Destaque na Ciência, aluna cearense ganha bolsa para estudar nos EUA e pede ajuda em vakinha on-line

FILHA DE AGRICULTORES

Cearense destaque internacional na ciência lança vaquinha online para custear estudos nos EUA

Myllena Cristyna, de 19 anos, filha de agricultores de Iracema, foi convidada a estudar em instituição de Los Angeles

Por Crisneive Silveira em Educação

31 de outubro de 2018 às 07:15

Há 2 semanas
Myllena Cristyna em referência a Myllena Cristyna em referência a cearense participa duas vezes de uma das maiores feira de ciências do mundo

Myllena foi para os EUA duas vezes, na maior feira de ciências escolar do mundo (FOTO: Arquivo pessoal)

Uma jovem cearense descobriu uma proteína capaz de combater o zika vírus no organismo e inventou o isopor que consegue barrar o derramamento de petróleo no mar, soluções para facilitar o cotidiano e contribuir para contribuir com a sociedade. Com isso, participou duas vezes da maior feira de ciências de ensino médio e técnico do mundo, a Intel Isef (Internacional Science and Engineering Fair), nos Estados Unidos.

Depois, foi protagonista do documentário americano Science Fair e ganhou bolsa de estudos para um dos melhores colégios internacionais, a Hancock Park Elementary School, nos Estados Unidos. Para isso, Myllena Cristyna, de 19 anos, começou uma campanha na internet para arrecadar R$ 6.000 e cobrir outras despesas.

Natural de Iracema, município de quase 14 mil habitantes, e aluna do IFCE de Limoeiro do Norte, no interior do estado, Myllena participou do documentário Science Fair, da National Geographic, que reúne estudantes de vários países que disputam a feira internacional.

“Sou uma menina do interior do Ceará, moro em um distrito com aproximadamente 350 pessoas… Quando olho para bolsa de estudo, percebo que praticamente ‘ganhei na loteria’. Vejo que é uma das minhas maiores oportunidades de mudar de vida, pois vou sair de um interior para uma das cidades mais famosas do mundo”, avaliou Mylenna.

A jovem também foi um dos alunos entrevistados pelo hotsite “Quem mata o mosquito”, do Tribuna do Ceará, que mostrou cearenses que estudam saídas para doenças como zika, dengue e chikungunha.

O sucesso foi tanto que ela ganhou bolsa para a Hancock Internacional College, escola em Los Angeles, na Califórnia. Filha de pais agricultores, a jovem não tem como custear as demais despesas fora do país, já que a bolsa cobre só os estudos.

Através de vakinha on-line ela pretende arrecadar o valor de R$ 6.000 para tirar o visto, pagar passagens para a viagem e cobrir alguns custos quando chegar aos Estados Unidos. Até o momento, foram recebidos R$ 548, 9,13% do valor. É possível doar qualquer quantia.

Se você não puder doar através da internet ou pelas contas de banco, pode entrar em contato através do Facebook da Myllena e acertar a doação. A jovem ainda pede que, “se você não puder ajudar financeiramente, pode ajudar compartilhando a vaquinha” para alcançar um público maior.

Serviço:

-Clique aqui para acessar a Vakinha on-line. 

-Depósito em Banco

Banco do Brasil
Agência: 1074 – X
Conta-Poupança: 20061-1
Variação: 51

Banco Bradesco
Agência: 0703-0
Conta-Poupança: 0008521-9
Via: 02, Tipo: 00

Publicidade

Dê sua opinião

FILHA DE AGRICULTORES

Cearense destaque internacional na ciência lança vaquinha online para custear estudos nos EUA

Myllena Cristyna, de 19 anos, filha de agricultores de Iracema, foi convidada a estudar em instituição de Los Angeles

Por Crisneive Silveira em Educação

31 de outubro de 2018 às 07:15

Há 2 semanas
Myllena Cristyna em referência a Myllena Cristyna em referência a cearense participa duas vezes de uma das maiores feira de ciências do mundo

Myllena foi para os EUA duas vezes, na maior feira de ciências escolar do mundo (FOTO: Arquivo pessoal)

Uma jovem cearense descobriu uma proteína capaz de combater o zika vírus no organismo e inventou o isopor que consegue barrar o derramamento de petróleo no mar, soluções para facilitar o cotidiano e contribuir para contribuir com a sociedade. Com isso, participou duas vezes da maior feira de ciências de ensino médio e técnico do mundo, a Intel Isef (Internacional Science and Engineering Fair), nos Estados Unidos.

Depois, foi protagonista do documentário americano Science Fair e ganhou bolsa de estudos para um dos melhores colégios internacionais, a Hancock Park Elementary School, nos Estados Unidos. Para isso, Myllena Cristyna, de 19 anos, começou uma campanha na internet para arrecadar R$ 6.000 e cobrir outras despesas.

Natural de Iracema, município de quase 14 mil habitantes, e aluna do IFCE de Limoeiro do Norte, no interior do estado, Myllena participou do documentário Science Fair, da National Geographic, que reúne estudantes de vários países que disputam a feira internacional.

“Sou uma menina do interior do Ceará, moro em um distrito com aproximadamente 350 pessoas… Quando olho para bolsa de estudo, percebo que praticamente ‘ganhei na loteria’. Vejo que é uma das minhas maiores oportunidades de mudar de vida, pois vou sair de um interior para uma das cidades mais famosas do mundo”, avaliou Mylenna.

A jovem também foi um dos alunos entrevistados pelo hotsite “Quem mata o mosquito”, do Tribuna do Ceará, que mostrou cearenses que estudam saídas para doenças como zika, dengue e chikungunha.

O sucesso foi tanto que ela ganhou bolsa para a Hancock Internacional College, escola em Los Angeles, na Califórnia. Filha de pais agricultores, a jovem não tem como custear as demais despesas fora do país, já que a bolsa cobre só os estudos.

Através de vakinha on-line ela pretende arrecadar o valor de R$ 6.000 para tirar o visto, pagar passagens para a viagem e cobrir alguns custos quando chegar aos Estados Unidos. Até o momento, foram recebidos R$ 548, 9,13% do valor. É possível doar qualquer quantia.

Se você não puder doar através da internet ou pelas contas de banco, pode entrar em contato através do Facebook da Myllena e acertar a doação. A jovem ainda pede que, “se você não puder ajudar financeiramente, pode ajudar compartilhando a vaquinha” para alcançar um público maior.

Serviço:

-Clique aqui para acessar a Vakinha on-line. 

-Depósito em Banco

Banco do Brasil
Agência: 1074 – X
Conta-Poupança: 20061-1
Variação: 51

Banco Bradesco
Agência: 0703-0
Conta-Poupança: 0008521-9
Via: 02, Tipo: 00