Assembleia deve ter 38 dos 46 deputados como aliados do governador Camilo Santana

QUASE SEM OPOSIÇÃO

Assembleia deve ter 38 dos 46 deputados como aliados do governador Camilo Santana

São 14 deputados somente do PDT, o partido dos Ferreira Gomes. Além disso, a representação feminina no parlamento caiu ainda mais

Por Tribuna do Ceará em Eleições 2018

9 de outubro de 2018 às 14:42

Há 2 meses
Governador Camilo Santana manterá maioria de aliados. (Foto: Maximo Moura/AL-CE)

Governador Camilo Santana manterá maioria de aliados. (Foto: Maximo Moura/AL-CE)

Com o resultado das eleições de 2018, a Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE) recebe novos deputados e se prepara para quatro anos com possíveis mudanças nas articulações tantos de opositores como de aliados.

O Tribuna do Ceará reuniu as principais informações sobre a composição do Poder Legislativo no Estado para o quadriênio 2019-2022.

Novos deputados

A renovação na AL-CE chegou a 37% em 2018, com a mudança de 17 dos 46 eleitos. O índice é menor que no pleito de 2014, quando mais da metade dos 46 deputados foi renovada, 24 dos 46.

Eleitos
André Fernandes – PSL
Queiroz Filho – PDT
Fernando Santana – PT
Salmito – PDT
Romeu Aldigueri – PDT
Érika Amorim – PSD
Guilherme Landim – PDT
Marcos Sobreira – PDT
Vitor Valim – PROS
Patrícia Aguiar – PSD
Nezinho Farias – PDT
Nelinho – PSDB
Apóstolo Luiz Henrique – Patri
Acrisio Sena – PT
Delegado Cavalcante – PSL
Nizo – Patri
Soldado Noélio – Pros

Reeleitos
Sérgio Aguiar – PDT
Moises Braz – PT
Evandro Leitão – PDT
Dr. Bruno Gonçalves – Patri
Danniel Oliveira – MDB
Zezinho Albuquerque – PDT
Renato Roseno – Psol
Dr. Sarto – PDT
Elmano Freitas – PT
Augusta Brito – PCdoB
Aderlania Noronha – SD
Leonardo Araújo – MDB
Agenor Neto – MDB
Dra. Silvana – PR
Fernanda Pessoa – PSDB
João Jaime – DEM
Heitor Ferrer – SD
Osmar Baquit – PDT
Tin Gomes – PDT
Jeová Mota – PDT
Antonio Granja – PDT
Fernando Hugo – PP
Audic Mota – PSB
Bruno Pedrosa – PP
Leonardo Pinheiro – PP
David Durand – PRB
Dr. Carlos Felipe – PCdoB
Walter Cavalcante – MDB
Julinho – PPS

O deputado mais votado em 2018 foi o youtuber André Fernandes, com 109.742 votos. Ele é o parlamentar estadual mais jovem eleito no Brasil, com 20 anos de idade. Em segundo lugar, vem Queiroz Filho (PDT), ex-chefe de gabinete do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), com 103.943 votos.

Mulheres

Apesar de 51% do eleitorado no Ceará ser de mulheres, caiu a representatividade feminina na Assembleia. 87% dos deputados são homens. Das sete mulheres deputadas até este ano, a próxima legislatura terá apenas seis: Augusta Brito (PCdoB), Aderlania Noronha (SD), Dra. Silvana (PR), Fernanda Pessoa (PSDB), Érika Amorim (PSD) e Patrícia Aguiar (PSD).

Bancada

O PDT manteve-se como o partido com maior bancada, 14 dos 46 deputados. O partido é o principal reduto do grupo político do governador Camilo Santana (PT) e dos irmãos Cid e Ciro Gomes (PDT). Dois partidos perderam representatividade para o próximo mandato: PSDC e PRP.

PDT lidera com folga o total de deputados.

Base e oposição

A bancada governista continua com maioria esmagadora na Casa, principalmente em uma eleição na qual o governador foi reeleito com uma base aliada de 24 partidos.

Para a próxima legislatura, venceram aliados importantes do grupo político do Governo, como o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho, o aliado do prefeito, Queiroz Filho; e o concunhado de Camilo Santana, Fernando Santana (PT).

O vice-presidente da AL-CE, Tin Gomes acredita que haverá pouca mudança nas relações da Casa. “Em termos de relacionamento com o governo, a bancada se manteve e o governador é o mesmo. Acredito que não vá diferenciar muita coisa. A oposição mudou de pessoas, mas o tamanho ficou parecido”, pontuou.

Dos 46 deputados, oito devem integrar a oposição: André Fernandes (PSL), Renato Roseno (Psol), Fernanda Pessoa (PSDB), Heitor Férrer (SD), Nelinho (PSDB), Delegado Cavalcante (PSL), Soldado Noélio (Pros) e Vitor Valim (Pros).

Dos antigos opositores, não se reelegeram Carlos Matos (PSDB) e Ely Aguiar (PSDC). Capitão Wagner (Pros) foi eleito deputado federal e Roberto Mesquita (Pros) desistiu de disputar.

Na oposição desde o Governo Cid Gomes (PDT), Heitor Férrer lamenta o número pequeno de opositores. “A expectativa de uma oposição forte é dificil porque temos um número diminuto. Temos que compensar o número diminuto na qualidade do trabalho, fazermos oposição responsáve, competente, sem criação de factóides para não nos descredenciarmos”, destacou.

Presidência da Casa

Em 2019, será escolhida a nova Mesa Diretora da Casa. O deputado Zezinho Albuquerque (PDT) foi o presidente do Legislativo nos último quatro anos, tendo sido reeleito em 2017. O regimento interno permite que ele dispute o cargo novamente.

Tin Gomes evitou tratar da sucessão, por considerar “muito cedo”, já que as eleições acontecem em fevereiro. Para ele, há diversos nomes que podem ser apresentados, mas não delimitou quais.

Acompanhe a cobertura das eleições:

Bolsonaro não venceu em nenhum município do Ceará; Ciro e Haddad empataram em 92 a 92

“Assembleia é omissa na Segurança”, critica youtuber de direita campeão de votos no Ceará

Cearenses organizam evento “No Barzinho com o Ciro”, em referência a entrevista pós-derrota

Camilo atingiu mais de 90% dos votos em 110 dos 184 municípios cearenses

Saiba quem são os suplentes que podem assumir vaga por deputados federais eleitos

Tiririca é reeleito deputado federal em São Paulo com 453 mil votos

Filiado ao Pros, que apoia Haddad, Eduardo Girão vai de Bolsonaro, “com ressalvas”

Eunício Oliveira anuncia fim da carreira política após ser derrotado nas urnas

Motorista discute com eleitores de Bolsonaro e é detido na Praça Portugal

Ciro sinaliza apoio a Haddad, mas já julgou petista de “inexperiente e sem liderança”

Youtuber campeão de votos no Ceará conseguiu fama ao chamar Camilo de “frouxo”

Camilo defende aliança contra Bolsonaro e evita comentar derrota de Eunício para o Senado

Número de eleitores indígenas e quilombolas aumenta 18% neste ano no Ceará

Eleições vão contar com aplicativo que exibirá a apuração de votos no celular

Mais da metade dos candidatos às eleições no Ceará não fez faculdade

Em Fortaleza, grupo percorre colégios eleitorais incentivando pessoas a não votarem

Camilo Santana é reeleito governador do Ceará em 1° turno

Quer saber como votaram os eleitores na sua seção? Aplicativo do TRE entrega relatório

Seção eleitoral ornamenta sala em tons de rosa em alusão a campanha contra câncer de mama

Veja a lista dos 23 deputados federais eleitos no Ceará em 2018

Confira os nomes dos 46 deputados estaduais eleitos no Ceará

Cid Gomes e Eduardo Girão eleitos para o Senado; Eunício derrotado por novo candidato

Bolsonaro e Haddad vão para o 2° turno; Ciro vence no Ceará, mas fica em 3º no geral

Publicidade

Dê sua opinião

QUASE SEM OPOSIÇÃO

Assembleia deve ter 38 dos 46 deputados como aliados do governador Camilo Santana

São 14 deputados somente do PDT, o partido dos Ferreira Gomes. Além disso, a representação feminina no parlamento caiu ainda mais

Por Tribuna do Ceará em Eleições 2018

9 de outubro de 2018 às 14:42

Há 2 meses
Governador Camilo Santana manterá maioria de aliados. (Foto: Maximo Moura/AL-CE)

Governador Camilo Santana manterá maioria de aliados. (Foto: Maximo Moura/AL-CE)

Com o resultado das eleições de 2018, a Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE) recebe novos deputados e se prepara para quatro anos com possíveis mudanças nas articulações tantos de opositores como de aliados.

O Tribuna do Ceará reuniu as principais informações sobre a composição do Poder Legislativo no Estado para o quadriênio 2019-2022.

Novos deputados

A renovação na AL-CE chegou a 37% em 2018, com a mudança de 17 dos 46 eleitos. O índice é menor que no pleito de 2014, quando mais da metade dos 46 deputados foi renovada, 24 dos 46.

Eleitos
André Fernandes – PSL
Queiroz Filho – PDT
Fernando Santana – PT
Salmito – PDT
Romeu Aldigueri – PDT
Érika Amorim – PSD
Guilherme Landim – PDT
Marcos Sobreira – PDT
Vitor Valim – PROS
Patrícia Aguiar – PSD
Nezinho Farias – PDT
Nelinho – PSDB
Apóstolo Luiz Henrique – Patri
Acrisio Sena – PT
Delegado Cavalcante – PSL
Nizo – Patri
Soldado Noélio – Pros

Reeleitos
Sérgio Aguiar – PDT
Moises Braz – PT
Evandro Leitão – PDT
Dr. Bruno Gonçalves – Patri
Danniel Oliveira – MDB
Zezinho Albuquerque – PDT
Renato Roseno – Psol
Dr. Sarto – PDT
Elmano Freitas – PT
Augusta Brito – PCdoB
Aderlania Noronha – SD
Leonardo Araújo – MDB
Agenor Neto – MDB
Dra. Silvana – PR
Fernanda Pessoa – PSDB
João Jaime – DEM
Heitor Ferrer – SD
Osmar Baquit – PDT
Tin Gomes – PDT
Jeová Mota – PDT
Antonio Granja – PDT
Fernando Hugo – PP
Audic Mota – PSB
Bruno Pedrosa – PP
Leonardo Pinheiro – PP
David Durand – PRB
Dr. Carlos Felipe – PCdoB
Walter Cavalcante – MDB
Julinho – PPS

O deputado mais votado em 2018 foi o youtuber André Fernandes, com 109.742 votos. Ele é o parlamentar estadual mais jovem eleito no Brasil, com 20 anos de idade. Em segundo lugar, vem Queiroz Filho (PDT), ex-chefe de gabinete do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), com 103.943 votos.

Mulheres

Apesar de 51% do eleitorado no Ceará ser de mulheres, caiu a representatividade feminina na Assembleia. 87% dos deputados são homens. Das sete mulheres deputadas até este ano, a próxima legislatura terá apenas seis: Augusta Brito (PCdoB), Aderlania Noronha (SD), Dra. Silvana (PR), Fernanda Pessoa (PSDB), Érika Amorim (PSD) e Patrícia Aguiar (PSD).

Bancada

O PDT manteve-se como o partido com maior bancada, 14 dos 46 deputados. O partido é o principal reduto do grupo político do governador Camilo Santana (PT) e dos irmãos Cid e Ciro Gomes (PDT). Dois partidos perderam representatividade para o próximo mandato: PSDC e PRP.

PDT lidera com folga o total de deputados.

Base e oposição

A bancada governista continua com maioria esmagadora na Casa, principalmente em uma eleição na qual o governador foi reeleito com uma base aliada de 24 partidos.

Para a próxima legislatura, venceram aliados importantes do grupo político do Governo, como o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho, o aliado do prefeito, Queiroz Filho; e o concunhado de Camilo Santana, Fernando Santana (PT).

O vice-presidente da AL-CE, Tin Gomes acredita que haverá pouca mudança nas relações da Casa. “Em termos de relacionamento com o governo, a bancada se manteve e o governador é o mesmo. Acredito que não vá diferenciar muita coisa. A oposição mudou de pessoas, mas o tamanho ficou parecido”, pontuou.

Dos 46 deputados, oito devem integrar a oposição: André Fernandes (PSL), Renato Roseno (Psol), Fernanda Pessoa (PSDB), Heitor Férrer (SD), Nelinho (PSDB), Delegado Cavalcante (PSL), Soldado Noélio (Pros) e Vitor Valim (Pros).

Dos antigos opositores, não se reelegeram Carlos Matos (PSDB) e Ely Aguiar (PSDC). Capitão Wagner (Pros) foi eleito deputado federal e Roberto Mesquita (Pros) desistiu de disputar.

Na oposição desde o Governo Cid Gomes (PDT), Heitor Férrer lamenta o número pequeno de opositores. “A expectativa de uma oposição forte é dificil porque temos um número diminuto. Temos que compensar o número diminuto na qualidade do trabalho, fazermos oposição responsáve, competente, sem criação de factóides para não nos descredenciarmos”, destacou.

Presidência da Casa

Em 2019, será escolhida a nova Mesa Diretora da Casa. O deputado Zezinho Albuquerque (PDT) foi o presidente do Legislativo nos último quatro anos, tendo sido reeleito em 2017. O regimento interno permite que ele dispute o cargo novamente.

Tin Gomes evitou tratar da sucessão, por considerar “muito cedo”, já que as eleições acontecem em fevereiro. Para ele, há diversos nomes que podem ser apresentados, mas não delimitou quais.

Acompanhe a cobertura das eleições:

Bolsonaro não venceu em nenhum município do Ceará; Ciro e Haddad empataram em 92 a 92

“Assembleia é omissa na Segurança”, critica youtuber de direita campeão de votos no Ceará

Cearenses organizam evento “No Barzinho com o Ciro”, em referência a entrevista pós-derrota

Camilo atingiu mais de 90% dos votos em 110 dos 184 municípios cearenses

Saiba quem são os suplentes que podem assumir vaga por deputados federais eleitos

Tiririca é reeleito deputado federal em São Paulo com 453 mil votos

Filiado ao Pros, que apoia Haddad, Eduardo Girão vai de Bolsonaro, “com ressalvas”

Eunício Oliveira anuncia fim da carreira política após ser derrotado nas urnas

Motorista discute com eleitores de Bolsonaro e é detido na Praça Portugal

Ciro sinaliza apoio a Haddad, mas já julgou petista de “inexperiente e sem liderança”

Youtuber campeão de votos no Ceará conseguiu fama ao chamar Camilo de “frouxo”

Camilo defende aliança contra Bolsonaro e evita comentar derrota de Eunício para o Senado

Número de eleitores indígenas e quilombolas aumenta 18% neste ano no Ceará

Eleições vão contar com aplicativo que exibirá a apuração de votos no celular

Mais da metade dos candidatos às eleições no Ceará não fez faculdade

Em Fortaleza, grupo percorre colégios eleitorais incentivando pessoas a não votarem

Camilo Santana é reeleito governador do Ceará em 1° turno

Quer saber como votaram os eleitores na sua seção? Aplicativo do TRE entrega relatório

Seção eleitoral ornamenta sala em tons de rosa em alusão a campanha contra câncer de mama

Veja a lista dos 23 deputados federais eleitos no Ceará em 2018

Confira os nomes dos 46 deputados estaduais eleitos no Ceará

Cid Gomes e Eduardo Girão eleitos para o Senado; Eunício derrotado por novo candidato

Bolsonaro e Haddad vão para o 2° turno; Ciro vence no Ceará, mas fica em 3º no geral