Oito presos em cadeias cearenses conseguem bolsas em faculdades particulares

REINTEGRAÇÃO À SOCIEDADE

Oito presos em cadeias cearenses conseguem bolsas em faculdades particulares

Os presos estudantes conseguiram bolsas de 50% a 100% pelo ProUni em cinco cursos universitários

Por Tribuna do Ceará em Educação

22 de junho de 2017 às 14:17

Há 6 meses
detentos-aprovados-enem

Programa de ensino na cadeia garante remição de pena aos presos (FOTO: Sejus/Divulgação)

O resultado da segunda chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) trouxe oportunidades de mudança de vida para oito internos de unidades prisionais cearenses.

Assistidos pela Secretaria da Justiça e Cidadania do Ceará (Sejus), estudantes da Cadeia Pública de Maracanaú, da Unidade Prisional Irmã Imelda Lima Pontes e das Casas de Privação Provisória de Liberdade II e III foram aprovados em cinco faculdades particulares.

Administração, Administração Pública, Engenharia Elétrica, Jornalismo e Serviço Social foram os cursos nos quais os alunos conquistaram bolsas de 50% e 100% pelo ProUni. A partir da aprovação, os internos dependem apenas da autorização judicial para frequentarem as aulas.

A oportunidade de ingressar no ensino superior é viabilizada pelas aulas da EEFM Aloísio Leo Arlindo Lorscheider, que preparam os alunos das unidades prisionais para o Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade (Enem PPL). Com a nota do Enem PPL, os estudantes podem concorrer a vagas em universidades públicas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e bolsas em universidades particulares pelo ProUni. No ano de 2017, já foram 16 aprovados.

De acordo com o assessor educacional da Sejus, Rodrigo Moraes, os resultados são um estímulo a outros internos a seguirem nos estudos dentro das unidades prisionais e, quem sabe, alcançarem boas notas nos exames deste ano.

“O esforço continua para 2017. Os internos sabem que além da remição que eles recebem por estarem em sala de aula, a educação é uma chave para um novo caminho após a saída da unidade prisional”, destaca.

Publicidade

Dê sua opinião

REINTEGRAÇÃO À SOCIEDADE

Oito presos em cadeias cearenses conseguem bolsas em faculdades particulares

Os presos estudantes conseguiram bolsas de 50% a 100% pelo ProUni em cinco cursos universitários

Por Tribuna do Ceará em Educação

22 de junho de 2017 às 14:17

Há 6 meses
detentos-aprovados-enem

Programa de ensino na cadeia garante remição de pena aos presos (FOTO: Sejus/Divulgação)

O resultado da segunda chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) trouxe oportunidades de mudança de vida para oito internos de unidades prisionais cearenses.

Assistidos pela Secretaria da Justiça e Cidadania do Ceará (Sejus), estudantes da Cadeia Pública de Maracanaú, da Unidade Prisional Irmã Imelda Lima Pontes e das Casas de Privação Provisória de Liberdade II e III foram aprovados em cinco faculdades particulares.

Administração, Administração Pública, Engenharia Elétrica, Jornalismo e Serviço Social foram os cursos nos quais os alunos conquistaram bolsas de 50% e 100% pelo ProUni. A partir da aprovação, os internos dependem apenas da autorização judicial para frequentarem as aulas.

A oportunidade de ingressar no ensino superior é viabilizada pelas aulas da EEFM Aloísio Leo Arlindo Lorscheider, que preparam os alunos das unidades prisionais para o Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade (Enem PPL). Com a nota do Enem PPL, os estudantes podem concorrer a vagas em universidades públicas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e bolsas em universidades particulares pelo ProUni. No ano de 2017, já foram 16 aprovados.

De acordo com o assessor educacional da Sejus, Rodrigo Moraes, os resultados são um estímulo a outros internos a seguirem nos estudos dentro das unidades prisionais e, quem sabe, alcançarem boas notas nos exames deste ano.

“O esforço continua para 2017. Os internos sabem que além da remição que eles recebem por estarem em sala de aula, a educação é uma chave para um novo caminho após a saída da unidade prisional”, destaca.