Tasso Jereissati diz que General Theóphilo é "homem de coragem" contra "Governo frouxo"

CONVENÇÃO DO PSDB

Tasso Jereissati diz que General Theóphilo é “homem de coragem” contra “Governo frouxo”

A candidatura de General Theóphilo foi oficializada neste domingo pelo PSDB; Tasso fez críticas à crise na segurança pública do Ceará

Por Jéssica Welma em Eleições 2018

29 de julho de 2018 às 15:56

Há 3 semanas
Tasso aposta em General Theóphilo como candidato da oposição. (Foto: Reprodução/TV Jangadeiro)

Tasso aposta em General Theóphilo como candidato da oposição. (Foto: Reprodução/TV Jangadeiro)

O senador Tasso Jereissati (PSDB), durante homologação da candidatura de General Theóphilo ao Governo do Estado, disse que o partido escolheu um “homem de coragem” para enfrentar um “Governo frouxo”, em referência à gestão do governador Camilo Santana (PT). A chapa PSDB-Pros foi oficializada neste domingo (29) com as candidaturas de Eduardo Girão (Pros) e Mayra Pinheiro (PSDB) ao Senado e pendência sobre definição de vice.

Durante seu discurso, Tasso ressaltou a crise na segurança pública e a série de ataques de facções criminosas no Ceará. “Vemos o Estado dominado pelas facções criminosas. Elas dominaram e são mais fortes que o Governo do Ceará porque o Governo do Ceará é frouxo”, afirmou.

Em uma campanha cuja temática da segurança pública deve ser destaque, Tasso ressaltou a experiência de Theóphilo de 45 anos no Exército, a atuação na Amazônia, o planejamento da intervenção de segurança no Rio de Janeiro, além de missões de paz no exterior, para referendar a capacidade de seu candidato em assumir a gestão do Estado.

“Conhece a segurança e tem uma coisa fundamental: tem coragem, tem muito peito e não tem medo de cara feia”, pontuou.

Candidato ao Executivo

Recém-chegado à vida política, General Theóphilo participa de sua primeira disputa eleitoral e aposta na segurança pública como prioridade de governo e na meritocracia para disposição de cargos públicos.

“Sem segurança, você não traz turismo, não traz investimento, não consegue gerar emprego”, pontuou. Ele disse ainda que, se eleito, sua gestão não terá “negociata, balcão de negócios”.

Um dos nomes fortes da campanha do general será o do candidato à deputado federal Capitão Wagner (Pros), ligado à temática da segurança desde o início de sua vida pública.

Na chapa, também estão a ex-presidente do Sindicato dos Médicos Mayra Pinheiro, a quem Tasso disse ter a “tradição de Bárbara de Alencar”, em referência à ativista política considerada heroína na Revolução Pernambuca e na Confederação do Equador no século XIX; e o empresário Eduardo Girão.

“Não posso ser uma líder somente do seguimento médico. Eu me preparei para estar no Senado, ao lado do maior líder do Ceará. É meu modelo de representação política e eu tenho que fazer a diferença lá”, disse Mayra em seu discurso.

O partido deve definir nos próximos dias o candidato a vice na chapa. Já foram cotados os nomes do ex-presidente estadual Luiz Pontes, que desistiu da disputa; e do ex-governador Lúcio Alcântara.

Geraldo Alckmin mandou mensagem de apoio aos candidatos da chapa PSDB-Pros. (Foto: Reprodução/TV Jangadeiro)

Geraldo Alckmin mandou mensagem de apoio aos candidatos da chapa PSDB-Pros. (Foto: Reprodução/TV Jangadeiro)

O atual presidente estadual do partido, Francini Guedes, destacou hoje que o nome do médico Dr. Cabeto foi cotado para ser vice, mas houve um entrave no prazo de desvinculação de cargo.

PSDB Nacional

Durante o evento, foi veiculada mensagem de apoio do pré-candidato à presidência da República Geraldo Alckmin. Questionado sobre o vice na chapa de Alckmin, Tasso disse que será uma decisão coletiva até o dia 5 de agosto.

Em relação às investigações contra o senador Aécio Neves (PSDB), o ex-governador do Ceará disse que “se (Aécio) estiver envolvido em alguma coisa e a Justiça decidir julgá-lo e puni-lo, que puna. Merece”.

Publicidade

Dê sua opinião

CONVENÇÃO DO PSDB

Tasso Jereissati diz que General Theóphilo é “homem de coragem” contra “Governo frouxo”

A candidatura de General Theóphilo foi oficializada neste domingo pelo PSDB; Tasso fez críticas à crise na segurança pública do Ceará

Por Jéssica Welma em Eleições 2018

29 de julho de 2018 às 15:56

Há 3 semanas
Tasso aposta em General Theóphilo como candidato da oposição. (Foto: Reprodução/TV Jangadeiro)

Tasso aposta em General Theóphilo como candidato da oposição. (Foto: Reprodução/TV Jangadeiro)

O senador Tasso Jereissati (PSDB), durante homologação da candidatura de General Theóphilo ao Governo do Estado, disse que o partido escolheu um “homem de coragem” para enfrentar um “Governo frouxo”, em referência à gestão do governador Camilo Santana (PT). A chapa PSDB-Pros foi oficializada neste domingo (29) com as candidaturas de Eduardo Girão (Pros) e Mayra Pinheiro (PSDB) ao Senado e pendência sobre definição de vice.

Durante seu discurso, Tasso ressaltou a crise na segurança pública e a série de ataques de facções criminosas no Ceará. “Vemos o Estado dominado pelas facções criminosas. Elas dominaram e são mais fortes que o Governo do Ceará porque o Governo do Ceará é frouxo”, afirmou.

Em uma campanha cuja temática da segurança pública deve ser destaque, Tasso ressaltou a experiência de Theóphilo de 45 anos no Exército, a atuação na Amazônia, o planejamento da intervenção de segurança no Rio de Janeiro, além de missões de paz no exterior, para referendar a capacidade de seu candidato em assumir a gestão do Estado.

“Conhece a segurança e tem uma coisa fundamental: tem coragem, tem muito peito e não tem medo de cara feia”, pontuou.

Candidato ao Executivo

Recém-chegado à vida política, General Theóphilo participa de sua primeira disputa eleitoral e aposta na segurança pública como prioridade de governo e na meritocracia para disposição de cargos públicos.

“Sem segurança, você não traz turismo, não traz investimento, não consegue gerar emprego”, pontuou. Ele disse ainda que, se eleito, sua gestão não terá “negociata, balcão de negócios”.

Um dos nomes fortes da campanha do general será o do candidato à deputado federal Capitão Wagner (Pros), ligado à temática da segurança desde o início de sua vida pública.

Na chapa, também estão a ex-presidente do Sindicato dos Médicos Mayra Pinheiro, a quem Tasso disse ter a “tradição de Bárbara de Alencar”, em referência à ativista política considerada heroína na Revolução Pernambuca e na Confederação do Equador no século XIX; e o empresário Eduardo Girão.

“Não posso ser uma líder somente do seguimento médico. Eu me preparei para estar no Senado, ao lado do maior líder do Ceará. É meu modelo de representação política e eu tenho que fazer a diferença lá”, disse Mayra em seu discurso.

O partido deve definir nos próximos dias o candidato a vice na chapa. Já foram cotados os nomes do ex-presidente estadual Luiz Pontes, que desistiu da disputa; e do ex-governador Lúcio Alcântara.

Geraldo Alckmin mandou mensagem de apoio aos candidatos da chapa PSDB-Pros. (Foto: Reprodução/TV Jangadeiro)

Geraldo Alckmin mandou mensagem de apoio aos candidatos da chapa PSDB-Pros. (Foto: Reprodução/TV Jangadeiro)

O atual presidente estadual do partido, Francini Guedes, destacou hoje que o nome do médico Dr. Cabeto foi cotado para ser vice, mas houve um entrave no prazo de desvinculação de cargo.

PSDB Nacional

Durante o evento, foi veiculada mensagem de apoio do pré-candidato à presidência da República Geraldo Alckmin. Questionado sobre o vice na chapa de Alckmin, Tasso disse que será uma decisão coletiva até o dia 5 de agosto.

Em relação às investigações contra o senador Aécio Neves (PSDB), o ex-governador do Ceará disse que “se (Aécio) estiver envolvido em alguma coisa e a Justiça decidir julgá-lo e puni-lo, que puna. Merece”.