Após forte chuva, viatura da PM é engolida por cratera e prédio em Fortaleza desaba

TRANSTORNOS

Após forte chuva, viatura da PM é engolida por cratera e prédio em Fortaleza desaba

A chuva trouxe transtornos, como viatura presa em cratera, prédio que desabou e túnel alagado, impossibilitando passagem de carros

Por Hayanne Narlla em Cotidiano

11 de Abril de 2017 às 09:00

Há 8 meses

*Atualizada ás 11h05

carro-policia-cratera-horizontal

Viatura do Ronda fica presa em cratera (FOTO: Reprodução)

A forte chuva, durante a madrugada desta terça-feira (11), gerou alagamentos e transtornos na Região Metropolitana de Fortaleza. Somente na capital cearense, de meia-noite às 8h de terça, foram 86,4 milímetros de precipitação.

De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recurso Hídricos (Funceme), choveu em 68 municípios das 7h de segunda-feira (10) até as 7h deste terça. Paracuru foi a cidade com maior incidência de chuva, com 109.0 mm registrados. Em seguida, aparecem Pacatuba, com 84.8 mm, e Paraipaba, com 83 mm.

Em Fortaleza, o túnel do Mondubim alagou, impossibilitando a passagem de carros. No Centro, um prédio desabou na esquina das ruas Liberato Barroso com Tereza Cristina. Não há informações de feridos. O barulho assustou os vizinhos.

Já por volta das 5h, um carro do Ronda do Quarteirão foi engolido por uma cratera na Avenida VIII no Jereissati I, em Maracanaú. Motoristas que passavam pelo local registraram a cena.

Ainda segundo a Funceme, a previsão é de céu nublado com chuva ao longo do dia. Já na quarta-feira (12), a previsão é de nebulosidade variável com chuva durante a madrugada e o início da manhã. No decorrer do dia, céu nublado.

Atualização

Em nota, a Prefeitura de Maracanaú ressaltou que o buraco na Avenida VIII, onde ocorreu o incidente com a viatura do Ronda, é de responsabilidade da Cagece. “A empresa estava executando uma ação para corrigir uma fuga de água (vazamento). O problema já tinha sido resolvido. O local estava sinalizado com placa e cerca de isolamento. Estava agendada para hoje, 11, a recuperação do asfalto. Devido às fortes chuvas, essa ação teve que ser adiada e será retomada o mais rápido possível, assim que houver uma trégua neste inverno”.

Confira os vídeos

Viatura engolida por cratera


Prédio que desabou no Centro

Túnel alagado

Publicidade

Dê sua opinião

TRANSTORNOS

Após forte chuva, viatura da PM é engolida por cratera e prédio em Fortaleza desaba

A chuva trouxe transtornos, como viatura presa em cratera, prédio que desabou e túnel alagado, impossibilitando passagem de carros

Por Hayanne Narlla em Cotidiano

11 de Abril de 2017 às 09:00

Há 8 meses

*Atualizada ás 11h05

carro-policia-cratera-horizontal

Viatura do Ronda fica presa em cratera (FOTO: Reprodução)

A forte chuva, durante a madrugada desta terça-feira (11), gerou alagamentos e transtornos na Região Metropolitana de Fortaleza. Somente na capital cearense, de meia-noite às 8h de terça, foram 86,4 milímetros de precipitação.

De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recurso Hídricos (Funceme), choveu em 68 municípios das 7h de segunda-feira (10) até as 7h deste terça. Paracuru foi a cidade com maior incidência de chuva, com 109.0 mm registrados. Em seguida, aparecem Pacatuba, com 84.8 mm, e Paraipaba, com 83 mm.

Em Fortaleza, o túnel do Mondubim alagou, impossibilitando a passagem de carros. No Centro, um prédio desabou na esquina das ruas Liberato Barroso com Tereza Cristina. Não há informações de feridos. O barulho assustou os vizinhos.

Já por volta das 5h, um carro do Ronda do Quarteirão foi engolido por uma cratera na Avenida VIII no Jereissati I, em Maracanaú. Motoristas que passavam pelo local registraram a cena.

Ainda segundo a Funceme, a previsão é de céu nublado com chuva ao longo do dia. Já na quarta-feira (12), a previsão é de nebulosidade variável com chuva durante a madrugada e o início da manhã. No decorrer do dia, céu nublado.

Atualização

Em nota, a Prefeitura de Maracanaú ressaltou que o buraco na Avenida VIII, onde ocorreu o incidente com a viatura do Ronda, é de responsabilidade da Cagece. “A empresa estava executando uma ação para corrigir uma fuga de água (vazamento). O problema já tinha sido resolvido. O local estava sinalizado com placa e cerca de isolamento. Estava agendada para hoje, 11, a recuperação do asfalto. Devido às fortes chuvas, essa ação teve que ser adiada e será retomada o mais rápido possível, assim que houver uma trégua neste inverno”.

Confira os vídeos

Viatura engolida por cratera


Prédio que desabou no Centro

Túnel alagado