Estudantes criam simulador de carro para educar motoristas

PROTÓTIPO

Estudantes criam simulador de carro para educar motoristas

Uma televisão é colocada na frente do carro, e os movimentos no volante são reproduzidos no game. Sete desses aparelhos já foram distribuídos em escolas da região

Por Tribuna do Ceará em Educação

24 de dezembro de 2017 às 06:45

Há 4 meses

Simulador faz sucesso em Várzea Alegre (FOTO: Arquivo Pessoal)

Em Várzea Alegre, no interior do Ceará, surge uma grande iniciativa. Um grupo de estudantes da Escola Estadual Dr. José Iran Costa desenvolveu, junto ao professor de Eletrotécnica Raimundo Neto, um simulador de um carro, que ajuda no aprendizado das leis de trânsito.

A ideia surgiu de alunos interessados em unir os jogos eletrônicos com medidas preventivas de trânsito.

“O primeiro protótipo levou cerca de 8 meses para ser concluído. Reutilizamos com muitos materiais doados por ferro velho. O banco era de um fusca e ficava preso numa tábua. Fizemos com um ferro o suporte para o volante, assim ficando nas proporções de um carro”, conta o professor.

O simulador funciona como um jogo. Uma televisão é colocada na frente do carro, e os movimentos no volante são reproduzidos no game. O motorista precisa seguir as regras de trânsito para que o aparelho continue ligado. O intuito é que o condutor possa aprender de maneira correta a dirigir e obedecer as leis de trânsito.

Sete desses aparelhos já foram elaborados. “A ideia principal do nosso projeto era que, se nós conseguíssemos arrecadar peças suficientes, iríamos deixar nas escolas de Ensino Fundamental, com o maior quantitativo de alunos, um protótipo desses, para que eles pudessem brincar no horário do recreio e aprendessem um pouco sobre as leis de trânsito”, conta o professor.

O principal protótipo possui 240 kg e pode ser deslocado por possuir rodinhas que facilitam a locomoção, além de possuir dois bancos dianteiros, caixa de marchas e cinto de segurança. “O objetivo é que os alunos aprendam brincando”, conclui o professor.

Sete desses aparelhos já foram elaborados
1/5

Sete desses aparelhos já foram elaborados

(FOTO: Arquivo Pessoal)

Sete desses aparelhos já foram elaborados
2/5

Sete desses aparelhos já foram elaborados

(FOTO: Arquivo Pessoal)

Sete desses aparelhos já foram elaborados
3/5

Sete desses aparelhos já foram elaborados

(FOTO: Arquivo Pessoal)

Sete desses aparelhos já foram elaborados
4/5

Sete desses aparelhos já foram elaborados

(FOTO: Arquivo Pessoal)

Sete desses aparelhos já foram elaborados
5/5

Sete desses aparelhos já foram elaborados

(FOTO: Arquivo Pessoal)

Publicidade

Dê sua opinião

PROTÓTIPO

Estudantes criam simulador de carro para educar motoristas

Uma televisão é colocada na frente do carro, e os movimentos no volante são reproduzidos no game. Sete desses aparelhos já foram distribuídos em escolas da região

Por Tribuna do Ceará em Educação

24 de dezembro de 2017 às 06:45

Há 4 meses

Simulador faz sucesso em Várzea Alegre (FOTO: Arquivo Pessoal)

Em Várzea Alegre, no interior do Ceará, surge uma grande iniciativa. Um grupo de estudantes da Escola Estadual Dr. José Iran Costa desenvolveu, junto ao professor de Eletrotécnica Raimundo Neto, um simulador de um carro, que ajuda no aprendizado das leis de trânsito.

A ideia surgiu de alunos interessados em unir os jogos eletrônicos com medidas preventivas de trânsito.

“O primeiro protótipo levou cerca de 8 meses para ser concluído. Reutilizamos com muitos materiais doados por ferro velho. O banco era de um fusca e ficava preso numa tábua. Fizemos com um ferro o suporte para o volante, assim ficando nas proporções de um carro”, conta o professor.

O simulador funciona como um jogo. Uma televisão é colocada na frente do carro, e os movimentos no volante são reproduzidos no game. O motorista precisa seguir as regras de trânsito para que o aparelho continue ligado. O intuito é que o condutor possa aprender de maneira correta a dirigir e obedecer as leis de trânsito.

Sete desses aparelhos já foram elaborados. “A ideia principal do nosso projeto era que, se nós conseguíssemos arrecadar peças suficientes, iríamos deixar nas escolas de Ensino Fundamental, com o maior quantitativo de alunos, um protótipo desses, para que eles pudessem brincar no horário do recreio e aprendessem um pouco sobre as leis de trânsito”, conta o professor.

O principal protótipo possui 240 kg e pode ser deslocado por possuir rodinhas que facilitam a locomoção, além de possuir dois bancos dianteiros, caixa de marchas e cinto de segurança. “O objetivo é que os alunos aprendam brincando”, conclui o professor.

Sete desses aparelhos já foram elaborados
1/5

Sete desses aparelhos já foram elaborados

(FOTO: Arquivo Pessoal)

Sete desses aparelhos já foram elaborados
2/5

Sete desses aparelhos já foram elaborados

(FOTO: Arquivo Pessoal)

Sete desses aparelhos já foram elaborados
3/5

Sete desses aparelhos já foram elaborados

(FOTO: Arquivo Pessoal)

Sete desses aparelhos já foram elaborados
4/5

Sete desses aparelhos já foram elaborados

(FOTO: Arquivo Pessoal)

Sete desses aparelhos já foram elaborados
5/5

Sete desses aparelhos já foram elaborados

(FOTO: Arquivo Pessoal)