Ceará tem 7 das 10 cidades com melhores índices de ensino público no país

POVO SABIDO

Ceará tem 7 das 10 cidades com melhores índices de ensino público no país

As quatro primeiras são do estado: Sobral, Frecheirinha, Nova Olinda e Brejo Santo. Foi a 2ª vez que Sobral ficou em 1º

Por Tribuna do Ceará em Educação

13 de dezembro de 2017 às 07:15

Há 1 mês

Segundo o Ideb, entre as 100 melhores escolas públicas do país, 77 são do Ceará (FOTO: Jéssica Welma)

Sete cidades do Ceará estão entre os municípios que oferecem as melhores condições de ensino do Brasil. A afirmação vem do Índice de Oportunidades da Educação Brasileira (IOEB). A pesquisa foi divulgada pelo Centro de Liderança Pública.

O indicador é composto por dados que envolvem desde a Educação Infantil ao Ensino Médio, das redes públicas e privadas. Segundo o estudo, Sobral ficou pela 2ª vez em primeiro lugar, com uma nota de 6,2, numa escala de zero a dez.

Em 2016, o Tribruna do Ceará conheceu a escola Emílio Sendim, no Centro de Sobral (a 250 quilômetros de Fortaleza).

Primeiro lugar no Brasil, o colégio está inserido numa realidade educacional que já é referência no País. Sobral, há mais de 15 anos, investe incessantemente em políticas educacionais. A escola obteve a nota mais alta (9.8) no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2015.

Logo em seguida, no ranking, vem o município de Frecheirinha (2º), com 6, Nova Olinda (3º), com 5,9 e Brejo Santo (4º), também com 5,9. Ainda na lista estão Coreaú (8º lugar), Reriutaba (9º) e Novo Oriente (10º), todos com nota 5,7.

As cidades estão entre as que oferecem as melhores condições de ensino no país. No ranking de todos os estados, o Ceará é o 6º, com nota 4,9. O IOEB agrupa informações relacionadas aos indicadores de resultados e de insumos, como qualidade dos professores, experiência dos diretores, tempo de jornada na escola das crianças e taxa de atendimento na educação infantil.

Conforme dados do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará (Spaece) 2016, 87% das crianças encontram-se alfabetizadas ao término do 2º ano do Ensino Fundamental. Em 2007, esse percentual era de apenas 39,9%.

Segundo o Ideb, entre as 100 melhores escolas públicas do país, 77 são do Ceará. O Estado ocupa as 24 primeiras posições, no que se refere aos cinco primeiros anos do Ensino Fundamental. Destaque na Avaliação Nacional de Alfabetização (ANA), o Ceará superou a média brasileira em Leitura, Escrita e Matemática das crianças que estavam matriculadas no 3º ano do Ensino Fundamental da rede pública.

Publicidade

Dê sua opinião

POVO SABIDO

Ceará tem 7 das 10 cidades com melhores índices de ensino público no país

As quatro primeiras são do estado: Sobral, Frecheirinha, Nova Olinda e Brejo Santo. Foi a 2ª vez que Sobral ficou em 1º

Por Tribuna do Ceará em Educação

13 de dezembro de 2017 às 07:15

Há 1 mês

Segundo o Ideb, entre as 100 melhores escolas públicas do país, 77 são do Ceará (FOTO: Jéssica Welma)

Sete cidades do Ceará estão entre os municípios que oferecem as melhores condições de ensino do Brasil. A afirmação vem do Índice de Oportunidades da Educação Brasileira (IOEB). A pesquisa foi divulgada pelo Centro de Liderança Pública.

O indicador é composto por dados que envolvem desde a Educação Infantil ao Ensino Médio, das redes públicas e privadas. Segundo o estudo, Sobral ficou pela 2ª vez em primeiro lugar, com uma nota de 6,2, numa escala de zero a dez.

Em 2016, o Tribruna do Ceará conheceu a escola Emílio Sendim, no Centro de Sobral (a 250 quilômetros de Fortaleza).

Primeiro lugar no Brasil, o colégio está inserido numa realidade educacional que já é referência no País. Sobral, há mais de 15 anos, investe incessantemente em políticas educacionais. A escola obteve a nota mais alta (9.8) no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2015.

Logo em seguida, no ranking, vem o município de Frecheirinha (2º), com 6, Nova Olinda (3º), com 5,9 e Brejo Santo (4º), também com 5,9. Ainda na lista estão Coreaú (8º lugar), Reriutaba (9º) e Novo Oriente (10º), todos com nota 5,7.

As cidades estão entre as que oferecem as melhores condições de ensino no país. No ranking de todos os estados, o Ceará é o 6º, com nota 4,9. O IOEB agrupa informações relacionadas aos indicadores de resultados e de insumos, como qualidade dos professores, experiência dos diretores, tempo de jornada na escola das crianças e taxa de atendimento na educação infantil.

Conforme dados do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará (Spaece) 2016, 87% das crianças encontram-se alfabetizadas ao término do 2º ano do Ensino Fundamental. Em 2007, esse percentual era de apenas 39,9%.

Segundo o Ideb, entre as 100 melhores escolas públicas do país, 77 são do Ceará. O Estado ocupa as 24 primeiras posições, no que se refere aos cinco primeiros anos do Ensino Fundamental. Destaque na Avaliação Nacional de Alfabetização (ANA), o Ceará superou a média brasileira em Leitura, Escrita e Matemática das crianças que estavam matriculadas no 3º ano do Ensino Fundamental da rede pública.