Colégio cearense tem mais aprovados no ITA e no IME do que qualquer cidade do Brasil

Colégio cearense tem mais aprovados no ITA e no IME do que qualquer cidade do Brasil

O Farias Brito aprovou 92 estudantes nos vestibulares do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e do Instituto Militar de Engenharia (IME)

Por Hayanne Narlla em Educação

6 de janeiro de 2016 às 08:00

Há 2 anos
O colégio dá apoio psicológico aos alunos e até os acompanham nos locais de prova (FOTO: Reprodução Facebook)

O colégio dá apoio psicológico aos alunos e até os acompanha nos locais de prova (FOTO: Reprodução Facebook)

Um colégio cearense conquistou a marca que muitas cidades queriam e não conseguiram. Sozinho, o Farias Brito aprovou 92 estudantes nos vestibulares mais difíceis do país: do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), em São José dos Campos (SP), e do Instituto Militar de Engenharia (IME), no Rio de Janeiro. A escola só perde mesmo para o total de Fortaleza, obviamente.

O resultado é maior do que todos os colégios de São José dos Campos somados – sede do ITA –, que contou com a aprovação de 82 alunos nas duas provas. No Nordeste, o resultado é ainda mais expressivo: Recife teve 17 aprovações; Salvador teve seis; e Teresina, duas.

O bom número não é inédito. Não é de hoje que as escolas cearenses se destacam em relação aos vestibulares de tais institutos. O coordenador do Farias Brito, Marcelo Pena, confirma o potencial do Ceará em nível de preparação para as provas.

“O Ceará e o Farias Brito são referências nacionais. E depois que viramos essa referencia nacional, meninos de fora têm entrado em contato para virem se preparar aqui. Temos alunos de Curitiba, Porto Alegre, Recife… Recebemos contatos do Brasil inteiro”, conta.

“Depois que viramos essa referencia nacional, meninos de fora têm entrado em contato para virem se preparar aqui. Temos alunos de Curitiba, Porto Alegre, Recife…” (Marcelo Pena)

Motivação

Marcelo explica que a dedicação e a motivação destinadas aos alunos é um diferencial. Aliado a isso, o foco de cada um faz o objetivo se tornar ainda mais próximo. Afinal, passar o dia todo no colégio, tendo aproximadamente oito horas de aula por dia, não é para quem queira desistir fácil.

“O perfil dos meninos é excelente. Eles têm foco e determinação muito grande. São meninos que têm uma vida acadêmica dedicada a esse objetivo. E muitos já se preparam desde o primeiro ano [do ensino médio] inclusive, com o objetivo de passar de primeira”.

Walter Marinho estudou dois anos no colégio, e finalmente conseguiu a aprovação, após tentar cinco anos seguidos. Para ele, além de preparação do colégio – com bom material e bons professores –, a união dos alunos contou bastante para a vitória.

“Bom, eu sou muito ansioso com provas, sabe? Tipo, muito mesmo… E lá no Farias Brito eles me davam um apoio psicológico muito bom. Eles sempre buscavam me acalmar antes das provas, tentavam me aconselhar quando eu tava exagerando nos estudos. Acho que o diferencial foi esse, o acompanhamento individual muito cuidadoso”, finalizou.

Confira a tabela de aprovações:

A cidade de Fortaleza abaixo está com os números de todas as escolas que aprovaram estudantes com exceção do colégio Farias Brito.

(ARTE: Tiago Leite)

(ARTE: Tiago Leite)

Publicidade

Dê sua opinião

Colégio cearense tem mais aprovados no ITA e no IME do que qualquer cidade do Brasil

O Farias Brito aprovou 92 estudantes nos vestibulares do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e do Instituto Militar de Engenharia (IME)

Por Hayanne Narlla em Educação

6 de janeiro de 2016 às 08:00

Há 2 anos
O colégio dá apoio psicológico aos alunos e até os acompanham nos locais de prova (FOTO: Reprodução Facebook)

O colégio dá apoio psicológico aos alunos e até os acompanha nos locais de prova (FOTO: Reprodução Facebook)

Um colégio cearense conquistou a marca que muitas cidades queriam e não conseguiram. Sozinho, o Farias Brito aprovou 92 estudantes nos vestibulares mais difíceis do país: do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), em São José dos Campos (SP), e do Instituto Militar de Engenharia (IME), no Rio de Janeiro. A escola só perde mesmo para o total de Fortaleza, obviamente.

O resultado é maior do que todos os colégios de São José dos Campos somados – sede do ITA –, que contou com a aprovação de 82 alunos nas duas provas. No Nordeste, o resultado é ainda mais expressivo: Recife teve 17 aprovações; Salvador teve seis; e Teresina, duas.

O bom número não é inédito. Não é de hoje que as escolas cearenses se destacam em relação aos vestibulares de tais institutos. O coordenador do Farias Brito, Marcelo Pena, confirma o potencial do Ceará em nível de preparação para as provas.

“O Ceará e o Farias Brito são referências nacionais. E depois que viramos essa referencia nacional, meninos de fora têm entrado em contato para virem se preparar aqui. Temos alunos de Curitiba, Porto Alegre, Recife… Recebemos contatos do Brasil inteiro”, conta.

“Depois que viramos essa referencia nacional, meninos de fora têm entrado em contato para virem se preparar aqui. Temos alunos de Curitiba, Porto Alegre, Recife…” (Marcelo Pena)

Motivação

Marcelo explica que a dedicação e a motivação destinadas aos alunos é um diferencial. Aliado a isso, o foco de cada um faz o objetivo se tornar ainda mais próximo. Afinal, passar o dia todo no colégio, tendo aproximadamente oito horas de aula por dia, não é para quem queira desistir fácil.

“O perfil dos meninos é excelente. Eles têm foco e determinação muito grande. São meninos que têm uma vida acadêmica dedicada a esse objetivo. E muitos já se preparam desde o primeiro ano [do ensino médio] inclusive, com o objetivo de passar de primeira”.

Walter Marinho estudou dois anos no colégio, e finalmente conseguiu a aprovação, após tentar cinco anos seguidos. Para ele, além de preparação do colégio – com bom material e bons professores –, a união dos alunos contou bastante para a vitória.

“Bom, eu sou muito ansioso com provas, sabe? Tipo, muito mesmo… E lá no Farias Brito eles me davam um apoio psicológico muito bom. Eles sempre buscavam me acalmar antes das provas, tentavam me aconselhar quando eu tava exagerando nos estudos. Acho que o diferencial foi esse, o acompanhamento individual muito cuidadoso”, finalizou.

Confira a tabela de aprovações:

A cidade de Fortaleza abaixo está com os números de todas as escolas que aprovaram estudantes com exceção do colégio Farias Brito.

(ARTE: Tiago Leite)

(ARTE: Tiago Leite)