É ampliado o horário de funcionamento da Linha Sul do metrô de Fortaleza

MAIS CEDO

É ampliado o horário de funcionamento da Linha Sul do metrô de Fortaleza

Estações e trens começam a funcionar uma hora mais cedo

Por Ana Clara Jovino em Mobilidade Urbana

2 de Março de 2017 às 15:47

Há 9 meses

Nas duas extremidades da linha (estações Chico da Silva, no Centro, e Carlito Benevides, em Pacatuba), a partida é simultânea (FOTO: Divulgação)

Estações e trens da Linha Sul do Metrofor (Cia Cearense de Transportes Metropolitanos) começaram a funcionar uma hora mais cedo nesta quinta-feira (2). A partir de agora, as estações serão abertas às 5h20 e os trens começam a circular às 5h30.

Nas duas extremidades da linha (estações Chico da Silva, no Centro, e Carlito Benevides, em Pacatuba), a partida é simultânea.

Sendo assim, a Linha Sul aumenta uma hora em operação, passando de 12 horas e 30 minutos, para 13 horas e 30 minutos, diariamente. O intervalo de espera pelo próximo metrô continua sendo cerca de 20 minutos.

A ampliação do horário de funcionamento faz parte de um conjunto de investimentos para melhorar o funcionamento do sistema, de acordo com Eduardo Hotz, diretor-presidente da Cia Cearense de Transportes Metropolitanos.

“Como resultado de um processo de melhoria das condições operacionais, temos a expectativa para os próximos meses de novas ampliações de horário, além de todos os outros investimentos que estão acontecendo”, esclarece Eduardo.

Recursos tecnológicos, como a implantação de sistemas de telecomunicações, bilhetagem eletrônica e sinalização e controle de trens, estão sendo investidos na Linha Sul. A sinalização e controle de trens será o sistema o responsável por viabilizar o funcionamento automatizado da Linha Sul. Assim, o tempo de espera vai diminuir para aproximadamente 8 minutos, sem a redução dos níveis de segurança operacional.

Já está em pleno funcionamento o sistema de telecomunicações, que implantou câmeras, monitores, sistemas de som, rádio digital e fibra ótica interligando toda a Linha Sul. E com expectativa de começar a funcionar nas próximas semanas, o sistema de bilhetagem eletrônica está em fase final de testes. Enquanto isso, a população tem utilizado mais a Linha Sul. No ano passado, o número de passageiros aumentou 17%.

Publicidade

Dê sua opinião

MAIS CEDO

É ampliado o horário de funcionamento da Linha Sul do metrô de Fortaleza

Estações e trens começam a funcionar uma hora mais cedo

Por Ana Clara Jovino em Mobilidade Urbana

2 de Março de 2017 às 15:47

Há 9 meses

Nas duas extremidades da linha (estações Chico da Silva, no Centro, e Carlito Benevides, em Pacatuba), a partida é simultânea (FOTO: Divulgação)

Estações e trens da Linha Sul do Metrofor (Cia Cearense de Transportes Metropolitanos) começaram a funcionar uma hora mais cedo nesta quinta-feira (2). A partir de agora, as estações serão abertas às 5h20 e os trens começam a circular às 5h30.

Nas duas extremidades da linha (estações Chico da Silva, no Centro, e Carlito Benevides, em Pacatuba), a partida é simultânea.

Sendo assim, a Linha Sul aumenta uma hora em operação, passando de 12 horas e 30 minutos, para 13 horas e 30 minutos, diariamente. O intervalo de espera pelo próximo metrô continua sendo cerca de 20 minutos.

A ampliação do horário de funcionamento faz parte de um conjunto de investimentos para melhorar o funcionamento do sistema, de acordo com Eduardo Hotz, diretor-presidente da Cia Cearense de Transportes Metropolitanos.

“Como resultado de um processo de melhoria das condições operacionais, temos a expectativa para os próximos meses de novas ampliações de horário, além de todos os outros investimentos que estão acontecendo”, esclarece Eduardo.

Recursos tecnológicos, como a implantação de sistemas de telecomunicações, bilhetagem eletrônica e sinalização e controle de trens, estão sendo investidos na Linha Sul. A sinalização e controle de trens será o sistema o responsável por viabilizar o funcionamento automatizado da Linha Sul. Assim, o tempo de espera vai diminuir para aproximadamente 8 minutos, sem a redução dos níveis de segurança operacional.

Já está em pleno funcionamento o sistema de telecomunicações, que implantou câmeras, monitores, sistemas de som, rádio digital e fibra ótica interligando toda a Linha Sul. E com expectativa de começar a funcionar nas próximas semanas, o sistema de bilhetagem eletrônica está em fase final de testes. Enquanto isso, a população tem utilizado mais a Linha Sul. No ano passado, o número de passageiros aumentou 17%.