Mãe de 8 filhos pede ajuda após receber ordem de despejo em Fortaleza

"NÃO TENHO PRA ONDE IR"

Mãe de 7 filhos pede ajuda após receber ordem de despejo em Fortaleza

Maria Patrícia Diniz, de 32 anos, está grávida de oito meses, mora com a mãe e os sete filhos. Ela tem até o dia 20 de setembro para sair da casa

Por TV Jangadeiro em Cotidiano

10 de setembro de 2018 às 11:45

Há 1 mês
patricia-ajuda

Patrícia está prestes a ser despejada e pede ajuda para os oito filhos. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

É através de um bazar de roupas usadas que Maria Patrícia Diniz, de 32 anos, sustenta os sete filhos e a mãe, aposentada. Grávida de oito meses, ela mora em uma casa humilde na Rua Dr. Vale Costa, no bairro Antônio Bezerra, em Fortaleza. Ela diz ter mantido o pagamento em dia, mas recebeu ordem de despejo da Justiça por débito.

O motivo seria que a proprietária quer o imóvel de volta. Sem dinheiro, pede ajuda para ela e a família terem uma nova morada. As informações são do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.

O imóvel é simples. Patrícia, de 32 anos, a mãe Erbênia, de 61, e os sete filhos de 2, 5, 7, 8, 9, 12 e 15 anos moram há bastante tempo. Sem ter para onde ir, e com mais uma criança por vir, ela explica a situação.

“Ela (a proprietária) disse que não queria que a gente pagasse mais, que desocupasse o imóvel dela, que a gente queria porque queria ocupar. Ninguém quer ocupar, não. A gente só quer morar como a gente vinha morando, pagando direitinho, mas ela não quis. Não tenho pra onde ir” afirmou ela, que tem até o dia 20 de setembro para deixar o imóvel.

Patrícia procurou outro lugar para ir com a família, mas não tem condições financeiras de custear os valores iniciais do aluguel. A mãe, aposentada, recebia um benefício, mas ele foi bloqueado. Amigas estão fazendo campanha na internet e nos grupos de WhatsApp para arrecadar alimentos, roupas e colaboração para a mãe e seus filhos.

“Não sei mais o que fazer, estou desesperada. Veio uma moça deixar umas compras aqui hoje. Que Deus toque no coração das pessoas pra me ajudar e não criticar. Tenho filhos, mas não dei nenhum. Todos vivem comigo. Só não quero crítica. O apelo que faço agora é pelos meus filhos. Pelo menos uma casa e alimentos para eles”, disse.

Quem quiser ajudar Patrícia e a família dela pode entrar em contato com a produção do Barra Pesada (85-3466-2037) ou com ela própria através do número 99960-4636.

Confira a matéria no Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h10 desta segunda-feira (10).

Publicidade

Dê sua opinião

"NÃO TENHO PRA ONDE IR"

Mãe de 7 filhos pede ajuda após receber ordem de despejo em Fortaleza

Maria Patrícia Diniz, de 32 anos, está grávida de oito meses, mora com a mãe e os sete filhos. Ela tem até o dia 20 de setembro para sair da casa

Por TV Jangadeiro em Cotidiano

10 de setembro de 2018 às 11:45

Há 1 mês
patricia-ajuda

Patrícia está prestes a ser despejada e pede ajuda para os oito filhos. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

É através de um bazar de roupas usadas que Maria Patrícia Diniz, de 32 anos, sustenta os sete filhos e a mãe, aposentada. Grávida de oito meses, ela mora em uma casa humilde na Rua Dr. Vale Costa, no bairro Antônio Bezerra, em Fortaleza. Ela diz ter mantido o pagamento em dia, mas recebeu ordem de despejo da Justiça por débito.

O motivo seria que a proprietária quer o imóvel de volta. Sem dinheiro, pede ajuda para ela e a família terem uma nova morada. As informações são do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.

O imóvel é simples. Patrícia, de 32 anos, a mãe Erbênia, de 61, e os sete filhos de 2, 5, 7, 8, 9, 12 e 15 anos moram há bastante tempo. Sem ter para onde ir, e com mais uma criança por vir, ela explica a situação.

“Ela (a proprietária) disse que não queria que a gente pagasse mais, que desocupasse o imóvel dela, que a gente queria porque queria ocupar. Ninguém quer ocupar, não. A gente só quer morar como a gente vinha morando, pagando direitinho, mas ela não quis. Não tenho pra onde ir” afirmou ela, que tem até o dia 20 de setembro para deixar o imóvel.

Patrícia procurou outro lugar para ir com a família, mas não tem condições financeiras de custear os valores iniciais do aluguel. A mãe, aposentada, recebia um benefício, mas ele foi bloqueado. Amigas estão fazendo campanha na internet e nos grupos de WhatsApp para arrecadar alimentos, roupas e colaboração para a mãe e seus filhos.

“Não sei mais o que fazer, estou desesperada. Veio uma moça deixar umas compras aqui hoje. Que Deus toque no coração das pessoas pra me ajudar e não criticar. Tenho filhos, mas não dei nenhum. Todos vivem comigo. Só não quero crítica. O apelo que faço agora é pelos meus filhos. Pelo menos uma casa e alimentos para eles”, disse.

Quem quiser ajudar Patrícia e a família dela pode entrar em contato com a produção do Barra Pesada (85-3466-2037) ou com ela própria através do número 99960-4636.

Confira a matéria no Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h10 desta segunda-feira (10).