Motorista de "táxi amigo" aposta em selfies com clientes para fidelizar serviço
CARRO AGRADÁVEL

Motorista de “táxi amigo” aposta em selfies com clientes para fidelizar serviço

Jonas Laurenos publica as fotografias em sua rede social sempre com uma mensagem especial de agradecimento

Por Matheus Ribeiro em Mobilidade Urbana

4 de janeiro de 2017 às 07:00

Há 2 meses
Tirar selfie foi uma ação para levantar a autoestima dos fortalezenses (FOTO: Arquivo Pessoal)

Tirar selfie foi uma ação para levantar a autoestima dos fortalezenses (FOTO: Arquivo Pessoal)

Um bom atendimento, além de tornar a corrida mais agradável, ainda pode contribuir para a indicação boca a boca. Não basta ter um carro confortável e dar bom dia ao receber um cliente em seu táxi. Para o motorista de “táxi amigo” Jonas Laureno, de 46 anos, um arsenal tecnológico formado por um único celular e um pacote de banco de dados de internet faz a diferença no seu bolso há cinco meses.

Laurenos Car, como é conhecido no ramo, encontrou uma forma bem inusitada de agradar seus clientes. A cada passageiro que busca e leva em seu veículo, Jonas tira uma selfie e publica em suas redes sociais para divulgar o serviço. Contudo, quem pensa que isso seria uma simples forma de publicidade está enganado. Para o motorista cearense, essa foi uma alternativa de levantar o ânimo das pessoas. 

“Os tempos difíceis levam as pessoas a se desmotivarem e a esquecer que, em todos os ramos, além do ganho financeiro, temos que oferecer atrativos e conforto para os clientes. As fotos com os clientes foi uma forma que encontrei de valorizar cada pessoa que viaja comigo, mostrando que além de transportar é necessário conhecer e se integrar com o cliente”, explicou Jonas.

Rodando em média 150 quilômetros por dia pela capital cearense, a ideia de fazer tratamento especial com selfie, bombons, água e até wifi grátis aos clientes surgiu a partir da convivência com os próprios usuários.

“A ideia veio do convívio com os passageiros. No bate-papo com o cliente percebi que poderia eternizar cada história na minha memória só lembrando da foto que tirei com ele. Imaginei o seguinte: se as pessoas gostam tanto de conversar durante a viagem, isso merece uma selfie. Assim, as pessoas foram gostando e autorizando as postagens, que hoje já virou quase que uma ação automática”, disse.

Apesar da boa intenção, ele conta que não é todo mundo que quer ou aceita tirar a fotografia. “Não tenho ideia exatamente quantas pessoas já tirei, mas sei que nem todo mundo quer. Aí eu agradeço e respeito muito a decisão. A foto só vai para minha fan page se o cliente autorizar”.

Mudanças de hábito

Jonas trabalha há exatos cinco meses como “táxi amigo” em Fortaleza – serviço ainda considerado irregular pela Prefeitura e pelo sindicato dos taxistas do Ceará. A mudança na sua carreira profissional surgiu após uma necessidade de mudar de vida pessoal e profissional.

“Após ter trabalhado por muitos anos com carteira assinada seguindo uma rotina sempre igual e, na maioria das vezes, sem satisfação pessoal, vi neste ramo a oportunidade de ter contato direto com muitas pessoas, numa rotina diferenciada. Claro que busquei essa forma de trabalho também devido à crise política e econômica que se encontra o País e pela falta de oportunidades no mercado formal, mas ter ganho financeiro fazendo uma atividade super prazerosa pra mim é super gratificante”, conclui.

O motorista trabalha em todos os dias da semana na modalidade de viagens agendadas e em trajetos exclusivos de Fortaleza.

Laurenos roda cerca de 150km por dia em Fortaleza
1/5

Laurenos roda cerca de 150km por dia em Fortaleza

(FOTO: Arquivo pessoal)

Laurenos roda cerca de 150km por dia em Fortaleza
2/5

Laurenos roda cerca de 150km por dia em Fortaleza

(FOTO: Arquivo pessoal)

Laurenos roda cerca de 150km por dia em Fortaleza
3/5

Laurenos roda cerca de 150km por dia em Fortaleza

(FOTO: Arquivo pessoal)

Laurenos roda cerca de 150km por dia em Fortaleza
4/5

Laurenos roda cerca de 150km por dia em Fortaleza

(FOTO: Arquivo pessoal)

Laurenos roda cerca de 150km por dia em Fortaleza
5/5

Laurenos roda cerca de 150km por dia em Fortaleza

(FOTO: Arquivo pessoal)

Publicidade

Dê sua opinião

CARRO AGRADÁVEL

Motorista de “táxi amigo” aposta em selfies com clientes para fidelizar serviço

Jonas Laurenos publica as fotografias em sua rede social sempre com uma mensagem especial de agradecimento

Por Matheus Ribeiro em Mobilidade Urbana

4 de janeiro de 2017 às 07:00

Há 2 meses
Tirar selfie foi uma ação para levantar a autoestima dos fortalezenses (FOTO: Arquivo Pessoal)

Tirar selfie foi uma ação para levantar a autoestima dos fortalezenses (FOTO: Arquivo Pessoal)

Um bom atendimento, além de tornar a corrida mais agradável, ainda pode contribuir para a indicação boca a boca. Não basta ter um carro confortável e dar bom dia ao receber um cliente em seu táxi. Para o motorista de “táxi amigo” Jonas Laureno, de 46 anos, um arsenal tecnológico formado por um único celular e um pacote de banco de dados de internet faz a diferença no seu bolso há cinco meses.

Laurenos Car, como é conhecido no ramo, encontrou uma forma bem inusitada de agradar seus clientes. A cada passageiro que busca e leva em seu veículo, Jonas tira uma selfie e publica em suas redes sociais para divulgar o serviço. Contudo, quem pensa que isso seria uma simples forma de publicidade está enganado. Para o motorista cearense, essa foi uma alternativa de levantar o ânimo das pessoas. 

“Os tempos difíceis levam as pessoas a se desmotivarem e a esquecer que, em todos os ramos, além do ganho financeiro, temos que oferecer atrativos e conforto para os clientes. As fotos com os clientes foi uma forma que encontrei de valorizar cada pessoa que viaja comigo, mostrando que além de transportar é necessário conhecer e se integrar com o cliente”, explicou Jonas.

Rodando em média 150 quilômetros por dia pela capital cearense, a ideia de fazer tratamento especial com selfie, bombons, água e até wifi grátis aos clientes surgiu a partir da convivência com os próprios usuários.

“A ideia veio do convívio com os passageiros. No bate-papo com o cliente percebi que poderia eternizar cada história na minha memória só lembrando da foto que tirei com ele. Imaginei o seguinte: se as pessoas gostam tanto de conversar durante a viagem, isso merece uma selfie. Assim, as pessoas foram gostando e autorizando as postagens, que hoje já virou quase que uma ação automática”, disse.

Apesar da boa intenção, ele conta que não é todo mundo que quer ou aceita tirar a fotografia. “Não tenho ideia exatamente quantas pessoas já tirei, mas sei que nem todo mundo quer. Aí eu agradeço e respeito muito a decisão. A foto só vai para minha fan page se o cliente autorizar”.

Mudanças de hábito

Jonas trabalha há exatos cinco meses como “táxi amigo” em Fortaleza – serviço ainda considerado irregular pela Prefeitura e pelo sindicato dos taxistas do Ceará. A mudança na sua carreira profissional surgiu após uma necessidade de mudar de vida pessoal e profissional.

“Após ter trabalhado por muitos anos com carteira assinada seguindo uma rotina sempre igual e, na maioria das vezes, sem satisfação pessoal, vi neste ramo a oportunidade de ter contato direto com muitas pessoas, numa rotina diferenciada. Claro que busquei essa forma de trabalho também devido à crise política e econômica que se encontra o País e pela falta de oportunidades no mercado formal, mas ter ganho financeiro fazendo uma atividade super prazerosa pra mim é super gratificante”, conclui.

O motorista trabalha em todos os dias da semana na modalidade de viagens agendadas e em trajetos exclusivos de Fortaleza.

Laurenos roda cerca de 150km por dia em Fortaleza
1/5

Laurenos roda cerca de 150km por dia em Fortaleza

(FOTO: Arquivo pessoal)

Laurenos roda cerca de 150km por dia em Fortaleza
2/5

Laurenos roda cerca de 150km por dia em Fortaleza

(FOTO: Arquivo pessoal)

Laurenos roda cerca de 150km por dia em Fortaleza
3/5

Laurenos roda cerca de 150km por dia em Fortaleza

(FOTO: Arquivo pessoal)

Laurenos roda cerca de 150km por dia em Fortaleza
4/5

Laurenos roda cerca de 150km por dia em Fortaleza

(FOTO: Arquivo pessoal)

Laurenos roda cerca de 150km por dia em Fortaleza
5/5

Laurenos roda cerca de 150km por dia em Fortaleza

(FOTO: Arquivo pessoal)