Ceará representa mais uma vez as Américas no Campeonato Mundial de Aço
CONQUISTA

Ceará representa mais uma vez as Américas no Campeonato Mundial de Aço

O cearense Mateus Paulino, funcionário da CSP, está na final da 11ª edição do Steel Challenge na categoria Indústria

Por Lyvia Rocha em Educação

15 de dezembro de 2016 às 07:00

Há 5 meses
Mateus Paulino e Necy Alves (FOTO: Divulgação)

Mateus Paulino e Necy Alves (FOTO: Divulgação)

O Ceará mais uma vez representará as América do Norte e Sul na competição de aço, que acontecerá em março de 2017, em Pequim, na China. Entre 1.479 participantes de 16 países, a vaga para a final da 11ª edição do Steel Challenge 2016, na categoria Indústria, é do analista de tecnologia da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) Mateus Paulino, de 28 anos, natural de Fortaleza.

O analista faz parte da CSP, instalada no Complexo Industrial e Portuário do Pecém, no município de São Gonçalo do Amarante. Ele integra o quadro da empresa desde julho deste ano, e carrega outras conquistas nessa importante competição.

Em 2012, como aluno de Engenheira Metalúrgica da Universidade Federal do Ceará (UFC), Mateus fez parte da equipe vencedora nas etapas Regional e Mundial na categoria Estudante. Na época, ainda em construção, a CSP apoiou a equipe. Dois anos mais tarde, em 2014, parte dessa mesma equipe, já formada e à qual Mateus também integrava, foi campeã mundial na categoria Indústria.

Destaques

Na 10ª edição da Steel Challenge, realizada em abril deste ano, outro cearense e também empregado da siderúrgica, Marcos Daniel Gouvêia Filho, 25 anos, levantou a bandeira do Brasil e do Estado como campeão mundial, na categoria Indústria.

Necy Alves, também analista de tecnologia da CSP, este ano ajudou Mateus Paulino na etapa regional da competição, que aconteceu entre os dias 30 de novembro e 1º de dezembro (24 horas ininterruptas de prova), e foi orientador de outro cearense que está na final da categoria Estudante, competindo pela Europa, onde faz doutorado. É também de Necy as conquistas de 2012 e 2014.

E para esta nova edição da Steel Challenge, Mateus terá como concorrentes representantes do Egito, Índia e China. Ele conhece bem os potenciais da Índia e China, mas garantiu que vai para a final da competição para ganhar.

Para chegar nesta etapa, o desafio proposto foi o de simular a produção de um tipo de aço ultrabaixo carbono com o menor custo, dados os insumos e o dimensionamento dos equipamentos. Ele trabalhou no ajuste da melhor combinação das matérias-primas e do desempenho dos processos para atingir o resultado de menor custo.

Publicidade

Dê sua opinião

CONQUISTA

Ceará representa mais uma vez as Américas no Campeonato Mundial de Aço

O cearense Mateus Paulino, funcionário da CSP, está na final da 11ª edição do Steel Challenge na categoria Indústria

Por Lyvia Rocha em Educação

15 de dezembro de 2016 às 07:00

Há 5 meses
Mateus Paulino e Necy Alves (FOTO: Divulgação)

Mateus Paulino e Necy Alves (FOTO: Divulgação)

O Ceará mais uma vez representará as América do Norte e Sul na competição de aço, que acontecerá em março de 2017, em Pequim, na China. Entre 1.479 participantes de 16 países, a vaga para a final da 11ª edição do Steel Challenge 2016, na categoria Indústria, é do analista de tecnologia da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) Mateus Paulino, de 28 anos, natural de Fortaleza.

O analista faz parte da CSP, instalada no Complexo Industrial e Portuário do Pecém, no município de São Gonçalo do Amarante. Ele integra o quadro da empresa desde julho deste ano, e carrega outras conquistas nessa importante competição.

Em 2012, como aluno de Engenheira Metalúrgica da Universidade Federal do Ceará (UFC), Mateus fez parte da equipe vencedora nas etapas Regional e Mundial na categoria Estudante. Na época, ainda em construção, a CSP apoiou a equipe. Dois anos mais tarde, em 2014, parte dessa mesma equipe, já formada e à qual Mateus também integrava, foi campeã mundial na categoria Indústria.

Destaques

Na 10ª edição da Steel Challenge, realizada em abril deste ano, outro cearense e também empregado da siderúrgica, Marcos Daniel Gouvêia Filho, 25 anos, levantou a bandeira do Brasil e do Estado como campeão mundial, na categoria Indústria.

Necy Alves, também analista de tecnologia da CSP, este ano ajudou Mateus Paulino na etapa regional da competição, que aconteceu entre os dias 30 de novembro e 1º de dezembro (24 horas ininterruptas de prova), e foi orientador de outro cearense que está na final da categoria Estudante, competindo pela Europa, onde faz doutorado. É também de Necy as conquistas de 2012 e 2014.

E para esta nova edição da Steel Challenge, Mateus terá como concorrentes representantes do Egito, Índia e China. Ele conhece bem os potenciais da Índia e China, mas garantiu que vai para a final da competição para ganhar.

Para chegar nesta etapa, o desafio proposto foi o de simular a produção de um tipo de aço ultrabaixo carbono com o menor custo, dados os insumos e o dimensionamento dos equipamentos. Ele trabalhou no ajuste da melhor combinação das matérias-primas e do desempenho dos processos para atingir o resultado de menor custo.