Mais da metade dos candidatos às eleições no Ceará não fez faculdade

BAIXA ESCOLARIDADE

Mais da metade dos candidatos às eleições no Ceará não fez faculdade

A disputa pelo cargo de debutado federal é a que reúne o maior número de concorrentes com baixa escolaridade

Por Tribuna do Ceará em Eleições 2018

7 de outubro de 2018 às 07:00

Há 2 meses
Eleições acontecem neste domingo (FOTO: Divulgação)

Eleições acontecem neste domingo (FOTO: Divulgação)

Educação é um dos temas mais debatidos entre os políticos durante o período eleitoral. Entretanto, no Ceará, menos da metade dos candidatos concluiu o ensino superior. Apenas 47,5% deles possuem um diploma universitário.

Em âmbito nacional, dos mais de 27 mil políticos brasileiros na disputa por um cargo público nessas eleições, só 13 mil (49,6%) possuem uma formação universitária.

A disputa pelo cargo de deputado federal é a que reúne o maior número de concorrentes com baixa escolaridade. Apenas 10,8%, dos mais de 17 mil candidatos possuem o ensino fundamental completo, 3% não completaram o ensino médio e 31,8% têm nível médio completo. Candidatos com ensino superior completo somam 45,3%.

Os dados estão disponíveis no Repositório de Dados Eleitorais do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Publicidade

Dê sua opinião

BAIXA ESCOLARIDADE

Mais da metade dos candidatos às eleições no Ceará não fez faculdade

A disputa pelo cargo de debutado federal é a que reúne o maior número de concorrentes com baixa escolaridade

Por Tribuna do Ceará em Eleições 2018

7 de outubro de 2018 às 07:00

Há 2 meses
Eleições acontecem neste domingo (FOTO: Divulgação)

Eleições acontecem neste domingo (FOTO: Divulgação)

Educação é um dos temas mais debatidos entre os políticos durante o período eleitoral. Entretanto, no Ceará, menos da metade dos candidatos concluiu o ensino superior. Apenas 47,5% deles possuem um diploma universitário.

Em âmbito nacional, dos mais de 27 mil políticos brasileiros na disputa por um cargo público nessas eleições, só 13 mil (49,6%) possuem uma formação universitária.

A disputa pelo cargo de deputado federal é a que reúne o maior número de concorrentes com baixa escolaridade. Apenas 10,8%, dos mais de 17 mil candidatos possuem o ensino fundamental completo, 3% não completaram o ensino médio e 31,8% têm nível médio completo. Candidatos com ensino superior completo somam 45,3%.

Os dados estão disponíveis no Repositório de Dados Eleitorais do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).