Ainda não há previsão para enterro de modelo cearense


Corpo da modelo cearense Camila Bezerra é liberado do IML

O major do Corpo de Bombeiros Cláudio Barreto informou que “os parentes não acreditam na suspeita de suicídio levantada pela polícia chinesa”

Por Rodrigo Cavalcante em Fortaleza

15 de fevereiro de 2013 às 10:56

Há 6 anos
O corpo da modelo cearense morta na China passa por nova autópsia na manhã desta sexta-feira (15), na Perícia Forense do Ceará, em Fortaleza.

O corpo da modelo chegou 45 dias depois da morte (Foto: Divulgação)

O corpo da modelo cearense morta na China passou por nova necrópsia na manhã desta sexta-feira (15), na Perícia Forense do Ceará, em Fortaleza. O exame foi solicitado pela família de Camila Bezerra e o corpo foi liberado por volta do meio dia.

Segundo o perito geral da Pefoce, Maximiano Leite Barbosa, o laudo ficará pronto apenas daqui 10 dias. De acordo com o porta-voz da família, major do Corpo de Bombeiros Cláudio Barreto, “os parentes não acreditam na suspeita de suicídio levantada pela polícia chinesa”.

Corpo chega a Fortaleza

Depois de 45 dias de espera, o corpo da modelo chegou na noite desta quinta-feira (14) a Fortaleza e logo foi encaminhado para a sede do Instituto Médico Legal. O translado no valor de R$ 55 mil foi pago pelo Governo do Estado do Ceará.

O corpo de Camila chegou em um voo operado por uma companhia aérea portuguesa, por volta das 21h. A mãe Goreth Bezerra, familiares e amigos aguardavam do lado de fora do Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional de Fortaleza.

Dificuldades em trazer o corpo

Camila Bezerra, de 22 anos, estava na China há 4 meses, onde trabalhava como modelo. O caso ganhou repercussão quando a mãe da jovem pediu ajuda no Facebook para trazer o corpo da filha de volta ao Estado.

Na época, a família da jovem admitiu dificuldades para trazer o corpo devido a problemas com a burocracia e o alto custo que envolve o transporte. O governo divulgou nota em seu portal, anunciando que iria custear as despesas.

A jovem foi encontrada morta após cair da janela do banheiro do apartamento onde morava, na cidade de Guangzhou. Uma amiga e vizinha da modelo Brysa Kelly postou em seu perfil do Facebook que a jovem estava muito triste em consequência de uma briga com o namorado. Ela esclareceu que, por volta das 9h (horário chinês), duas colegas de quarto acordaram e perceberam que a modelo não estava na cama. Uma delas foi ao banheiro, quando olhou para fora da janela e viu o corpo da Camila no chão.

Publicidade

Dê sua opinião

Corpo da modelo cearense Camila Bezerra é liberado do IML

O major do Corpo de Bombeiros Cláudio Barreto informou que “os parentes não acreditam na suspeita de suicídio levantada pela polícia chinesa”

Por Rodrigo Cavalcante em Fortaleza

15 de fevereiro de 2013 às 10:56

Há 6 anos
O corpo da modelo cearense morta na China passa por nova autópsia na manhã desta sexta-feira (15), na Perícia Forense do Ceará, em Fortaleza.

O corpo da modelo chegou 45 dias depois da morte (Foto: Divulgação)

O corpo da modelo cearense morta na China passou por nova necrópsia na manhã desta sexta-feira (15), na Perícia Forense do Ceará, em Fortaleza. O exame foi solicitado pela família de Camila Bezerra e o corpo foi liberado por volta do meio dia.

Segundo o perito geral da Pefoce, Maximiano Leite Barbosa, o laudo ficará pronto apenas daqui 10 dias. De acordo com o porta-voz da família, major do Corpo de Bombeiros Cláudio Barreto, “os parentes não acreditam na suspeita de suicídio levantada pela polícia chinesa”.

Corpo chega a Fortaleza

Depois de 45 dias de espera, o corpo da modelo chegou na noite desta quinta-feira (14) a Fortaleza e logo foi encaminhado para a sede do Instituto Médico Legal. O translado no valor de R$ 55 mil foi pago pelo Governo do Estado do Ceará.

O corpo de Camila chegou em um voo operado por uma companhia aérea portuguesa, por volta das 21h. A mãe Goreth Bezerra, familiares e amigos aguardavam do lado de fora do Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional de Fortaleza.

Dificuldades em trazer o corpo

Camila Bezerra, de 22 anos, estava na China há 4 meses, onde trabalhava como modelo. O caso ganhou repercussão quando a mãe da jovem pediu ajuda no Facebook para trazer o corpo da filha de volta ao Estado.

Na época, a família da jovem admitiu dificuldades para trazer o corpo devido a problemas com a burocracia e o alto custo que envolve o transporte. O governo divulgou nota em seu portal, anunciando que iria custear as despesas.

A jovem foi encontrada morta após cair da janela do banheiro do apartamento onde morava, na cidade de Guangzhou. Uma amiga e vizinha da modelo Brysa Kelly postou em seu perfil do Facebook que a jovem estava muito triste em consequência de uma briga com o namorado. Ela esclareceu que, por volta das 9h (horário chinês), duas colegas de quarto acordaram e perceberam que a modelo não estava na cama. Uma delas foi ao banheiro, quando olhou para fora da janela e viu o corpo da Camila no chão.