Resultado do Enem 2016 já pode ser conferido na internet
EXAME NACIONAL

Resultado do Enem 2016 já pode ser conferido na internet

Os estudantes têm acesso a uma tabela com a nota obtida em cada uma das provas

Por Tribuna do Ceará em Educação

18 de janeiro de 2017 às 11:52

Há 2 meses
Resultado do Enem 2016 está disponível. (Foto: Agência Brasil)

Resultado do Enem 2016 está disponível. (Foto: Agência Brasil)

O resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016 já está disponível na internet. As informações foram divulgadas no final da manhã desta quarta-feira (18) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Os cerca de 6 milhões de candidatos que fizeram as provas já podem conferir as notas na página do participante do Enem. Para acessar, é necessário informar o CPF e a senha escolhida na hora da inscrição.

Os estudantes têm acesso a uma tabela com a nota obtida em cada uma das provas: linguagens, matemática, ciências humanas, ciências da natureza e redação. Eles ainda não têm, no entanto, acesso ao espelho da redação, com a correção mais detalhada do texto, que será divulgado posteriormente.

Teoria da Resposta ao Item

A correção do Enem é feita com base na metodologia da Teoria de Resposta ao Item (TRI), que não estabelece previamente um valor fixo para cada item. O valor de cada questão varia conforme o percentual de acertos e erros dos estudantes naquele item. Assim, um item que teve grande número de acertos será considerado fácil e, por essa razão, valerá menos pontos. O estudante que acertar uma questão com alto índice de erros, por exemplo, ganhará mais pontos por aquele item.

As notas da prova podem ser usadas para pleitear vagas no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), bolsas no ensino superior privado pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Além disso, os candidatos com mais de 18 anos podem usar o Enem para receber a certificação do ensino médio.

Sisu

A partir da próxima terça-feira (24) as notas no Enem poderão ser usadas para concorrer a vagas em instituições públicas de ensino superior em todo o país por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Nesta edição serão oferecidas 238.397 vagas. Para participar, o candidato não pode ter tirado zero na redação.

O número de vagas é 4,5% maior que no ano passado, quando foram ofertadas 228.071 vagas no primeiro processo seletivo de 2016. O Sisu vai oferecer vagas em 131 instituições públicas, entre universidades, institutos federais e instituições estaduais. As inscrições ficarão abertas até o dia 27 de janeiro, pela internet, na página do Sisu. Cada candidato pode fazer até duas opções de curso. (Com informações da Agência Brasil)

Publicidade

Dê sua opinião

EXAME NACIONAL

Resultado do Enem 2016 já pode ser conferido na internet

Os estudantes têm acesso a uma tabela com a nota obtida em cada uma das provas

Por Tribuna do Ceará em Educação

18 de janeiro de 2017 às 11:52

Há 2 meses
Resultado do Enem 2016 está disponível. (Foto: Agência Brasil)

Resultado do Enem 2016 está disponível. (Foto: Agência Brasil)

O resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016 já está disponível na internet. As informações foram divulgadas no final da manhã desta quarta-feira (18) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Os cerca de 6 milhões de candidatos que fizeram as provas já podem conferir as notas na página do participante do Enem. Para acessar, é necessário informar o CPF e a senha escolhida na hora da inscrição.

Os estudantes têm acesso a uma tabela com a nota obtida em cada uma das provas: linguagens, matemática, ciências humanas, ciências da natureza e redação. Eles ainda não têm, no entanto, acesso ao espelho da redação, com a correção mais detalhada do texto, que será divulgado posteriormente.

Teoria da Resposta ao Item

A correção do Enem é feita com base na metodologia da Teoria de Resposta ao Item (TRI), que não estabelece previamente um valor fixo para cada item. O valor de cada questão varia conforme o percentual de acertos e erros dos estudantes naquele item. Assim, um item que teve grande número de acertos será considerado fácil e, por essa razão, valerá menos pontos. O estudante que acertar uma questão com alto índice de erros, por exemplo, ganhará mais pontos por aquele item.

As notas da prova podem ser usadas para pleitear vagas no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), bolsas no ensino superior privado pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Além disso, os candidatos com mais de 18 anos podem usar o Enem para receber a certificação do ensino médio.

Sisu

A partir da próxima terça-feira (24) as notas no Enem poderão ser usadas para concorrer a vagas em instituições públicas de ensino superior em todo o país por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Nesta edição serão oferecidas 238.397 vagas. Para participar, o candidato não pode ter tirado zero na redação.

O número de vagas é 4,5% maior que no ano passado, quando foram ofertadas 228.071 vagas no primeiro processo seletivo de 2016. O Sisu vai oferecer vagas em 131 instituições públicas, entre universidades, institutos federais e instituições estaduais. As inscrições ficarão abertas até o dia 27 de janeiro, pela internet, na página do Sisu. Cada candidato pode fazer até duas opções de curso. (Com informações da Agência Brasil)