceará)

Serviço de compartilhamento de bicicletas está previsto para o final de outubro. (FOTO: Tribuna do Ceará)

A cidade de Fortaleza possui 75 km de ciclovias e 11 km de ciclofaixas, totalizando 86 km de infraestrutura cicloviária. Em conjunto com o Sistema de Bicicletas Compartilhadas, também serão implantadas para apoio ao sistema mais ciclofaixas e ciclorrotas que estão previstas no Plano Diretor Cicloviário Integrado (PDCI), em fase de conclusão pela Prefeitura de Fortaleza. Até o final de 2014 serão implantadas ciclofaixas nas vias Carlos Vasconcelos, Rui Barbosa, Padre Anchieta, José Cândido e Deputado Moreira da Rocha.

Segundo o secretário de Conservação e Serviços Públicos, Luiz Alberto Sabóia, os investidores “terão que apresentar cartas de patrocínio e cumprir todos os requisitos e especificações técnicas do sistema de bicicleta que estão especificados no edital, como por exemplo a integração com bilhete único, os preços que estão indicados no edital e os tipos de bicicleta”. As propostas devem ser apresentadas em 15 dias, podendo ser prorrogados por mais 15 dias.

Publicidade

Dê sua opinião

Saiba os 40 pontos de Fortaleza que receberão bicicletas compartilhadas a partir de outubro

Propostas de investidores devem ser apresentadas em 15 dias

Por Rosana Romão em Mobilidade Urbana

13 de setembro de 2014 às 12:00

Há 3 anos

O sistema de compartilhamento de bicicletas de Fortaleza está previsto para funcionar a partir do final de outubro. Mas os ciclistas já podem saber quais serão os pontos que farão parte deste sistema. De acordo com a prefeitura, ao todo serão no mínimo 40 estações, que oferecerão um total de 400 bicicletas.

O serviço funcionará por meio de cadastro em sistema, mediante o pagamento de uma taxa, de acordo com a necessidade do usuário. A partir daí, o usuário terá acesso às bicicletas presentes nas estações de compartilhamento por um período de uso de uma hora, devendo essa ser entregue em uma das estações nesse período.

Se desejar continuar utilizando o meio de transporte, o ciclista deverá esperar 15 minutos entre o primeiro uso e outra retirada, possibilitando o acesso do modal por outros usuários. O sistema será integrado ao Bilhete Único, tendo esses passageiros, após permuta entre meios de transporte, isenção de valores.

Veja os pontos que terão bicicletas compartilhadas
1/4

Veja os pontos que terão bicicletas compartilhadas

A proposta é que o usuário retire a bicicleta em uma estação e devolva em outra, usando o equipamento como um modal de transporte. (Infográfico: Tiago Leite)

Veja os pontos que terão bicicletas compartilhadas
2/4

Veja os pontos que terão bicicletas compartilhadas

A proposta é que o usuário retire a bicicleta em uma estação e devolva em outra, usando o equipamento como um modal de transporte. (Infográfico: Tiago Leite)

Veja os pontos que terão bicicletas compartilhadas
3/4

Veja os pontos que terão bicicletas compartilhadas

A proposta é que o usuário retire a bicicleta em uma estação e devolva em outra, usando o equipamento como um modal de transporte. (Infográfico: Tiago Leite)

Veja os pontos que terão bicicletas compartilhadas
4/4

Veja os pontos que terão bicicletas compartilhadas

A proposta é que o usuário retire a bicicleta em uma estação e devolva em outra, usando o equipamento como um modal de transporte. (Infográfico: Tiago Leite)

A Associação de Ciclistas Urbanos de Fortaleza (Ciclovida) é favorável à iniciativa da prefeitura. “Nós participamos de reuniões com os técnicos do Paitt e acompanhamos todo o processo de planejamento. Eles (técnicos) estão estudando o assunto de forma profunda e se espelhando em outras cidades que implantaram o sistema”, explica o diretor-presidente, Celso Sakuraba.

Sobre a escolha dos pontos há ressalvas. “Os sistemas de compartilhamento de bicicletas geralmente só atuam nas regiões centrais da cidade. Um cidadão que mora no Bom Jardim, por exemplo, não vai ser contemplado. A justificativa dada é que expandir para as regiões mais periféricas não é vantajoso para a iniciativa privada. Temos que mudar isso”, sugere.

Serviço de compartilhamento de bicicletas está previsto para o final de outubro. (FOTO: Tribuna do Ceará)

Serviço de compartilhamento de bicicletas está previsto para o final de outubro. (FOTO: Tribuna do Ceará)

A cidade de Fortaleza possui 75 km de ciclovias e 11 km de ciclofaixas, totalizando 86 km de infraestrutura cicloviária. Em conjunto com o Sistema de Bicicletas Compartilhadas, também serão implantadas para apoio ao sistema mais ciclofaixas e ciclorrotas que estão previstas no Plano Diretor Cicloviário Integrado (PDCI), em fase de conclusão pela Prefeitura de Fortaleza. Até o final de 2014 serão implantadas ciclofaixas nas vias Carlos Vasconcelos, Rui Barbosa, Padre Anchieta, José Cândido e Deputado Moreira da Rocha.

Segundo o secretário de Conservação e Serviços Públicos, Luiz Alberto Sabóia, os investidores “terão que apresentar cartas de patrocínio e cumprir todos os requisitos e especificações técnicas do sistema de bicicleta que estão especificados no edital, como por exemplo a integração com bilhete único, os preços que estão indicados no edital e os tipos de bicicleta”. As propostas devem ser apresentadas em 15 dias, podendo ser prorrogados por mais 15 dias.