Campanha da Prefeitura para uso do capacete vence prêmio internacional

SEGURANÇA NO TRÂNSITO

Campanha da Prefeitura para uso do capacete vence prêmio internacional

A mídia que aborda o uso correto do capacete venceu o Prêmio Internacional de Comunicação de Segurança Viária

Por Tribuna do Ceará em Educação

8 de novembro de 2018 às 11:58

Há 1 semana
prefeitura de fortaleza

Prefeitura de Fortaleza recebe premiação internacional por campanha do uso do capacete. (FOTO: Reprodução/Site Prefeitura de Fortaleza)

Uma campanha educativa da Prefeitura de Fortaleza venceu a 6ª edição do Prêmio Internacional de Comunicação de Segurança Viária. Abordando o uso correto de capacete para motociclistas, a peça foi veiculada entre fevereiro e março de 2017.

A premiação ocorreu durante Conferência Mundial sobre Prevenção de Lesões e Promoção da Segurança no Trânsito, organizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em Bangkok, capital da Tailândia, nesta quarta-feira (7).

O Prêmio Internacional de Mídia de Segurança Viária, ou International Safety Media Awards (ISMA, na sigla em inglês), reconhece mídia de segurança de alta qualidade de todo o mundo. Os ISMAs proporcionam aos profissionais de promoção de segurança viária e prevenção de lesões uma oportunidade de compartilhar suas iniciativas educativas de mídia.

De acordo com o Instituto Ibope, cerca de 5 milhões de pessoas receberam a mensagem central da campanha que aparece ao fim do vídeo: “Use sempre o capacete corretamente”.

Ainda um estudo realizado pelo Instituto Multifocus, com apoio da Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global, através da Vital Strategies, entre mil entrevistados que usam motocicletas de diferentes classes sociais, 90% disseram que a campanha os fez refletir sobre a necessidade de afivelar o capacete. Um total de 96% dos entrevistados também disse que a campanha foi de fácil compreensão e 95% afirmou que compreendeu as consequências de usar o capacete incorretamente.

As ações da Prefeitura de Fortaleza já permitiram reduzir em cerca de 35 as mortes no trânsito, entre os anos de 2014 e 2017, caindo de 377 para 256 vítimas mortos, segundo a última edição do Relatório Anual de Segurança Viária de Fortaleza.

“Temos como meta da Prefeitura avançar ainda mais nessa política de segurança viária, porque isso fica traduzida literalmente como ação de saúde pública”, revela o prefeito Roberto Cláudio, que foi palestrante convidado para a conferência da Organização Mundial da Saúde, realizada na Tailândia.

O prêmio foi recebido por Ezequiel Dantas, engenheiro da Iniciativa Bloomberg, entregue por um representante do Ministério da Saúde da Tailândia. A campanha da ONG americana Safe Kids Worldwide recebeu o segundo lugar na categoria “vídeo ultracurto” (ultra short vídeo, em inglês).

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), com o uso do capacete devidamente preso à cabeça, a probabilidade de morte diminui em 40% e de lesão grave em 70%, ou seja, a cada 100 motociclistas que morrem e não estavam utilizando capacete, 40 teriam sobrevivido se estivessem utilizando, e a cada 100 motociclistas que tiveram lesão grave na cabeça, 70 teriam evitado essa lesão.

Em 2018, mais de 400 peças de mídia foram recebidas de 42 países. Um júri de 11 especialistas em prevenção de lesões e mídia considerou a qualidade da produção, a clareza da mensagem, a inovação, a criatividade e os métodos e resultados de avaliação. Os juízes de 2018 são da Nova Zelândia, Austrália, Tailândia, Suécia, EUA, Paquistão, Colômbia, Irã e Peru.

Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global

A política de segurança viária desenvolvida pela Prefeitura de Fortaleza é apoiada pela Bloomberg Philanthropies através de um programa de segurança viária, a “Iniciativa Bloomberg para Segurança Viária Global”. Em 2015 a capital cearense foi uma das dez cidades contempladas com o projeto e hoje conta com uma equipe de técnicos especializados, além de uma rede internacional de organizações, que dão suporte as ações do poder público municipal em melhorias no gerenciamento de dados, infraestrutura, fiscalização, educação e comunicação.

Em todo o mundo estão participando do mesmo projeto as cidades de Accra, em Gana, Addis Abeba, na Etiópia, Bandung, na Indonésia, Bangkok, na Tailândia, Bogotá, na Colômbia, Ho Chi Minh, no Vietnã, Shanghai, na China, Mumbai, na Índia além de Fortaleza e São Paulo, no Brasil.

Veja o vídeo da campanha:

Publicidade

Dê sua opinião

SEGURANÇA NO TRÂNSITO

Campanha da Prefeitura para uso do capacete vence prêmio internacional

A mídia que aborda o uso correto do capacete venceu o Prêmio Internacional de Comunicação de Segurança Viária

Por Tribuna do Ceará em Educação

8 de novembro de 2018 às 11:58

Há 1 semana
prefeitura de fortaleza

Prefeitura de Fortaleza recebe premiação internacional por campanha do uso do capacete. (FOTO: Reprodução/Site Prefeitura de Fortaleza)

Uma campanha educativa da Prefeitura de Fortaleza venceu a 6ª edição do Prêmio Internacional de Comunicação de Segurança Viária. Abordando o uso correto de capacete para motociclistas, a peça foi veiculada entre fevereiro e março de 2017.

A premiação ocorreu durante Conferência Mundial sobre Prevenção de Lesões e Promoção da Segurança no Trânsito, organizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em Bangkok, capital da Tailândia, nesta quarta-feira (7).

O Prêmio Internacional de Mídia de Segurança Viária, ou International Safety Media Awards (ISMA, na sigla em inglês), reconhece mídia de segurança de alta qualidade de todo o mundo. Os ISMAs proporcionam aos profissionais de promoção de segurança viária e prevenção de lesões uma oportunidade de compartilhar suas iniciativas educativas de mídia.

De acordo com o Instituto Ibope, cerca de 5 milhões de pessoas receberam a mensagem central da campanha que aparece ao fim do vídeo: “Use sempre o capacete corretamente”.

Ainda um estudo realizado pelo Instituto Multifocus, com apoio da Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global, através da Vital Strategies, entre mil entrevistados que usam motocicletas de diferentes classes sociais, 90% disseram que a campanha os fez refletir sobre a necessidade de afivelar o capacete. Um total de 96% dos entrevistados também disse que a campanha foi de fácil compreensão e 95% afirmou que compreendeu as consequências de usar o capacete incorretamente.

As ações da Prefeitura de Fortaleza já permitiram reduzir em cerca de 35 as mortes no trânsito, entre os anos de 2014 e 2017, caindo de 377 para 256 vítimas mortos, segundo a última edição do Relatório Anual de Segurança Viária de Fortaleza.

“Temos como meta da Prefeitura avançar ainda mais nessa política de segurança viária, porque isso fica traduzida literalmente como ação de saúde pública”, revela o prefeito Roberto Cláudio, que foi palestrante convidado para a conferência da Organização Mundial da Saúde, realizada na Tailândia.

O prêmio foi recebido por Ezequiel Dantas, engenheiro da Iniciativa Bloomberg, entregue por um representante do Ministério da Saúde da Tailândia. A campanha da ONG americana Safe Kids Worldwide recebeu o segundo lugar na categoria “vídeo ultracurto” (ultra short vídeo, em inglês).

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), com o uso do capacete devidamente preso à cabeça, a probabilidade de morte diminui em 40% e de lesão grave em 70%, ou seja, a cada 100 motociclistas que morrem e não estavam utilizando capacete, 40 teriam sobrevivido se estivessem utilizando, e a cada 100 motociclistas que tiveram lesão grave na cabeça, 70 teriam evitado essa lesão.

Em 2018, mais de 400 peças de mídia foram recebidas de 42 países. Um júri de 11 especialistas em prevenção de lesões e mídia considerou a qualidade da produção, a clareza da mensagem, a inovação, a criatividade e os métodos e resultados de avaliação. Os juízes de 2018 são da Nova Zelândia, Austrália, Tailândia, Suécia, EUA, Paquistão, Colômbia, Irã e Peru.

Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global

A política de segurança viária desenvolvida pela Prefeitura de Fortaleza é apoiada pela Bloomberg Philanthropies através de um programa de segurança viária, a “Iniciativa Bloomberg para Segurança Viária Global”. Em 2015 a capital cearense foi uma das dez cidades contempladas com o projeto e hoje conta com uma equipe de técnicos especializados, além de uma rede internacional de organizações, que dão suporte as ações do poder público municipal em melhorias no gerenciamento de dados, infraestrutura, fiscalização, educação e comunicação.

Em todo o mundo estão participando do mesmo projeto as cidades de Accra, em Gana, Addis Abeba, na Etiópia, Bandung, na Indonésia, Bangkok, na Tailândia, Bogotá, na Colômbia, Ho Chi Minh, no Vietnã, Shanghai, na China, Mumbai, na Índia além de Fortaleza e São Paulo, no Brasil.

Veja o vídeo da campanha: