"Meu filho está em um cárcere privado", diz mãe de jovem internado em clínica psiquiátrica na Rússia

AFLIÇÃO

“Meu filho está em um cárcere privado”, diz mãe de jovem internado em clínica na Rússia

Leonardo Pestana foi detido e internado em uma clínica psiquiátrica na Rússia quando estava de volta ao Brasil. A mãe afirma que é impedida de ter contato com o filho

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

26 de junho de 2018 às 18:42

Há 3 meses
Homem em referência a "Meu filho está num cárcere privado", comenta mãe de rapaz internado em clinica psiquiátrica na Rússia

A mãe de Leonardo só teve contato com o rapaz uma única vez após sua internação (FOTO: Reprodução/ TV Jangadeiro)

O cearense Leonardo Pestana Dantas, de 27 anos, que foi detido na Rússia, ainda se encontra internado em uma clínica psiquiátrica. A mãe do jovem, Fátima Pestana, afirma que o filho está impedido de se comunicar com a família. “Ele está em cárcere privado. Não pode pegar no celular, não pode falar com a família, com a mãe, isso está errado”.

O caso aconteceu no dia 16 de junho, quando Leonardo estava no aeroporto de São Petersburgo, na Rússia, de volta ao Brasil, e foi detido. “Ele estava embarcando no aeroporto e, pelo áudio que me mandou, senti que ele estava surpreso com o que aconteceu. Ele não imaginava”.

Fátima só teve contato com o filho uma única vez, quando a Embaixada do Brasil na Rússia o encontrou internado. “Ele já tinha ido sabe Deus para quantos hospitais. Eu tive um contato com ele, mas ele mal falava. Perguntei: ‘por que você não me deu notícias?’. E ele só disse: ‘mais um dos contratempos que aconteceu comigo na Rússia”.

A mãe foi informada, pela Embaixada, que Leonardo teria que ficar hospitalizado mais três semanas. “Eles se contradizem muito, porque as mensagens que recebo da Embaixada dizem que ele está bem, com saúde e tranquilo”. Ainda segundo a mãe, a clínica afirma que ele teve um surto, está com problemas psicológicos e tem que fazer um tratamento.

A Embaixada do Brasil na Rússia auxilia a mãe, dando notícias e informações do filho. “Eu já ofereci que vou pegá-lo, que um médico vai comigo. Tem alguma coisa errada nisso. Eu tô achando muito estranho, por que não posso falar com meu filho?”.

Entenda o caso

O engenheiro ambiental Leonardo Pestana, de 27 anos, foi detido e internado em clínica psiquiátrica, no dia 16 de junho, quando retornava para o Brasil. Leonardo estava na Rússia para um curso de línguas com o intuito de tentar cursar faculdade de Medicina. Dias antes do embarque, ele já havia sido detido após um desentendimento durante aula no curso, mas liberado em seguida.

A mãe do rapaz ainda afirmou que ele voltou ao curso para pedir desculpas pelo ocorrido. Ainda assim, a instituição não aceitou que ele retornasse às aulas, que custaram em torno de R$ 10 mil.

Publicidade

Dê sua opinião

AFLIÇÃO

“Meu filho está em um cárcere privado”, diz mãe de jovem internado em clínica na Rússia

Leonardo Pestana foi detido e internado em uma clínica psiquiátrica na Rússia quando estava de volta ao Brasil. A mãe afirma que é impedida de ter contato com o filho

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

26 de junho de 2018 às 18:42

Há 3 meses
Homem em referência a "Meu filho está num cárcere privado", comenta mãe de rapaz internado em clinica psiquiátrica na Rússia

A mãe de Leonardo só teve contato com o rapaz uma única vez após sua internação (FOTO: Reprodução/ TV Jangadeiro)

O cearense Leonardo Pestana Dantas, de 27 anos, que foi detido na Rússia, ainda se encontra internado em uma clínica psiquiátrica. A mãe do jovem, Fátima Pestana, afirma que o filho está impedido de se comunicar com a família. “Ele está em cárcere privado. Não pode pegar no celular, não pode falar com a família, com a mãe, isso está errado”.

O caso aconteceu no dia 16 de junho, quando Leonardo estava no aeroporto de São Petersburgo, na Rússia, de volta ao Brasil, e foi detido. “Ele estava embarcando no aeroporto e, pelo áudio que me mandou, senti que ele estava surpreso com o que aconteceu. Ele não imaginava”.

Fátima só teve contato com o filho uma única vez, quando a Embaixada do Brasil na Rússia o encontrou internado. “Ele já tinha ido sabe Deus para quantos hospitais. Eu tive um contato com ele, mas ele mal falava. Perguntei: ‘por que você não me deu notícias?’. E ele só disse: ‘mais um dos contratempos que aconteceu comigo na Rússia”.

A mãe foi informada, pela Embaixada, que Leonardo teria que ficar hospitalizado mais três semanas. “Eles se contradizem muito, porque as mensagens que recebo da Embaixada dizem que ele está bem, com saúde e tranquilo”. Ainda segundo a mãe, a clínica afirma que ele teve um surto, está com problemas psicológicos e tem que fazer um tratamento.

A Embaixada do Brasil na Rússia auxilia a mãe, dando notícias e informações do filho. “Eu já ofereci que vou pegá-lo, que um médico vai comigo. Tem alguma coisa errada nisso. Eu tô achando muito estranho, por que não posso falar com meu filho?”.

Entenda o caso

O engenheiro ambiental Leonardo Pestana, de 27 anos, foi detido e internado em clínica psiquiátrica, no dia 16 de junho, quando retornava para o Brasil. Leonardo estava na Rússia para um curso de línguas com o intuito de tentar cursar faculdade de Medicina. Dias antes do embarque, ele já havia sido detido após um desentendimento durante aula no curso, mas liberado em seguida.

A mãe do rapaz ainda afirmou que ele voltou ao curso para pedir desculpas pelo ocorrido. Ainda assim, a instituição não aceitou que ele retornasse às aulas, que custaram em torno de R$ 10 mil.