Projeto de lei quer proibir nomes de ruas com pessoas condenadas a crimes de corrupção

PUNIÇÃO

Projeto de lei quer proibir nomes de ruas com pessoas condenadas por corrupção

O projeto de lei é uma iniciativa do vereador Célio Studart (SD), e já foi aprovado na Câmara Municipal

Por Tribuna Bandnews FM em Cotidiano

8 de novembro de 2017 às 06:55

Há 2 semanas
O projeto de lei é uma iniciativa do vereador Célio Studart (FOTO: Divulgação)

O projeto de lei é uma iniciativa do vereador Célio Studart (FOTO: Divulgação)

Segue para a sanção do prefeito Roberto Cláudio a lei que proíbe atribuir o nome de pessoas condenadas por crime de corrupção ruas, avenidas, praças e bairros de Fortaleza.

O projeto de lei complementar 34/2017 é uma iniciativa do vereador Célio Studart (SD), e foi aprovado na Câmara Municipal, na última terça feira (31). A Tribuna BandNews FM foi às ruas ouvir a opinião das pessoas. Os entrevistados concordam com a nova proposta.

A nova lei, no entanto, não muda nomes já existentes. Também não é possível por lei homenagear pessoas vivas. Qualquer pessoa pode contestar as nomenclaturas que não sigam os critérios da nova legislação.

Ouça a opinião das pessoas em entrevista à Rádio Tribuna BandNews FM:

Publicidade

Dê sua opinião

PUNIÇÃO

Projeto de lei quer proibir nomes de ruas com pessoas condenadas por corrupção

O projeto de lei é uma iniciativa do vereador Célio Studart (SD), e já foi aprovado na Câmara Municipal

Por Tribuna Bandnews FM em Cotidiano

8 de novembro de 2017 às 06:55

Há 2 semanas
O projeto de lei é uma iniciativa do vereador Célio Studart (FOTO: Divulgação)

O projeto de lei é uma iniciativa do vereador Célio Studart (FOTO: Divulgação)

Segue para a sanção do prefeito Roberto Cláudio a lei que proíbe atribuir o nome de pessoas condenadas por crime de corrupção ruas, avenidas, praças e bairros de Fortaleza.

O projeto de lei complementar 34/2017 é uma iniciativa do vereador Célio Studart (SD), e foi aprovado na Câmara Municipal, na última terça feira (31). A Tribuna BandNews FM foi às ruas ouvir a opinião das pessoas. Os entrevistados concordam com a nova proposta.

A nova lei, no entanto, não muda nomes já existentes. Também não é possível por lei homenagear pessoas vivas. Qualquer pessoa pode contestar as nomenclaturas que não sigam os critérios da nova legislação.

Ouça a opinião das pessoas em entrevista à Rádio Tribuna BandNews FM: