Volta a chover em Fortaleza depois de 1 mês e meio. Mas foi pouco, só 7mm
ALÍVIO AO CALOR

Volta a chover em Fortaleza depois de 1 mês e meio. Mas foi pouco, só 7mm

A última chuva registrada em Fortaleza foi no último dia 20 de julho, durante o período de pós estação chuvosa

Por Daniel Rocha em Cotidiano

6 de setembro de 2017 às 11:10

Há 2 semanas

Segundo a Funceme, as chuvas do mês de setembro costumam ser de baixa intensidade (FOTO: Daniel Rocha/Tribuna do Ceará)

A cidade de Fortaleza e a Região Metropolitana amanheceram sob chuva e ventos de velocidade média de 10,4km/h nesta quarta-feira (6), surpreendendo motoristas e pedestres. De acordo com os dados da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), a capital cearense registrou 7,3 milímetros, enquanto os municípios de Aquiraz e Pacatuba registraram 3 milímetros e de 1,2 milímetros respectivamente.

A previsão para o restante do dia é de nebulosidade variável com chuvas isoladas na faixa litorânea até o fim desta manhã. Já na região de Jaguaribara poderá ocorrer chuvas durante a tarde e à noite, conforme a Funceme.

O órgão explica que as precipitações desta quarta-feira foram causadas por instabilidades na atmosfera, formadas sobre o oceano Atlântico e se deslocando para o continente.

“Apesar de setembro ser um mês de poucas chuvas, com média de apenas 2,2 milímetros, a precipitação desta quarta está associada a áreas de instabilidade atmosférica que se formam no oceano Atlântico e se deslocam para o continente”, informou em nota. A previsão para este feriado desta quinta-feira (7) é de nebulosidade variável entre a madrugada e a manhã.

Segundo o órgão, as chuvas do mês de setembro correspondem a 0,5% das registradas durante o ano no Ceará. Por não estar dentro da quadra chuvosa do Estado, as precipitações desta época costumam ser de baixa intensidade e rápidas.

“As chuvas deste mês são tradicionalmente chamadas de chuva do caju, pois estão relacionadas ao início do cultivo do fruto”, acrescentou em nota a Funceme.

A última chuva registrada em Fortaleza foi no último dia 20 de julho, durante o período de pós estação chuvosa. A precipitação chegou a 52,8 mm, considerada a maior registrada nos últimos meses já que os meses de agosto e setembro apresentaram registros de chuvas consideráveis.

Publicidade

Dê sua opinião

ALÍVIO AO CALOR

Volta a chover em Fortaleza depois de 1 mês e meio. Mas foi pouco, só 7mm

A última chuva registrada em Fortaleza foi no último dia 20 de julho, durante o período de pós estação chuvosa

Por Daniel Rocha em Cotidiano

6 de setembro de 2017 às 11:10

Há 2 semanas

Segundo a Funceme, as chuvas do mês de setembro costumam ser de baixa intensidade (FOTO: Daniel Rocha/Tribuna do Ceará)

A cidade de Fortaleza e a Região Metropolitana amanheceram sob chuva e ventos de velocidade média de 10,4km/h nesta quarta-feira (6), surpreendendo motoristas e pedestres. De acordo com os dados da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), a capital cearense registrou 7,3 milímetros, enquanto os municípios de Aquiraz e Pacatuba registraram 3 milímetros e de 1,2 milímetros respectivamente.

A previsão para o restante do dia é de nebulosidade variável com chuvas isoladas na faixa litorânea até o fim desta manhã. Já na região de Jaguaribara poderá ocorrer chuvas durante a tarde e à noite, conforme a Funceme.

O órgão explica que as precipitações desta quarta-feira foram causadas por instabilidades na atmosfera, formadas sobre o oceano Atlântico e se deslocando para o continente.

“Apesar de setembro ser um mês de poucas chuvas, com média de apenas 2,2 milímetros, a precipitação desta quarta está associada a áreas de instabilidade atmosférica que se formam no oceano Atlântico e se deslocam para o continente”, informou em nota. A previsão para este feriado desta quinta-feira (7) é de nebulosidade variável entre a madrugada e a manhã.

Segundo o órgão, as chuvas do mês de setembro correspondem a 0,5% das registradas durante o ano no Ceará. Por não estar dentro da quadra chuvosa do Estado, as precipitações desta época costumam ser de baixa intensidade e rápidas.

“As chuvas deste mês são tradicionalmente chamadas de chuva do caju, pois estão relacionadas ao início do cultivo do fruto”, acrescentou em nota a Funceme.

A última chuva registrada em Fortaleza foi no último dia 20 de julho, durante o período de pós estação chuvosa. A precipitação chegou a 52,8 mm, considerada a maior registrada nos últimos meses já que os meses de agosto e setembro apresentaram registros de chuvas consideráveis.