Quem chega a uma mesa pode comer a comida dos outros? Consultor de etiqueta orienta

REGRA DE ETIQUETA

Quem chega a uma mesa pode comer a comida dos outros? Consultor de etiqueta orienta

Em Fortaleza, dois grupos entraram em uma grande confusão após o consumo de alimentos que já estavam servidos em uma mesa

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

9 de Janeiro de 2018 às 16:01

Há 6 meses

Dividir comida pode acabar se tornando um problema (FOTO: Emmy Smith)

A vida em sociedade exige uma série de normas para uma boa convivência. O comportamento à mesa é um dos pontos mais importantes das regras de etiqueta.

Segundo o jornalista e especialista em etiqueta, Lúcio Brasileiro, as normas existem para tornar a convivência mais fácil. “A etiqueta social foi feita para facilitar a vida, não para complicar”.

O Tribuna do Ceará ouviu o especialista depois que um caso em Fortaleza ganhou as redes sociais. Dois grupos entraram em uma grande confusão, com direito a arremessos de copos, de guardanapos, tapas e até puxão de cabelo. Tudo aconteceu devido ao consumo de alimentos já servidos em uma mesa do estabelecimento. A pergunta que não quer calar é: quem chega a uma mesa pode comer o que já estava servido?

Para o especialista, a resposta é sim! Segundo Lúcio Brasileiro, as pessoas que estão sentadas devem receber bem as que chegarem depois. “O importante é deixar as pessoas que chegaram depois bem à vontade. Você deve se apresentar e tentar inserir essas pessoas na conversa”.

“Comida não é feita para esperar. Comida esfria e vai perdendo a graça, o correto é a pessoa se servir”, revela o especialista. A polêmica de dividir ou não o alimento pode ser resolvida de maneira amigável, sem deixar nenhuma pessoa em situação desconfortável.

Vale lembrar que, pelas regras de etiqueta, não é correto cumprimentar com a mão, apenas com a cabeça, durante uma refeição.

Publicidade

Dê sua opinião

REGRA DE ETIQUETA

Quem chega a uma mesa pode comer a comida dos outros? Consultor de etiqueta orienta

Em Fortaleza, dois grupos entraram em uma grande confusão após o consumo de alimentos que já estavam servidos em uma mesa

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

9 de Janeiro de 2018 às 16:01

Há 6 meses

Dividir comida pode acabar se tornando um problema (FOTO: Emmy Smith)

A vida em sociedade exige uma série de normas para uma boa convivência. O comportamento à mesa é um dos pontos mais importantes das regras de etiqueta.

Segundo o jornalista e especialista em etiqueta, Lúcio Brasileiro, as normas existem para tornar a convivência mais fácil. “A etiqueta social foi feita para facilitar a vida, não para complicar”.

O Tribuna do Ceará ouviu o especialista depois que um caso em Fortaleza ganhou as redes sociais. Dois grupos entraram em uma grande confusão, com direito a arremessos de copos, de guardanapos, tapas e até puxão de cabelo. Tudo aconteceu devido ao consumo de alimentos já servidos em uma mesa do estabelecimento. A pergunta que não quer calar é: quem chega a uma mesa pode comer o que já estava servido?

Para o especialista, a resposta é sim! Segundo Lúcio Brasileiro, as pessoas que estão sentadas devem receber bem as que chegarem depois. “O importante é deixar as pessoas que chegaram depois bem à vontade. Você deve se apresentar e tentar inserir essas pessoas na conversa”.

“Comida não é feita para esperar. Comida esfria e vai perdendo a graça, o correto é a pessoa se servir”, revela o especialista. A polêmica de dividir ou não o alimento pode ser resolvida de maneira amigável, sem deixar nenhuma pessoa em situação desconfortável.

Vale lembrar que, pelas regras de etiqueta, não é correto cumprimentar com a mão, apenas com a cabeça, durante uma refeição.