Sem Lula, Ciro e Haddad disputarão voto a voto no Nordeste

DE OLHO EM 2° TURNO

Sem Lula, Ciro e Haddad disputarão voto a voto no Nordeste

Ceará é um dos estados estratégicos na disputa pelos votos no Nordeste e tem governador divido entre Ciro Gomes e Fernando Haddad

Por Tribuna do Ceará em Eleições 2018

11 de setembro de 2018 às 16:20

Há 1 semana
Ciro e Haddad devem disputar eleitorado de esquerda. (Foto: Reprodução)

Ciro e Haddad devem disputar eleitorado de esquerda. (Foto: Reprodução)

O PT começou nesta terça-feira (11) sua campanha oficial em prol de Fernando Haddad à presidência da República, com aval do ex-presidente Lula (PT). Agora, haverá uma batalha pelos votos de Lula. Segundo o Datafolha, Haddad e Ciro Gomes (PDT) vão disputar voto a voto os eleitores do ex-presidente, principalmente no Nordeste.

A pesquisa Datafolha* divulgada na segunda-feira (10) mostra Ciro na liderança da intenção de votos na região, com 20%. O pedetista cresceu 6 pontos no Nordeste. Marina Silva (Rede), que liderava na disputa, caiu de 19% para 11%, desde a pesquisa de 22 de agosto. Jair Bolsonaro (PSL) que estava empatado tecnicamente com Ciro em 14% estagnou na posição e manteve o percentual.

Em contrapartida, Haddad disparou na região. Ele passou de 5% para 13% das intenções de voto, um crescimento de 8%. Geraldo Alckmin (PSDB) cresceu apenas 2%, dentro da margem de erro.

Essa é a primeira pesquisa de intenção de voto para presidente da República desde que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou a candidatura de Lula (PT) e desde o ataque a Jair Bolsonaro.

Confira os números no Nordeste:

Ciro Gomes (PDT): 20% (tinha 14% em 22/08)
Jair Bolsonaro (PSL): 14% (tinha 14% em 22/08)
Fernando Haddad (PT): 13% (tinha 5% em 22/08)
Marina Silva (Rede): 11% (tinha 19% em 22/08)
Geraldo Alckmin (PSDB): 7% (tinha 5% em 22/08)

Horário eleitoral

Nesta terça-feira (11), a propaganda do PT no Horário Eleitoral Gratuito já apresentou Haddad sem referência a vice. A oficialização está marcada para ato na tarde de hoje, em frente à sede da Polícia Federal, em Curitiba, onde Lula está preso.

A Folha de S. Paulo afirma que Ciro iniciará campanha para desconstruir candidatura de Haddad. A ideia principal seria se mostrar como um nome mais preparado e com maior capacidade de derrotar Bolsonaro, em primeiro lugar nas pesquisas.

O Datafolha mostrou também que Haddad é o único dos principais candidatos que fica empatado na margem de erro com Bolsonaro em eventual segundo turno.

Em entrevista ao site The Intercept, Ciro já ensaiou ataques ao petista. “Como é que alguém acha que um camarada desse, com quinze dias da eleição, vai virar presidente?”, disse o ex-ministro.

Ceará

A disputa entre PT e PDT deve ganhar desdobramentos também no Ceará, onde o governador Camilo Santana (PT), candidato à reeleição e aliado local do PDT, tem se dividido na agenda de campanha dos dois partidos.

No último final de semana, Camilo acompanhou Ciro em agendas de campanha em Sobral e em Juazeiro do Norte, importantes colégios eleitorais. Sobral é berço político de Ciro e Cid Gomes; já Juazeiro do Norte, na Região do Cariri, é reduto eleitoral de Camilo.

Em 31 de agosto, quando cumpriu agenda em Fortaleza, Haddad minimizou apoio de Camilo a Ciro. “A minha convicção é que, registrada a candidatura do Lula, não restará dúvida sobre o que o Camilo fará. O Camilo é do PT e tem compromisso com o partido”, disse o petista. Com Lula fora da disputa, a pressão do Diretório Nacional do PT deve aumentar sobre o governador.

*O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de 2 pontos, para mais ou para menos. A pesquisa foi feita no dia 10 de setembro, contratada pela TV Globo e Folha de S. Paulo, e está registrada no TSE (BR 02376/2018).

Publicidade

Dê sua opinião

DE OLHO EM 2° TURNO

Sem Lula, Ciro e Haddad disputarão voto a voto no Nordeste

Ceará é um dos estados estratégicos na disputa pelos votos no Nordeste e tem governador divido entre Ciro Gomes e Fernando Haddad

Por Tribuna do Ceará em Eleições 2018

11 de setembro de 2018 às 16:20

Há 1 semana
Ciro e Haddad devem disputar eleitorado de esquerda. (Foto: Reprodução)

Ciro e Haddad devem disputar eleitorado de esquerda. (Foto: Reprodução)

O PT começou nesta terça-feira (11) sua campanha oficial em prol de Fernando Haddad à presidência da República, com aval do ex-presidente Lula (PT). Agora, haverá uma batalha pelos votos de Lula. Segundo o Datafolha, Haddad e Ciro Gomes (PDT) vão disputar voto a voto os eleitores do ex-presidente, principalmente no Nordeste.

A pesquisa Datafolha* divulgada na segunda-feira (10) mostra Ciro na liderança da intenção de votos na região, com 20%. O pedetista cresceu 6 pontos no Nordeste. Marina Silva (Rede), que liderava na disputa, caiu de 19% para 11%, desde a pesquisa de 22 de agosto. Jair Bolsonaro (PSL) que estava empatado tecnicamente com Ciro em 14% estagnou na posição e manteve o percentual.

Em contrapartida, Haddad disparou na região. Ele passou de 5% para 13% das intenções de voto, um crescimento de 8%. Geraldo Alckmin (PSDB) cresceu apenas 2%, dentro da margem de erro.

Essa é a primeira pesquisa de intenção de voto para presidente da República desde que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou a candidatura de Lula (PT) e desde o ataque a Jair Bolsonaro.

Confira os números no Nordeste:

Ciro Gomes (PDT): 20% (tinha 14% em 22/08)
Jair Bolsonaro (PSL): 14% (tinha 14% em 22/08)
Fernando Haddad (PT): 13% (tinha 5% em 22/08)
Marina Silva (Rede): 11% (tinha 19% em 22/08)
Geraldo Alckmin (PSDB): 7% (tinha 5% em 22/08)

Horário eleitoral

Nesta terça-feira (11), a propaganda do PT no Horário Eleitoral Gratuito já apresentou Haddad sem referência a vice. A oficialização está marcada para ato na tarde de hoje, em frente à sede da Polícia Federal, em Curitiba, onde Lula está preso.

A Folha de S. Paulo afirma que Ciro iniciará campanha para desconstruir candidatura de Haddad. A ideia principal seria se mostrar como um nome mais preparado e com maior capacidade de derrotar Bolsonaro, em primeiro lugar nas pesquisas.

O Datafolha mostrou também que Haddad é o único dos principais candidatos que fica empatado na margem de erro com Bolsonaro em eventual segundo turno.

Em entrevista ao site The Intercept, Ciro já ensaiou ataques ao petista. “Como é que alguém acha que um camarada desse, com quinze dias da eleição, vai virar presidente?”, disse o ex-ministro.

Ceará

A disputa entre PT e PDT deve ganhar desdobramentos também no Ceará, onde o governador Camilo Santana (PT), candidato à reeleição e aliado local do PDT, tem se dividido na agenda de campanha dos dois partidos.

No último final de semana, Camilo acompanhou Ciro em agendas de campanha em Sobral e em Juazeiro do Norte, importantes colégios eleitorais. Sobral é berço político de Ciro e Cid Gomes; já Juazeiro do Norte, na Região do Cariri, é reduto eleitoral de Camilo.

Em 31 de agosto, quando cumpriu agenda em Fortaleza, Haddad minimizou apoio de Camilo a Ciro. “A minha convicção é que, registrada a candidatura do Lula, não restará dúvida sobre o que o Camilo fará. O Camilo é do PT e tem compromisso com o partido”, disse o petista. Com Lula fora da disputa, a pressão do Diretório Nacional do PT deve aumentar sobre o governador.

*O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de 2 pontos, para mais ou para menos. A pesquisa foi feita no dia 10 de setembro, contratada pela TV Globo e Folha de S. Paulo, e está registrada no TSE (BR 02376/2018).