Tribuna do Ceará é finalista do Prêmio Cidadania Judiciária de Jornalismo


Tribuna do Ceará é finalista do Prêmio Cidadania Judiciária de Jornalismo

Os dois finalistas da categoria Imprensa/Internet são: portal Tribuna do Ceará e blog Verminosos por Futebol

Por Rosana Romão em Cotidiano

21 de novembro de 2014 às 16:23

Há 4 anos
Hotsite finalista foi publicado em julho de 2014 (FOTO: Tribuna do Ceará/Emílio Moreno)

Hotsite finalista foi publicado em julho de 2014 (FOTO: Tribuna do Ceará/Emílio Moreno)

O portal Tribuna do Ceará foi classificado como finalista do “Prêmio Cidadania Judiciária“, instituído pelo Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJ-CE), em parceria com a Fundação Demócrito Rocha (FDR), na categoria Imprensa/Internet com o hotsite Trabalho Infantil. Os finalistas, Tribuna do Ceará e Verminosos por Futebol foram divulgados nessa quinta-feira 920) no site da FDR.

O Especial aborda, em seis reportagens, a situação do trabalho infantil no Ceará e as ações dos órgãos de Justiça para evitar e erradicar tal crime. O conteúdo foi publicado na última semana do mês de julho e contou com a participação de Felipe Lima, Roberta Tavares, Lucas Catrib, Rosana Romão, Hayanne Narlla, Tiago Leite e Marcella Ruchet.

O Prêmio Cidadania Judiciária tem por objetivo reconhecer e estimular a produção de textos, redações, trabalhos acadêmicos, matérias e reportagens que valorizem os eixos de acesso à Justiça, ao exercício da cidadania, aos direitos sociais, à transparência republicana, à inclusão e à responsabilidade social.

O prêmio é destinado a professores em exercício e alunos das escolas públicas regularmente matriculados no ensino médio da rede pública de educação do Ceará; profissionais da imprensa com atuação em veículos de comunicação do Ceará (mídia impressa, radiofônica, televisiva, web e mídia comunitária); e professores, profissionais e graduandos de instituições de ensino superior, públicas e privadas, com sede no estado do Ceará.

Sobre o hotsite

Atualmente sabe-se que  a exploração do trabalho de crianças e adolescentes é uma das mais perversas formas de violação de direitos humanos, pois lhes retiram a formação escolar, o desenvolvimento saudável e a cidadania. Mas ações de combate estão a todo vapor para erradicação do problema.

O hotsite conta, além das reportagens, com conteúdo multimídia e infografia. Foram abordados os seguintes temas:
– O que diz a Lei sobre o estágio e a aprendizagem;
– O trabalho de artistas mirins no circo e a Constituição Federal;
– Números do Trabalho Infantil no Ceará e as ações de combate ao crime;
– A proteção contra a exploração de jovens atletas;
– A atuação do judiciário no combate a trabalho infantil;
– A legislação e a propaganda com atores mirins.

Prêmio em dobro

O jornalista Rafael Luís Azevedo, editor de conteúdo do Tribuna do Ceará também é finalista do prêmio com a reportagem “O Brasil que não verá a Copa – Histórias de brasileiros que não sabem o que é energia elétrica”, veiculado no Verminosos Por Futebol. A reportagem percorreu 1.300 km no sertão cearense para mostrar a rotina de quem não tem energia elétrica. O conteúdo foi feito em parceria com a Agência Pública, e depois republicada em veículos como UOL, Tribuna do Ceará e a revista francesa Courrier International.

Os trabalhos contemplados em todas as categorias serão publicados na Revista Prêmio Cidadania Judiciária e no site. A solenidade de entrega acontecerá, no dia 3 de dezembro às 10h, no auditório principal do Tribunal de Justiça.

Publicidade

Dê sua opinião

Tribuna do Ceará é finalista do Prêmio Cidadania Judiciária de Jornalismo

Os dois finalistas da categoria Imprensa/Internet são: portal Tribuna do Ceará e blog Verminosos por Futebol

Por Rosana Romão em Cotidiano

21 de novembro de 2014 às 16:23

Há 4 anos
Hotsite finalista foi publicado em julho de 2014 (FOTO: Tribuna do Ceará/Emílio Moreno)

Hotsite finalista foi publicado em julho de 2014 (FOTO: Tribuna do Ceará/Emílio Moreno)

O portal Tribuna do Ceará foi classificado como finalista do “Prêmio Cidadania Judiciária“, instituído pelo Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJ-CE), em parceria com a Fundação Demócrito Rocha (FDR), na categoria Imprensa/Internet com o hotsite Trabalho Infantil. Os finalistas, Tribuna do Ceará e Verminosos por Futebol foram divulgados nessa quinta-feira 920) no site da FDR.

O Especial aborda, em seis reportagens, a situação do trabalho infantil no Ceará e as ações dos órgãos de Justiça para evitar e erradicar tal crime. O conteúdo foi publicado na última semana do mês de julho e contou com a participação de Felipe Lima, Roberta Tavares, Lucas Catrib, Rosana Romão, Hayanne Narlla, Tiago Leite e Marcella Ruchet.

O Prêmio Cidadania Judiciária tem por objetivo reconhecer e estimular a produção de textos, redações, trabalhos acadêmicos, matérias e reportagens que valorizem os eixos de acesso à Justiça, ao exercício da cidadania, aos direitos sociais, à transparência republicana, à inclusão e à responsabilidade social.

O prêmio é destinado a professores em exercício e alunos das escolas públicas regularmente matriculados no ensino médio da rede pública de educação do Ceará; profissionais da imprensa com atuação em veículos de comunicação do Ceará (mídia impressa, radiofônica, televisiva, web e mídia comunitária); e professores, profissionais e graduandos de instituições de ensino superior, públicas e privadas, com sede no estado do Ceará.

Sobre o hotsite

Atualmente sabe-se que  a exploração do trabalho de crianças e adolescentes é uma das mais perversas formas de violação de direitos humanos, pois lhes retiram a formação escolar, o desenvolvimento saudável e a cidadania. Mas ações de combate estão a todo vapor para erradicação do problema.

O hotsite conta, além das reportagens, com conteúdo multimídia e infografia. Foram abordados os seguintes temas:
– O que diz a Lei sobre o estágio e a aprendizagem;
– O trabalho de artistas mirins no circo e a Constituição Federal;
– Números do Trabalho Infantil no Ceará e as ações de combate ao crime;
– A proteção contra a exploração de jovens atletas;
– A atuação do judiciário no combate a trabalho infantil;
– A legislação e a propaganda com atores mirins.

Prêmio em dobro

O jornalista Rafael Luís Azevedo, editor de conteúdo do Tribuna do Ceará também é finalista do prêmio com a reportagem “O Brasil que não verá a Copa – Histórias de brasileiros que não sabem o que é energia elétrica”, veiculado no Verminosos Por Futebol. A reportagem percorreu 1.300 km no sertão cearense para mostrar a rotina de quem não tem energia elétrica. O conteúdo foi feito em parceria com a Agência Pública, e depois republicada em veículos como UOL, Tribuna do Ceará e a revista francesa Courrier International.

Os trabalhos contemplados em todas as categorias serão publicados na Revista Prêmio Cidadania Judiciária e no site. A solenidade de entrega acontecerá, no dia 3 de dezembro às 10h, no auditório principal do Tribunal de Justiça.