Estudantes criam banco comunitário e moeda social em Pindoretama

INICIATIVA SOCIAL

Estudantes criam banco comunitário e moeda social em Pindoretama

O projeto “Banco Comunitário de Pindoretama” ou “Pindo” foi um dos 11 premiados da 4ª edição do Desafio Criativos da Escola

Por Tribuna do Ceará em Educação

2 de dezembro de 2018 às 18:15

Há 1 semana
Projeto foi desenvolvido em Pindoretama (FOTO: Divulgação)

Projeto foi desenvolvido em Pindoretama (FOTO: Divulgação)

De Pindoretama, pequeno município localizado no litoral do Ceará, nasceu um projeto que promete estimular a economia local. Em uma cidade sem grandes empresas e com uma única agência bancária, estudantes desenvolveram um banco comunitário e uma moeda social.

Cinco alunos do Ensino Médio, da EEM Julia Alenquer Fontenele, encabeçam a ação inspirada no Banco Palmas – a primeira experiência de banco comunitário do país e referência na área – que existe no Ceará desde 1998.

O projeto “Banco Comunitário de Pindoretama” ou “Pindo”, foi um dos 11 premiados da 4ª edição do Desafio Criativos da Escola. 

O objetivo dos estudantes não é substituir o Real, mas usar essa moeda paralela para estimular que o dinheiro circule na região e fortalecer a economia local.

Essa é a quarta vez consecutiva que um projeto do Ceará é premiado no Desafio Criativos da Escola. Esse ano, a cerimônia de premiação dos 11 projetos selecionados será no dia 4 de dezembro, no Teatro Câmara, em Fortaleza.

Publicidade

Dê sua opinião

INICIATIVA SOCIAL

Estudantes criam banco comunitário e moeda social em Pindoretama

O projeto “Banco Comunitário de Pindoretama” ou “Pindo” foi um dos 11 premiados da 4ª edição do Desafio Criativos da Escola

Por Tribuna do Ceará em Educação

2 de dezembro de 2018 às 18:15

Há 1 semana
Projeto foi desenvolvido em Pindoretama (FOTO: Divulgação)

Projeto foi desenvolvido em Pindoretama (FOTO: Divulgação)

De Pindoretama, pequeno município localizado no litoral do Ceará, nasceu um projeto que promete estimular a economia local. Em uma cidade sem grandes empresas e com uma única agência bancária, estudantes desenvolveram um banco comunitário e uma moeda social.

Cinco alunos do Ensino Médio, da EEM Julia Alenquer Fontenele, encabeçam a ação inspirada no Banco Palmas – a primeira experiência de banco comunitário do país e referência na área – que existe no Ceará desde 1998.

O projeto “Banco Comunitário de Pindoretama” ou “Pindo”, foi um dos 11 premiados da 4ª edição do Desafio Criativos da Escola. 

O objetivo dos estudantes não é substituir o Real, mas usar essa moeda paralela para estimular que o dinheiro circule na região e fortalecer a economia local.

Essa é a quarta vez consecutiva que um projeto do Ceará é premiado no Desafio Criativos da Escola. Esse ano, a cerimônia de premiação dos 11 projetos selecionados será no dia 4 de dezembro, no Teatro Câmara, em Fortaleza.