Aluno selecionado no Programa Jovem Embaixadores vendia lixo para ajudar pessoas carentes

RECONHECIMENTO

Aluno selecionado no Programa Jovens Embaixadores vendia lixo para ajudar pessoas carentes

Hiagor da Costa Carneiro foi o único cearense entre 50 selecionados, dentre 19 mil concorrentes, para temporada de estudos nos EUA

Por Matheus Ribeiro em Educação

8 de novembro de 2016 às 07:00

Há 1 ano
Hiagor será o único representante do Ceará (FOTO: Divulgação)

Hiagor será o único representante do Ceará (FOTO: Divulgação)

A pouca idade do estudante Hiagor da Costa Carneiro, do Colégio da Polícia Militar do Estado do Ceará de Juazeiro do Norte, nunca foi um grande empecilho para conquistar os seus objetivos.

Aos 17 anos, o jovem do Cariri cearense foi o único representante do Estado a ser selecionado para integrar um grupo de 50 alunos brasileiros, aprovados entre 19 mil concorrentes, no Programa Jovens Embaixadores 2017. Ele fará uma temporada de estudos nos EUA.

Apesar de passar por um processo seletivo bastante rigoroso para participar do programa, uma atitude do jovem cearense foi fundamental para a sua escola: a iniciativa voluntária. Sabendo da necessidade das pessoas de sua região, Hiagor arrecadava materiais recicláveis em diversos pontos de coleta da cidade e os vendia. Com o dinheiro levantado, Hiagor ajudava projetos comunitários de Juazeiro.

Em 2013, o jovem representou o Estado na Conferência Nacional Infanto-juvenil pelo Meio Ambiente, em Brasília. “Foi algo que faz você mudar seu ponto de vista e voltar cheio de ideias”, afirma.

Na ocasião, Hiagor apresentou para a então presidente Dilma Rousseff (PT) e para a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, o projeto “Consciência e Ação: Óleo e Sabão”, que consiste na destinação correta do óleo de cozinha, já impossibilitado de ser utilizado. 

Na ação, o material era vendido em galões para indústrias fabricantes de sabão, no município de Juazeiro do Norte. Em seguida, o dinheiro era destinado para ações sociais, com crianças e jovens.

Empenho e dedicação

Quando questionado sobre quais motivos o levaram a participar da seleção, ele afirma que o ponto inicial ocorreu no início de 2015. “Eu vi uma matéria sobre uma jovem embaixadora aprovada e se preparando para viajar para os Estados Unidos”, revelou.

O aluno tentou aprovação para o ano de 2016, mas pelos entraves em relação à fluência no inglês, o sonho ficou pelo caminho. Foi então que, com o empenho para aprimorar seus conhecimentos orais e escritos na língua inglesa, Hiagor venceu uma das principais exigências para se tornar um Jovem Embaixador.

No próximo dia 13 de janeiro, o grupo de 50 pessoas embarcará para os Estados Unidos, onde terão a oportunidade de apresentar a cultura brasileira, representando sua região e seus costumes, além de conhecer autoridades norte-americanas, em Washington.

Os Jovens Embaixadores também terão a chance de acompanhar a posse do novo presidente norte-americano, durante o período que estarão em terras ianques. Quando questionado sobre os planos para o futuro, Hiagor afirma que “pretende fazer faculdade voltada para as relações exteriores”.

Publicidade

Dê sua opinião

RECONHECIMENTO

Aluno selecionado no Programa Jovens Embaixadores vendia lixo para ajudar pessoas carentes

Hiagor da Costa Carneiro foi o único cearense entre 50 selecionados, dentre 19 mil concorrentes, para temporada de estudos nos EUA

Por Matheus Ribeiro em Educação

8 de novembro de 2016 às 07:00

Há 1 ano
Hiagor será o único representante do Ceará (FOTO: Divulgação)

Hiagor será o único representante do Ceará (FOTO: Divulgação)

A pouca idade do estudante Hiagor da Costa Carneiro, do Colégio da Polícia Militar do Estado do Ceará de Juazeiro do Norte, nunca foi um grande empecilho para conquistar os seus objetivos.

Aos 17 anos, o jovem do Cariri cearense foi o único representante do Estado a ser selecionado para integrar um grupo de 50 alunos brasileiros, aprovados entre 19 mil concorrentes, no Programa Jovens Embaixadores 2017. Ele fará uma temporada de estudos nos EUA.

Apesar de passar por um processo seletivo bastante rigoroso para participar do programa, uma atitude do jovem cearense foi fundamental para a sua escola: a iniciativa voluntária. Sabendo da necessidade das pessoas de sua região, Hiagor arrecadava materiais recicláveis em diversos pontos de coleta da cidade e os vendia. Com o dinheiro levantado, Hiagor ajudava projetos comunitários de Juazeiro.

Em 2013, o jovem representou o Estado na Conferência Nacional Infanto-juvenil pelo Meio Ambiente, em Brasília. “Foi algo que faz você mudar seu ponto de vista e voltar cheio de ideias”, afirma.

Na ocasião, Hiagor apresentou para a então presidente Dilma Rousseff (PT) e para a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, o projeto “Consciência e Ação: Óleo e Sabão”, que consiste na destinação correta do óleo de cozinha, já impossibilitado de ser utilizado. 

Na ação, o material era vendido em galões para indústrias fabricantes de sabão, no município de Juazeiro do Norte. Em seguida, o dinheiro era destinado para ações sociais, com crianças e jovens.

Empenho e dedicação

Quando questionado sobre quais motivos o levaram a participar da seleção, ele afirma que o ponto inicial ocorreu no início de 2015. “Eu vi uma matéria sobre uma jovem embaixadora aprovada e se preparando para viajar para os Estados Unidos”, revelou.

O aluno tentou aprovação para o ano de 2016, mas pelos entraves em relação à fluência no inglês, o sonho ficou pelo caminho. Foi então que, com o empenho para aprimorar seus conhecimentos orais e escritos na língua inglesa, Hiagor venceu uma das principais exigências para se tornar um Jovem Embaixador.

No próximo dia 13 de janeiro, o grupo de 50 pessoas embarcará para os Estados Unidos, onde terão a oportunidade de apresentar a cultura brasileira, representando sua região e seus costumes, além de conhecer autoridades norte-americanas, em Washington.

Os Jovens Embaixadores também terão a chance de acompanhar a posse do novo presidente norte-americano, durante o período que estarão em terras ianques. Quando questionado sobre os planos para o futuro, Hiagor afirma que “pretende fazer faculdade voltada para as relações exteriores”.