Para evitar que pneus rasguem em buracos, mantenha a calibragem no peso máximo
PERÍODO CHUVOSO

Para evitar que pneus rasguem em buracos, mantenha a calibragem no peso máximo

Buracos, alagamentos e pista molhada são comuns nesse período de chuvas. Confira as dicas de especialista

Por Tribuna Bandnews FM em Cotidiano

14 de março de 2017 às 07:00

Há 2 semanas

Cuidado para não sofrer acidentes na época de chuva. (FOTO: Divulgação)

São vários os transtornos causados pelas chuvas nas ruas de Fortaleza. Buracos, alagamentos, pista molhada que possibilita acidentes. Então nunca é demais lembrar: atenção com a direção e o carro. O colunista especialista em automóveis Roberto Costa explica à Rádio Tribuna BandNews FM que o primeiro passo é fazer a manutenção do veículo.

“O pneu tem que estar calibrado e não pode estar muito gasto, muito careca. Menos de 3mm de sulco, ou de biscoito, como a gente chama, é muito arriscado”, atenta o colunista.

Uma dica para que os pneus não rasguem ao cair nos temidos buracos que se abrem nos asfalto após as precipitações é calibrá-los bem de acordo com o que diz o manual do seu carro. “Sempre calibre como diz o fabricante. Veja a calibragem para a carga máxima”, indica Roberto. Se o pneu não estiver bem cheio, ele pode cortar com o impacto ou as pancadas podem alterar o aro e fazer com que ele seque.

Parece óbvio, mas sempre tem alguém no prego, ou seja, com o carro sem funcionar, no meio do alagamento. Roberto Costa diz que isso acontece porque a água pode entrar no motor e, se absorvida, o prejuízo financeiro é bem grande. A dica, então, é nunca entrar em alagamentos que o nível da água chegue acima da metade da roda.

Ao passar com locais com água, mesmo respeitando a dica da altura da água no pneu, é preciso tomar cuidado com a passagem das marchas. Segundo o especialista, “o ideal é que você use uma marcha menor. Em um lugar que você passaria em 3ª, passe em 2ª, e acelerando para que essa água entre pelo escapamento”.

Roberto Costa lembra ainda que, quando se dirige na chuva, é necessário andar com a velocidade abaixo do normal para evitar deslizamentos e acidentes.

Saiba mais na reportagem de Ariane Cajazeiras para a Tribuna BandNews FM:

Publicidade

Dê sua opinião

PERÍODO CHUVOSO

Para evitar que pneus rasguem em buracos, mantenha a calibragem no peso máximo

Buracos, alagamentos e pista molhada são comuns nesse período de chuvas. Confira as dicas de especialista

Por Tribuna Bandnews FM em Cotidiano

14 de março de 2017 às 07:00

Há 2 semanas

Cuidado para não sofrer acidentes na época de chuva. (FOTO: Divulgação)

São vários os transtornos causados pelas chuvas nas ruas de Fortaleza. Buracos, alagamentos, pista molhada que possibilita acidentes. Então nunca é demais lembrar: atenção com a direção e o carro. O colunista especialista em automóveis Roberto Costa explica à Rádio Tribuna BandNews FM que o primeiro passo é fazer a manutenção do veículo.

“O pneu tem que estar calibrado e não pode estar muito gasto, muito careca. Menos de 3mm de sulco, ou de biscoito, como a gente chama, é muito arriscado”, atenta o colunista.

Uma dica para que os pneus não rasguem ao cair nos temidos buracos que se abrem nos asfalto após as precipitações é calibrá-los bem de acordo com o que diz o manual do seu carro. “Sempre calibre como diz o fabricante. Veja a calibragem para a carga máxima”, indica Roberto. Se o pneu não estiver bem cheio, ele pode cortar com o impacto ou as pancadas podem alterar o aro e fazer com que ele seque.

Parece óbvio, mas sempre tem alguém no prego, ou seja, com o carro sem funcionar, no meio do alagamento. Roberto Costa diz que isso acontece porque a água pode entrar no motor e, se absorvida, o prejuízo financeiro é bem grande. A dica, então, é nunca entrar em alagamentos que o nível da água chegue acima da metade da roda.

Ao passar com locais com água, mesmo respeitando a dica da altura da água no pneu, é preciso tomar cuidado com a passagem das marchas. Segundo o especialista, “o ideal é que você use uma marcha menor. Em um lugar que você passaria em 3ª, passe em 2ª, e acelerando para que essa água entre pelo escapamento”.

Roberto Costa lembra ainda que, quando se dirige na chuva, é necessário andar com a velocidade abaixo do normal para evitar deslizamentos e acidentes.

Saiba mais na reportagem de Ariane Cajazeiras para a Tribuna BandNews FM: