Prefeito anuncia projeto para garantir mais segurança no trânsito no entorno de escolas

CAMINHOS DA ESCOLA

Prefeito anuncia projeto para garantir mais segurança no trânsito no entorno de escolas

O projeto Caminhos da Escola vai mapear quais são as regiões com escolas com os maiores índices de acidentes de trânsito no município

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

26 de dezembro de 2018 às 14:12

Há 4 semanas
(FOTO: Fernanda Moura/Tribuna do Ceará)

O projeto visa garantir a segurança viária no entorno das escolas (FOTO: Fernanda Moura/Tribuna do Ceará)

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) anunciou o projeto Caminhos da Escola, que visa melhorar a segurança viária entorno das instituições de ensino. A promessa foi dada nesta quarta-feira (26), durante entrevista à Rádio Tribuna Band News.

De acordo com o prefeito, algumas escolas estão inseridas em vias com grande fluxo de carros e de alta velocidade. As ações serão semelhantes as do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, na Praia de Iracema.

O prefeito também anunciou em entrevista a inauguração do viaduto e do BRT da avenida Aguanambi, neste sábado (29).

Índices de acidentes

O projeto Caminhos da Escola vai mapear quais são as escolas com os maiores índices de acidentes de trânsito no município. Ao ter esse mapeamento, o entorno irá receber intervenções urbanas para garantir maior segurança aos alunos.

“Terá redutor de velocidade, faixas de pedestres elevadas e, se for o caso, semáforos. Vamos pintar calçadas para ficarem mais largas e mais seguras”, explica.

Já nas instituições com nível de risco médio, será implantado apenas redutor de velocidade, faixas de pedestres e semáforos. O projeto também prevê a regulamentação dos estacionamentos, a iluminação na região das escolas e apresentar conteúdos de educação de trânsito para os estudantes.

“Vamos levantar a frequência de acidente, o tipo de acidente e se é fatal ou não fatal”, aponta. A intervenção deve ocorrer no início de 2019.

Veja outros pontos abordados pelo prefeito

Inauguração do BRT da Aguanambi

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) também anunciou a inauguração do BRT (Bus Rapid Transit) e do viaduto da avenida Aguanambi, no bairro de Fátima, neste sábado (29). Com as obras concluídas, nove linhas irão transitar pelo corredor central da via e os passageiros irão fazer o embarque e o desembarque nos coletivos por meio das estações.

De acordo com a Prefeitura, serão 71 ônibus por hora, transportando uma média de 46 mil passageiros. As outras linhas continuarão a transitar pela via lateral da avenida provisoriamente.

“Neste sábado, iremos entregar a avenida Aguanambi e, o mais importante, com os corredores de ônibus funcionando”, declarou Roberto Cláudio. O sistema de transporte implantado na Aguanambi deve ser estendido até o km 12 da BR-116. De acordo com o prefeito, a previsão é que a rodovia se torne uma avenida e possua semáforos. As obras devem iniciar no próximo ano, por volta dos meses de março e abril.

“Vai deixar de ser BR para se tornar avenida, vai ter velocidade reduzida e terá semáforo. O entorno da BR tem um uso muito precário e, com a avenida, você permite um novo corredor de urbanização da região”, destaca.

Além da municipalização da BR, o prefeito anunciou também a duplicação do viaduto da avenida Alberto Craveiro sobre a rodovia federal. As obras estão em processo de licitação.

Ônibus sem cobradores

“É um assunto entre os sindicatos das empresas e dos funcionários. A nossa tarefa é garantir que os trabalhadores tenham os seus direitos trabalhistas. Estamos acompanhando esse processo. A ideia é que haja uma maior e melhor eficiência nesse sistema. Há linhas em que 75% dos usuários usam o dinheiro eletrônico. É para avaliar se vai trazer mais comodidade ao usuário e se há mais ou menos assaltos. Por enquanto, nada será feito sem que duas condições sejam levadas em conta: a eficiência e a garantia do direito do trabalhador”, posicionou-se o prefeito sobre a circulação de ônibus sem trocadores.

Zona Azul

“A gente está expandindo a Zona Azul, e gostaria de ressaltar que não uma existe política perfeita. A Prefeitura constitui ações baseadas na melhor evidência, mas lá na ponta quando é implantada tem uma nuance que coloca em xeque o projeto. Estou aberto a receber críticas. A proposta da Zona Azul não é arrecadar dinheiro, mas garantir que a rotatividade em centros comerciais seja garantida. Esse é o princípio da Zona Azul. Onde tem um prédio comercial do lado, há vagas e essas vagas são ocupadas por pessoas que deixam o carro lá o dia inteiro. Então, aquela vaga não serve ao interesse da rotatividade para as áreas comerciais. Em horário de corrida no início da manhã, faria sentido a não exigência da Zona Azul. Essas correções estamos fazendo”, ressalta.

Pavimentação

“A gente investiu R$ 65 milhões somente em pavimentação, sendo 50% a mais do que em 2017. O nosso déficit é grande e ainda é preciso mais. Próximo ano, a gente estima R$ 70 milhões em pavimentação. Então, a gente vai fazer recapeamento a partir do fim de maio e não adianta fazer em épocas de chuvas. Até esse período, faremos apenas tapa buracos e ações emergenciais”, explica.

Alvarás de funcionamento

“Todas as questões foram solucionadas judicialmente. A Prefeitura teve ganho de causa em todas as situações. Houve todo o tipo de manipulação de informação sobre os alvarás de funcionamento. O meu papel é fazer cumprir a lei e pensar no coletivo. Em Fortaleza, 85% dos negócios pagaram uma média de R$ 385 por ano de alvará. E pelo contrário, a cidade teve mais abertura de negócios”, frisa.

Confira a entrevista do prefeito Roberto Cláudio à Tribuna Band News:

 

Publicidade

Dê sua opinião

CAMINHOS DA ESCOLA

Prefeito anuncia projeto para garantir mais segurança no trânsito no entorno de escolas

O projeto Caminhos da Escola vai mapear quais são as regiões com escolas com os maiores índices de acidentes de trânsito no município

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

26 de dezembro de 2018 às 14:12

Há 4 semanas
(FOTO: Fernanda Moura/Tribuna do Ceará)

O projeto visa garantir a segurança viária no entorno das escolas (FOTO: Fernanda Moura/Tribuna do Ceará)

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) anunciou o projeto Caminhos da Escola, que visa melhorar a segurança viária entorno das instituições de ensino. A promessa foi dada nesta quarta-feira (26), durante entrevista à Rádio Tribuna Band News.

De acordo com o prefeito, algumas escolas estão inseridas em vias com grande fluxo de carros e de alta velocidade. As ações serão semelhantes as do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, na Praia de Iracema.

O prefeito também anunciou em entrevista a inauguração do viaduto e do BRT da avenida Aguanambi, neste sábado (29).

Índices de acidentes

O projeto Caminhos da Escola vai mapear quais são as escolas com os maiores índices de acidentes de trânsito no município. Ao ter esse mapeamento, o entorno irá receber intervenções urbanas para garantir maior segurança aos alunos.

“Terá redutor de velocidade, faixas de pedestres elevadas e, se for o caso, semáforos. Vamos pintar calçadas para ficarem mais largas e mais seguras”, explica.

Já nas instituições com nível de risco médio, será implantado apenas redutor de velocidade, faixas de pedestres e semáforos. O projeto também prevê a regulamentação dos estacionamentos, a iluminação na região das escolas e apresentar conteúdos de educação de trânsito para os estudantes.

“Vamos levantar a frequência de acidente, o tipo de acidente e se é fatal ou não fatal”, aponta. A intervenção deve ocorrer no início de 2019.

Veja outros pontos abordados pelo prefeito

Inauguração do BRT da Aguanambi

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) também anunciou a inauguração do BRT (Bus Rapid Transit) e do viaduto da avenida Aguanambi, no bairro de Fátima, neste sábado (29). Com as obras concluídas, nove linhas irão transitar pelo corredor central da via e os passageiros irão fazer o embarque e o desembarque nos coletivos por meio das estações.

De acordo com a Prefeitura, serão 71 ônibus por hora, transportando uma média de 46 mil passageiros. As outras linhas continuarão a transitar pela via lateral da avenida provisoriamente.

“Neste sábado, iremos entregar a avenida Aguanambi e, o mais importante, com os corredores de ônibus funcionando”, declarou Roberto Cláudio. O sistema de transporte implantado na Aguanambi deve ser estendido até o km 12 da BR-116. De acordo com o prefeito, a previsão é que a rodovia se torne uma avenida e possua semáforos. As obras devem iniciar no próximo ano, por volta dos meses de março e abril.

“Vai deixar de ser BR para se tornar avenida, vai ter velocidade reduzida e terá semáforo. O entorno da BR tem um uso muito precário e, com a avenida, você permite um novo corredor de urbanização da região”, destaca.

Além da municipalização da BR, o prefeito anunciou também a duplicação do viaduto da avenida Alberto Craveiro sobre a rodovia federal. As obras estão em processo de licitação.

Ônibus sem cobradores

“É um assunto entre os sindicatos das empresas e dos funcionários. A nossa tarefa é garantir que os trabalhadores tenham os seus direitos trabalhistas. Estamos acompanhando esse processo. A ideia é que haja uma maior e melhor eficiência nesse sistema. Há linhas em que 75% dos usuários usam o dinheiro eletrônico. É para avaliar se vai trazer mais comodidade ao usuário e se há mais ou menos assaltos. Por enquanto, nada será feito sem que duas condições sejam levadas em conta: a eficiência e a garantia do direito do trabalhador”, posicionou-se o prefeito sobre a circulação de ônibus sem trocadores.

Zona Azul

“A gente está expandindo a Zona Azul, e gostaria de ressaltar que não uma existe política perfeita. A Prefeitura constitui ações baseadas na melhor evidência, mas lá na ponta quando é implantada tem uma nuance que coloca em xeque o projeto. Estou aberto a receber críticas. A proposta da Zona Azul não é arrecadar dinheiro, mas garantir que a rotatividade em centros comerciais seja garantida. Esse é o princípio da Zona Azul. Onde tem um prédio comercial do lado, há vagas e essas vagas são ocupadas por pessoas que deixam o carro lá o dia inteiro. Então, aquela vaga não serve ao interesse da rotatividade para as áreas comerciais. Em horário de corrida no início da manhã, faria sentido a não exigência da Zona Azul. Essas correções estamos fazendo”, ressalta.

Pavimentação

“A gente investiu R$ 65 milhões somente em pavimentação, sendo 50% a mais do que em 2017. O nosso déficit é grande e ainda é preciso mais. Próximo ano, a gente estima R$ 70 milhões em pavimentação. Então, a gente vai fazer recapeamento a partir do fim de maio e não adianta fazer em épocas de chuvas. Até esse período, faremos apenas tapa buracos e ações emergenciais”, explica.

Alvarás de funcionamento

“Todas as questões foram solucionadas judicialmente. A Prefeitura teve ganho de causa em todas as situações. Houve todo o tipo de manipulação de informação sobre os alvarás de funcionamento. O meu papel é fazer cumprir a lei e pensar no coletivo. Em Fortaleza, 85% dos negócios pagaram uma média de R$ 385 por ano de alvará. E pelo contrário, a cidade teve mais abertura de negócios”, frisa.

Confira a entrevista do prefeito Roberto Cláudio à Tribuna Band News: