Justiça ouve testemunhas em investigação de morte de garoto arrastado por carro

CASO KAIC

Justiça ouve testemunhas em investigação de morte de garoto arrastado por carro

O caso completou 1 ano nesta semana. O garoto Kaic Roniele, de apenas 12 anos, foi atropelado e morto enquanto andava de bicicleta

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

25 de outubro de 2017 às 18:25

Há 4 semanas

A mãe do menino explicou ao programa Barra Pesada como tudo aconteceu (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro/Barra Pesada)

A morte do garoto Kaic Roniele, de apenas 12 anos, completou um ano nesta semana. O caso segue tramitando na justiça. Na manhã desta quarta-feira (25), uma audiência foi realizada para ouvir testemunhas do caso.

Três testemunhas de acusação foram ouvidas. A mãe e o tio da vítima também prestaram depoimento, na condição de informantes. Uma nova audiência acontecerá no dia 8 de novembro. Na ocasião será realizado o depoimento de um policial e o interrogatório da ré.

Atropelamento

O caso aconteceu no dia 23 de outubro de 2016. Kaic Roniele de Souza foi atropelado e morto enquanto andava de bicicleta na Avenida Godofredo Maciel. O menino foi socorrido por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu. A mulher que dirigia o carro não parou para prestar socorro.

A motorista não respeitou a prioridade que deveria ser dada aos ciclistas mesmo diante do alerta da mãe de Kaic. Segundo o Ministério Público do Ceará (MPCE), o automóvel passou por cima do corpo da criança e o arrastou por alguns metros. Até o momento, nenhum valor de indenização foi definido.

Publicidade

Dê sua opinião

CASO KAIC

Justiça ouve testemunhas em investigação de morte de garoto arrastado por carro

O caso completou 1 ano nesta semana. O garoto Kaic Roniele, de apenas 12 anos, foi atropelado e morto enquanto andava de bicicleta

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

25 de outubro de 2017 às 18:25

Há 4 semanas

A mãe do menino explicou ao programa Barra Pesada como tudo aconteceu (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro/Barra Pesada)

A morte do garoto Kaic Roniele, de apenas 12 anos, completou um ano nesta semana. O caso segue tramitando na justiça. Na manhã desta quarta-feira (25), uma audiência foi realizada para ouvir testemunhas do caso.

Três testemunhas de acusação foram ouvidas. A mãe e o tio da vítima também prestaram depoimento, na condição de informantes. Uma nova audiência acontecerá no dia 8 de novembro. Na ocasião será realizado o depoimento de um policial e o interrogatório da ré.

Atropelamento

O caso aconteceu no dia 23 de outubro de 2016. Kaic Roniele de Souza foi atropelado e morto enquanto andava de bicicleta na Avenida Godofredo Maciel. O menino foi socorrido por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu. A mulher que dirigia o carro não parou para prestar socorro.

A motorista não respeitou a prioridade que deveria ser dada aos ciclistas mesmo diante do alerta da mãe de Kaic. Segundo o Ministério Público do Ceará (MPCE), o automóvel passou por cima do corpo da criança e o arrastou por alguns metros. Até o momento, nenhum valor de indenização foi definido.