Estudantes de baixa renda em universidades públicas terão direito a bolsa de um salário

BOLSA ESTUDO

Estudantes de baixa renda em universidades públicas terão direito a bolsa de um salário

Conforme o governador Camilo Santana, mil alunos serão contemplados nesta primeira fase do projeto no Ceará

Por Lucas Barbosa em Educação

16 de agosto de 2017 às 15:56

Há 3 meses

Governador sancionou a lei nessa terça-feira, em transmissão no Facebook (FOTO: Divulgação/Governo do Estado)

O governador Camilo Santana (PT) sancionou nessa terça-feira (15) a lei que garante a estudantes universitários bolsa de um salário mínimo (R$ 937) em seu primeiro semestre ou de meio salário mínimo durante seu primeiro ano.

A medida é parte do programa Avance — Bolsa Universitário. O anúncio foi feito por meio de transmissão ao vivo do governador em sua página no Facebook.

Conforme Camilo Santana, mil alunos serão contemplados nesta primeira fase do projeto. Para ter acesso ao benefício, os alunos precisam estar matriculados em universidades públicas, terem cursado todo o Ensino Médio em instituições da rede pública, serem beneficiários do programa Bolsa Família e terem tirado, pelo menos, 560 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

O projeto já havia sido anunciado em maio último, durante cerimônia no Centro de Eventos do Ceará. À época, foi divulgado que as inscrições ocorrerão por meio de edital a ser divulgado pela Secretaria da Educação (Seduc), pasta cujo orçamento custeará o programa.

Em julho, a Assembleia Legislativa aprovou a mensagem que o governador havia enviado ao plenário. “O Ceará é o primeiro estado do Brasil a criar uma política de acolhimento e proteção aos jovens de baixa renda e de origem de escola pública que passam nas universidades”, anunciou Camilo Santana, na ocasião.

Na mensagem à Assembleia, Camilo afirmava que o projeto tinha como finalidade apoiar jovens de baixa renda a permanecer na universidade. Ele destacava ainda a importância da iniciativa nos casos de estudantes que precisavam deslocar-se a outras cidades para assistir às aulas.

Veja na íntegra a mensagem enviada pelo governador à Assembleia clicando aqui.

Universidade Aberta do Brasil

Ainda na transmissão no Facebook, Camilo Santana sancionou a lei que implementa no Ceará a Universidade Aberta do Brasil (UAB). O programa oferece cursos de nível superior por meio de ensino à distância, com auxílio de Polos de Apoio Presencial.

Publicidade

Dê sua opinião

BOLSA ESTUDO

Estudantes de baixa renda em universidades públicas terão direito a bolsa de um salário

Conforme o governador Camilo Santana, mil alunos serão contemplados nesta primeira fase do projeto no Ceará

Por Lucas Barbosa em Educação

16 de agosto de 2017 às 15:56

Há 3 meses

Governador sancionou a lei nessa terça-feira, em transmissão no Facebook (FOTO: Divulgação/Governo do Estado)

O governador Camilo Santana (PT) sancionou nessa terça-feira (15) a lei que garante a estudantes universitários bolsa de um salário mínimo (R$ 937) em seu primeiro semestre ou de meio salário mínimo durante seu primeiro ano.

A medida é parte do programa Avance — Bolsa Universitário. O anúncio foi feito por meio de transmissão ao vivo do governador em sua página no Facebook.

Conforme Camilo Santana, mil alunos serão contemplados nesta primeira fase do projeto. Para ter acesso ao benefício, os alunos precisam estar matriculados em universidades públicas, terem cursado todo o Ensino Médio em instituições da rede pública, serem beneficiários do programa Bolsa Família e terem tirado, pelo menos, 560 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

O projeto já havia sido anunciado em maio último, durante cerimônia no Centro de Eventos do Ceará. À época, foi divulgado que as inscrições ocorrerão por meio de edital a ser divulgado pela Secretaria da Educação (Seduc), pasta cujo orçamento custeará o programa.

Em julho, a Assembleia Legislativa aprovou a mensagem que o governador havia enviado ao plenário. “O Ceará é o primeiro estado do Brasil a criar uma política de acolhimento e proteção aos jovens de baixa renda e de origem de escola pública que passam nas universidades”, anunciou Camilo Santana, na ocasião.

Na mensagem à Assembleia, Camilo afirmava que o projeto tinha como finalidade apoiar jovens de baixa renda a permanecer na universidade. Ele destacava ainda a importância da iniciativa nos casos de estudantes que precisavam deslocar-se a outras cidades para assistir às aulas.

Veja na íntegra a mensagem enviada pelo governador à Assembleia clicando aqui.

Universidade Aberta do Brasil

Ainda na transmissão no Facebook, Camilo Santana sancionou a lei que implementa no Ceará a Universidade Aberta do Brasil (UAB). O programa oferece cursos de nível superior por meio de ensino à distância, com auxílio de Polos de Apoio Presencial.