Cearenses trazem mais medalhas de ouro para o Brasil em olimpíada internacional de química

NO PERU

Cearenses trazem mais medalhas de ouro para o Brasil em olimpíada internacional de química

Equipe já havia representado o Brasil nas Olimpíadas mundiais, quando trouxeram três pratas e bronze

Por Tribuna do Ceará em Educação

20 de outubro de 2017 às 13:41

Há 1 mês

(FOTO: Divulgação/Olimpíada Ibero-Americana de Química)

Os quatro cearenses que representaram o Brasil na Olimpíada Ibero-Americana de Química obtiveram ótimos resultados — mais uma vez. A competição ocorreu de 8 a 15 de outubro últimos em Lima, capital do Peru. Competiam estudantes de 17 países.

Ivna de Lima Ferreira Gomes, estudante do Farias Brito, de 16 anos (5º lugar); Celso Renan Barbosa Soares Lima, do Colégio Master, 17 anos (7º lugar); e Lígia Toscano de Melo, do colégio Ari de Sá, 17 anos, (8º lugar) conquistaram medalha de ouro. E João Victor Moreira Pimentel, de 16 anos, do Frias Brito (9º lugar), conquistou a prata.

A equipe é especialista nesse tipo de competição, como Tribuna do Ceará vem acompanhando. Em julho último, já haviam conquistado três medalhas de prata e uma de bronze na Olimpíada Internacional de Química (IChO), na Tailândia.

Os cearenses representavam o Brasil após serem os quatro primeiros colocados ao final das seis etapas da Olimpíada Brasileira de Química, superando mais de 300 mil competidores de escolas de todo o País.

Publicidade

Dê sua opinião

NO PERU

Cearenses trazem mais medalhas de ouro para o Brasil em olimpíada internacional de química

Equipe já havia representado o Brasil nas Olimpíadas mundiais, quando trouxeram três pratas e bronze

Por Tribuna do Ceará em Educação

20 de outubro de 2017 às 13:41

Há 1 mês

(FOTO: Divulgação/Olimpíada Ibero-Americana de Química)

Os quatro cearenses que representaram o Brasil na Olimpíada Ibero-Americana de Química obtiveram ótimos resultados — mais uma vez. A competição ocorreu de 8 a 15 de outubro últimos em Lima, capital do Peru. Competiam estudantes de 17 países.

Ivna de Lima Ferreira Gomes, estudante do Farias Brito, de 16 anos (5º lugar); Celso Renan Barbosa Soares Lima, do Colégio Master, 17 anos (7º lugar); e Lígia Toscano de Melo, do colégio Ari de Sá, 17 anos, (8º lugar) conquistaram medalha de ouro. E João Victor Moreira Pimentel, de 16 anos, do Frias Brito (9º lugar), conquistou a prata.

A equipe é especialista nesse tipo de competição, como Tribuna do Ceará vem acompanhando. Em julho último, já haviam conquistado três medalhas de prata e uma de bronze na Olimpíada Internacional de Química (IChO), na Tailândia.

Os cearenses representavam o Brasil após serem os quatro primeiros colocados ao final das seis etapas da Olimpíada Brasileira de Química, superando mais de 300 mil competidores de escolas de todo o País.