99 POP envia alertas a motoristas sobre áreas de risco em Fortaleza

24 HORAS

99 POP envia alertas a motoristas sobre áreas de risco em Fortaleza

O mapeamento das áreas de risco é feito por inteligência artificial. As informações são avaliadas por uma equipe composta por ex-militares, engenheiros de dados e psicólogos

Por Gabriel Borges em Mobilidade Urbana

17 de Janeiro de 2018 às 07:00

Há 6 meses

Aplicativo chegou a Fortaleza em 2017 (FOTO: Reprodução Tribuna do Ceará)

A preocupação com motoristas e passageiros fez o aplicativo 99 POP oferecer um serviço diferenciado. Os condutores recebem um alerta sempre que a corrida possui início ou término nas zonas mais perigosas de Fortaleza.

O mapeamento das áreas de risco é feito por inteligência artificial que usa estatísticas internas e externas para fundamentar suas análises. As informações levantadas são avaliadas por uma equipe de segurança, que foi montada pelo aplicativo.

Mais de 30 pessoas fazem parte da equipe, o grupo conta com ex-militares, engenheiros de dados e psicólogos. São eles que decidem o envio de alertas aos motoristas sobre as zonas de maior perigo.

O trabalho é contínuo, sete dias na semana durante 24 horas. Segundo informou a assessoria do aplicativo, parte dos dados utilizados são da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) para ajudar a melhorar seus sistemas de segurança.

“Com certeza eu me sinto mais seguro. Eu já tinha trabalhado para um outro aplicativo, mas pela segurança eu só estou usando o 99 POP”, conta o motorista André Braga.

O condutor revela que sempre tenta entrar em contato com o cliente quando recebe o alerta. “Quando eu recebo a informação de uma nova corrida e o aplicativo informa com um tarja que a zona é de risco, eu mando uma mensagem ou ligo para o passageiro para saber mais sobre o local”.

André conta que em determinadas regiões segue os procedimentos de baixar os vidros e ligar as luzes internas dos carros. A 99 oferece o alerta de áreas de risco desde maio de 2016. Ele funciona nas mais de 400 cidades onde a empresa atua.

O aplicativo também possui programas para lidar com as consequências das ocorrências de segurança, como o canal de atendimento emergencial no número 0800-888-8999 e o seguro pessoal no valor de R$ 100 mil.

Insegurança para os motorista

O Tribuna do Ceará já havia mostrado que motoristas de Uber estavam buscando medidas que deixassem as corridas mais seguras. Os condutores passaram a adotar placas de identificação para conseguir acessar áreas consideradas de risco em Fortaleza. O uso foi iniciado após ameaças de facções a motoristas, que muitas vezes – segundo relatam – são impossibilitados de entrar em certas áreas dominadas por facções criminosas.

Publicidade

Dê sua opinião

24 HORAS

99 POP envia alertas a motoristas sobre áreas de risco em Fortaleza

O mapeamento das áreas de risco é feito por inteligência artificial. As informações são avaliadas por uma equipe composta por ex-militares, engenheiros de dados e psicólogos

Por Gabriel Borges em Mobilidade Urbana

17 de Janeiro de 2018 às 07:00

Há 6 meses

Aplicativo chegou a Fortaleza em 2017 (FOTO: Reprodução Tribuna do Ceará)

A preocupação com motoristas e passageiros fez o aplicativo 99 POP oferecer um serviço diferenciado. Os condutores recebem um alerta sempre que a corrida possui início ou término nas zonas mais perigosas de Fortaleza.

O mapeamento das áreas de risco é feito por inteligência artificial que usa estatísticas internas e externas para fundamentar suas análises. As informações levantadas são avaliadas por uma equipe de segurança, que foi montada pelo aplicativo.

Mais de 30 pessoas fazem parte da equipe, o grupo conta com ex-militares, engenheiros de dados e psicólogos. São eles que decidem o envio de alertas aos motoristas sobre as zonas de maior perigo.

O trabalho é contínuo, sete dias na semana durante 24 horas. Segundo informou a assessoria do aplicativo, parte dos dados utilizados são da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) para ajudar a melhorar seus sistemas de segurança.

“Com certeza eu me sinto mais seguro. Eu já tinha trabalhado para um outro aplicativo, mas pela segurança eu só estou usando o 99 POP”, conta o motorista André Braga.

O condutor revela que sempre tenta entrar em contato com o cliente quando recebe o alerta. “Quando eu recebo a informação de uma nova corrida e o aplicativo informa com um tarja que a zona é de risco, eu mando uma mensagem ou ligo para o passageiro para saber mais sobre o local”.

André conta que em determinadas regiões segue os procedimentos de baixar os vidros e ligar as luzes internas dos carros. A 99 oferece o alerta de áreas de risco desde maio de 2016. Ele funciona nas mais de 400 cidades onde a empresa atua.

O aplicativo também possui programas para lidar com as consequências das ocorrências de segurança, como o canal de atendimento emergencial no número 0800-888-8999 e o seguro pessoal no valor de R$ 100 mil.

Insegurança para os motorista

O Tribuna do Ceará já havia mostrado que motoristas de Uber estavam buscando medidas que deixassem as corridas mais seguras. Os condutores passaram a adotar placas de identificação para conseguir acessar áreas consideradas de risco em Fortaleza. O uso foi iniciado após ameaças de facções a motoristas, que muitas vezes – segundo relatam – são impossibilitados de entrar em certas áreas dominadas por facções criminosas.