Incêndio atinge ONG cearense que cuida de cachorros abandonados

SUSTO

Incêndio atinge ONG cearense que cuida de cachorros abandonados

Alguns animais ficaram com irritação nos olhos devido à fumaça que atingiu o prédio

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

12 de setembro de 2017 às 09:23

Há 2 meses

O incêndio foi debelado às 15h desta segunda-feira, 11, com a ajuda do Corpo de Bombeiros (FOTO: Reprodução/Facebook)

Uma Organização Não-Governamental (ONG) que abriga animais abandonados teve seu terreno atingido por um incêndio na tarde desta segunda-feira (11), no município do Eusébio, na Região Metropolitana de Fortaleza.

No momento da ocorrência, a ONG Abrace estava cuidando de 34 cachorros, mas, por sorte, as chamas não alcançaram o prédio. Nenhum animal ficou ferido.

Até o momento, ainda não sabe as causas do incêndio. A coordenadora voluntária da Abrace, Cristiane Angélica, informou que utilizou toalhas molhadas nos canis e uma mangueira para tentar conter o fogo

Apesar de não ter atingido o prédio, a fumaça irritou os olhos dos cachorros, mas a veterinária prestou atendimento aos animais. O incêndio prejudicou a fiação elétrica e a vegetação do terreno do abrigo.

Posted by Cristiane Angélica on Monday, September 11, 2017

Publicidade

Dê sua opinião

SUSTO

Incêndio atinge ONG cearense que cuida de cachorros abandonados

Alguns animais ficaram com irritação nos olhos devido à fumaça que atingiu o prédio

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

12 de setembro de 2017 às 09:23

Há 2 meses

O incêndio foi debelado às 15h desta segunda-feira, 11, com a ajuda do Corpo de Bombeiros (FOTO: Reprodução/Facebook)

Uma Organização Não-Governamental (ONG) que abriga animais abandonados teve seu terreno atingido por um incêndio na tarde desta segunda-feira (11), no município do Eusébio, na Região Metropolitana de Fortaleza.

No momento da ocorrência, a ONG Abrace estava cuidando de 34 cachorros, mas, por sorte, as chamas não alcançaram o prédio. Nenhum animal ficou ferido.

Até o momento, ainda não sabe as causas do incêndio. A coordenadora voluntária da Abrace, Cristiane Angélica, informou que utilizou toalhas molhadas nos canis e uma mangueira para tentar conter o fogo

Apesar de não ter atingido o prédio, a fumaça irritou os olhos dos cachorros, mas a veterinária prestou atendimento aos animais. O incêndio prejudicou a fiação elétrica e a vegetação do terreno do abrigo.

Posted by Cristiane Angélica on Monday, September 11, 2017