Banho terapêutico faz bebês prematuros relaxaram após período em UTI

BANHO DE BALDE

Que técnica de banho é essa que viralizou em vídeo de maternidade de Fortaleza?

O banho é recomendado para bebês prematuros entre 34 e 37 semanas que passaram por um longo período na UTI

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

27 de novembro de 2018 às 07:15

Há 2 semanas
O banho terapêutico é feito em bebês entre 34 e 37 semanas (FOTO: Reprodução/ Youtube Complexo Hospitalar da UFC)

O banho terapêutico é feito em bebês entre 34 e 37 semanas (FOTO: Reprodução/ Youtube Complexo Hospitalar da UFC)

Uma técnica utilizada na Maternidade Escola Assis Chateaubriand , de Fortaleza, faz bebês relaxarem e voltarem a posição fetal. O banho terapêutico é utilizado em bebês que sofrem com os procedimentos do período em que passaram na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

De acordo com a enfermeira Roselise Saraiva, o banho é realizado semanalmente e indicado para bebês que tenham entre 34 e 37 semanas. “Faz o bebê ficar mais relaxado, para que ele comece a resgatar a memória de quando estava no ventre materno”.

Ela comenta que um dos principais objetivos do banho é resgatar a memória que está registrado no corpo. “Para que ele consiga superar os momentos dolorosos de quando ele esteve na UTI, principalmente nos procedimentos, no afastamento dos pais. O banho é feito para que ele volte no tempo e comece uma nova caminhada”.

Durante o banho é necessário que a água esteja morna e também que se utilize sabonete líquido neutro. “Um outro elemento é a música. A gente coloca uma suave, de bebê ou da natureza, principalmente com sons da água”. O bebê de início fica enrolado em um pano e, após se sentir relaxado, é deixado somente em contato com a água.

Roselise comenta que outro aspecto importante é o auxílio no bem-estar do recém-nascido. “Alguns bebês prematuros que permaneceram muito tempo na unidade neonatal têm dificuldades para entrar em sono profundo, para relaxarem”.

O banho também é utilizado em bebês maiores. “Também auxilia o período das cólicas, mas nesses casos, pode-se realizar o balde ofurô, para movimentação melhor das perninhas”. O trabalho multidisciplinar que a maternidade escola desenvolve para recuperação dos bebês envolve além de pediatras, médicos, enfermeiros, psicólogos e fisioterapeuta.

Veja o vídeo:

Haja coração para tantas emoções nessa #SemanadaPrematuridadedaMEAC ! O bebê prematuro João Pedro ficou tão relaxado no banho terapêutico que voltou à posição fetal. A enfermeira Roselice Saraiva e a mamãe Daniele Freitas dividem essa emoção com vocês 👶♥️

Posted by Complexo Hospitalar da UFC on Tuesday, November 13, 2018

Publicidade

Dê sua opinião

BANHO DE BALDE

Que técnica de banho é essa que viralizou em vídeo de maternidade de Fortaleza?

O banho é recomendado para bebês prematuros entre 34 e 37 semanas que passaram por um longo período na UTI

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

27 de novembro de 2018 às 07:15

Há 2 semanas
O banho terapêutico é feito em bebês entre 34 e 37 semanas (FOTO: Reprodução/ Youtube Complexo Hospitalar da UFC)

O banho terapêutico é feito em bebês entre 34 e 37 semanas (FOTO: Reprodução/ Youtube Complexo Hospitalar da UFC)

Uma técnica utilizada na Maternidade Escola Assis Chateaubriand , de Fortaleza, faz bebês relaxarem e voltarem a posição fetal. O banho terapêutico é utilizado em bebês que sofrem com os procedimentos do período em que passaram na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

De acordo com a enfermeira Roselise Saraiva, o banho é realizado semanalmente e indicado para bebês que tenham entre 34 e 37 semanas. “Faz o bebê ficar mais relaxado, para que ele comece a resgatar a memória de quando estava no ventre materno”.

Ela comenta que um dos principais objetivos do banho é resgatar a memória que está registrado no corpo. “Para que ele consiga superar os momentos dolorosos de quando ele esteve na UTI, principalmente nos procedimentos, no afastamento dos pais. O banho é feito para que ele volte no tempo e comece uma nova caminhada”.

Durante o banho é necessário que a água esteja morna e também que se utilize sabonete líquido neutro. “Um outro elemento é a música. A gente coloca uma suave, de bebê ou da natureza, principalmente com sons da água”. O bebê de início fica enrolado em um pano e, após se sentir relaxado, é deixado somente em contato com a água.

Roselise comenta que outro aspecto importante é o auxílio no bem-estar do recém-nascido. “Alguns bebês prematuros que permaneceram muito tempo na unidade neonatal têm dificuldades para entrar em sono profundo, para relaxarem”.

O banho também é utilizado em bebês maiores. “Também auxilia o período das cólicas, mas nesses casos, pode-se realizar o balde ofurô, para movimentação melhor das perninhas”. O trabalho multidisciplinar que a maternidade escola desenvolve para recuperação dos bebês envolve além de pediatras, médicos, enfermeiros, psicólogos e fisioterapeuta.

Veja o vídeo:

Haja coração para tantas emoções nessa #SemanadaPrematuridadedaMEAC ! O bebê prematuro João Pedro ficou tão relaxado no banho terapêutico que voltou à posição fetal. A enfermeira Roselice Saraiva e a mamãe Daniele Freitas dividem essa emoção com vocês 👶♥️

Posted by Complexo Hospitalar da UFC on Tuesday, November 13, 2018