Escolas em Fortaleza adotam app para evitar caos no trânsito no embarque de alunos

FILHO SEM FILA

Escolas em Fortaleza adotam app para evitar caos no trânsito no embarque de alunos

Objetivo do aplicativo Filho sem Fila, lançado em Santo André (SP), é reduzir congestionamento em frente às escolas quando os pais vão buscar os filhos

Por Tribuna do Ceará em Mobilidade Urbana

10 de fevereiro de 2019 às 07:00

Há 2 semanas
Aplicativo Filho sem Fila ajuda a melhorar o trânsito em frente às escolas. (Foto: Divulgação)

Aplicativo Filho sem Fila ajuda a melhorar o trânsito em frente às escolas. (Foto: Divulgação)

Fila dupla de carros, congestionamento e buzinas: quem precisa buscar os filhos em escolas localizadas em áreas muito movimentadas de Fortaleza conhece esse cenário. Embarcar alunos no final da aula sem gerar um caos no trânsito é o objetivo do aplicativo Filho sem Fila, utilizado por duas escolas na Capital.

A ideia é do empresário Leo Gmeiner, de Santo André (SP), que também tinha de lidar com a rotina de buscar os filhos na escola. Com apenas um toque antes de sair de casa ou do trabalho, os pais ou responsáveis notificam a escola por meio do app.

Ao se aproximar do colégio, um aviso é enviado automaticamente para que a escola inicie a preparação do aluno para a saída, deixando-o pronto para o embarque. Dessa forma, os pais podem evitar longas pausas em frente à escola ou economizar o tempo que gastariam em busca de uma vaga de estacionamento.

A Creche Escola Mundo da Fantasia, no bairro Dunas, em Fortaleza, utiliza o aplicativo Filho sem Fila desde 2018. A auxiliar de coordenação Itala Girão monitora o painel do aplicativo e faz a ponte de comunicação entre professores e pais para que a criança esteja pronta para o embarque na hora certa.

“A gente também pode sinalizar aos pais se a criança foi ao banheiro, se está fazendo uma troca de roupa”, destaca Itala. O uso do aplicativo é oferecido como cortesia aos pais que, segundo a auxiliar, estão aderindo à novidade.

O Colégio Antares também utiliza o serviço, mas o Tribuna do Ceará não obteve resposta até a publicação desta matéria.

AMC

Com a volta às aulas, se intensificam os transtornos nas vias nas proximidades escolares. A Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) mantém fiscalizações e ações educativas frequentes com pais e alunos. O chefe do Núcleo de Operações da AMC, Wellington Cartaxo, ressalta que as principais irregularidades estão relacionadas ao estacionamento irregular, como parar o veículo em local proibido por sinalização ou formar fila dupla.

“Muitos pais, além de quererem deixar o filho, eles querem observar a criança entrar no colégio ou deixá-lo na porta, o que demanda tempo. Outra atitude comum é deixar o material escolar no bagageiro do veículo, fazendo com que o responsável tenha que descer e retirar o material”, destaca Cartaxo.

O agente lista algumas dicas para que os pais amenizem os congestionamentos:

– deixar o aluno na posse do material para que o desembarque seja feito com rapidez,
– não usar o celular,
– respeitar a faixa de pedestre, especialmente durante a travessia de crianças,
– chegar com antecedência e procurar um local adequado para estacionamento no caso de pais que precisam descer com a criança ou buscá-la dentro da escola.

A falta de cuidado dos pais ao embarcar e desembarcar seus filhos pode pesar no bolso. Segundo a AMC, usar o celular enquanto dirige é infração gravíssima, com muita de, aproximadamente, R$ 293. Estacionar em local proibido ou formar fila dupla pode ter custo de R$ 130 a R$ 195.

Publicidade

Dê sua opinião

FILHO SEM FILA

Escolas em Fortaleza adotam app para evitar caos no trânsito no embarque de alunos

Objetivo do aplicativo Filho sem Fila, lançado em Santo André (SP), é reduzir congestionamento em frente às escolas quando os pais vão buscar os filhos

Por Tribuna do Ceará em Mobilidade Urbana

10 de fevereiro de 2019 às 07:00

Há 2 semanas
Aplicativo Filho sem Fila ajuda a melhorar o trânsito em frente às escolas. (Foto: Divulgação)

Aplicativo Filho sem Fila ajuda a melhorar o trânsito em frente às escolas. (Foto: Divulgação)

Fila dupla de carros, congestionamento e buzinas: quem precisa buscar os filhos em escolas localizadas em áreas muito movimentadas de Fortaleza conhece esse cenário. Embarcar alunos no final da aula sem gerar um caos no trânsito é o objetivo do aplicativo Filho sem Fila, utilizado por duas escolas na Capital.

A ideia é do empresário Leo Gmeiner, de Santo André (SP), que também tinha de lidar com a rotina de buscar os filhos na escola. Com apenas um toque antes de sair de casa ou do trabalho, os pais ou responsáveis notificam a escola por meio do app.

Ao se aproximar do colégio, um aviso é enviado automaticamente para que a escola inicie a preparação do aluno para a saída, deixando-o pronto para o embarque. Dessa forma, os pais podem evitar longas pausas em frente à escola ou economizar o tempo que gastariam em busca de uma vaga de estacionamento.

A Creche Escola Mundo da Fantasia, no bairro Dunas, em Fortaleza, utiliza o aplicativo Filho sem Fila desde 2018. A auxiliar de coordenação Itala Girão monitora o painel do aplicativo e faz a ponte de comunicação entre professores e pais para que a criança esteja pronta para o embarque na hora certa.

“A gente também pode sinalizar aos pais se a criança foi ao banheiro, se está fazendo uma troca de roupa”, destaca Itala. O uso do aplicativo é oferecido como cortesia aos pais que, segundo a auxiliar, estão aderindo à novidade.

O Colégio Antares também utiliza o serviço, mas o Tribuna do Ceará não obteve resposta até a publicação desta matéria.

AMC

Com a volta às aulas, se intensificam os transtornos nas vias nas proximidades escolares. A Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) mantém fiscalizações e ações educativas frequentes com pais e alunos. O chefe do Núcleo de Operações da AMC, Wellington Cartaxo, ressalta que as principais irregularidades estão relacionadas ao estacionamento irregular, como parar o veículo em local proibido por sinalização ou formar fila dupla.

“Muitos pais, além de quererem deixar o filho, eles querem observar a criança entrar no colégio ou deixá-lo na porta, o que demanda tempo. Outra atitude comum é deixar o material escolar no bagageiro do veículo, fazendo com que o responsável tenha que descer e retirar o material”, destaca Cartaxo.

O agente lista algumas dicas para que os pais amenizem os congestionamentos:

– deixar o aluno na posse do material para que o desembarque seja feito com rapidez,
– não usar o celular,
– respeitar a faixa de pedestre, especialmente durante a travessia de crianças,
– chegar com antecedência e procurar um local adequado para estacionamento no caso de pais que precisam descer com a criança ou buscá-la dentro da escola.

A falta de cuidado dos pais ao embarcar e desembarcar seus filhos pode pesar no bolso. Segundo a AMC, usar o celular enquanto dirige é infração gravíssima, com muita de, aproximadamente, R$ 293. Estacionar em local proibido ou formar fila dupla pode ter custo de R$ 130 a R$ 195.