Estudo que aponta o boom de shoppings em Fortaleza é destaque em Portugal

SUCESSO

Estudo que aponta o boom de shoppings em Fortaleza é destaque em Portugal

A tese, intitulada “Shopping Centers e o processo de metropolização em Fortaleza”, investiga o boom desse mercado na cidade a partir de 2013

Por Tribuna do Ceará em Educação

25 de novembro de 2017 às 07:00

Há 3 semanas

De acordo com a tese do professor, os shoppings não estão se restringindo apenas a lógica de consumo (FOTO: Reprodução)

O professor Tiago Estevam, do campus de Canindé do Instituto Federal do Ceará (IFCE), apresentou os resultados de sua pesquisa de doutorado em Geografia no VI Seminário Internacional Cidade, Comércio e Consumo, em setembro em Lisboa.

A tese, intitulada “Shopping Centers e o processo de metropolização em Fortaleza”, analisou a metropolização da Capital a partir dos shopping centers e de suas lógicas de produção e apropriação do espaço metropolitano.

“Eu comecei a ter contato com o tema desde a minha graduação. Vi um novo horizonte de leitura de Fortaleza, principalmente da zona oeste da cidade”, conta Tiago, que seguiu o mesmo ramo de pesquisa no mestrado e doutorado.

Por meio da pesquisa, Tiago pôde perceber um novo movimento na cidade. “Em 2013, nós tivemos um salto significativo de shoppings em Fortaleza, um boom que trouxe reflexões e questionamentos. Eu observo que cada vez mais a ação do capital financeiro é muito mais intenso na região metropolitana de Fortaleza. Ao mesmo tempo, tem um outro lado da cidade se apresenta cada vez mais fragmentada. As pessoas que frequentam um tipo de shopping não frequentam outro”, conta.

No congresso em Portugal, Tiago Estevam expôs as conclusões da pesquisa, em que argumenta que a cidade ganhou novos conteúdos sociais e espaciais a partir da produção e da expansão dos shopping centers. O professor experimentou da sensação de apresentar suas conclusões em outro país. “É bom e desafiador, nos traz inquietudes, decepções. Temos que caminhar nesses avanços e retrocessos”, relata.

O doutorado do docente foi realizado no departamento de Geografia da Universidade Federal do Ceará, com estágio no Instituto de Geografia e Ordenamento do Território e Centro de Estudos Geográficos da Universidade de Lisboa, em Portugal.

Publicidade

Dê sua opinião

SUCESSO

Estudo que aponta o boom de shoppings em Fortaleza é destaque em Portugal

A tese, intitulada “Shopping Centers e o processo de metropolização em Fortaleza”, investiga o boom desse mercado na cidade a partir de 2013

Por Tribuna do Ceará em Educação

25 de novembro de 2017 às 07:00

Há 3 semanas

De acordo com a tese do professor, os shoppings não estão se restringindo apenas a lógica de consumo (FOTO: Reprodução)

O professor Tiago Estevam, do campus de Canindé do Instituto Federal do Ceará (IFCE), apresentou os resultados de sua pesquisa de doutorado em Geografia no VI Seminário Internacional Cidade, Comércio e Consumo, em setembro em Lisboa.

A tese, intitulada “Shopping Centers e o processo de metropolização em Fortaleza”, analisou a metropolização da Capital a partir dos shopping centers e de suas lógicas de produção e apropriação do espaço metropolitano.

“Eu comecei a ter contato com o tema desde a minha graduação. Vi um novo horizonte de leitura de Fortaleza, principalmente da zona oeste da cidade”, conta Tiago, que seguiu o mesmo ramo de pesquisa no mestrado e doutorado.

Por meio da pesquisa, Tiago pôde perceber um novo movimento na cidade. “Em 2013, nós tivemos um salto significativo de shoppings em Fortaleza, um boom que trouxe reflexões e questionamentos. Eu observo que cada vez mais a ação do capital financeiro é muito mais intenso na região metropolitana de Fortaleza. Ao mesmo tempo, tem um outro lado da cidade se apresenta cada vez mais fragmentada. As pessoas que frequentam um tipo de shopping não frequentam outro”, conta.

No congresso em Portugal, Tiago Estevam expôs as conclusões da pesquisa, em que argumenta que a cidade ganhou novos conteúdos sociais e espaciais a partir da produção e da expansão dos shopping centers. O professor experimentou da sensação de apresentar suas conclusões em outro país. “É bom e desafiador, nos traz inquietudes, decepções. Temos que caminhar nesses avanços e retrocessos”, relata.

O doutorado do docente foi realizado no departamento de Geografia da Universidade Federal do Ceará, com estágio no Instituto de Geografia e Ordenamento do Território e Centro de Estudos Geográficos da Universidade de Lisboa, em Portugal.