Garoto que descobriu câncer ao fazer teste de gravidez havia pedido a namorada em casamento

SEPULTAMENTO

Garoto que descobriu câncer ao fazer teste de gravidez havia pedido a namorada em casamento

Torcedor do Ceará, Gerardo Filho fez o pedido de casamento num jogo. Fazia um ano que ele lutava contra um câncer raro

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

6 de novembro de 2018 às 10:39

Há 1 semana
Gerardo faleceu no último domingo (FOTO: Reprodução Nordestv)

Gerardo faleceu no último domingo (FOTO: Reprodução Nordestv)

Após mais de um ano lutando contra um câncer raro, o tumor de células germinativas (TCG), Gerardo Andrade Filho faleceu na noite do último domingo (4). O sepultamento aconteceu no cemitério Parque da Paz, no bairro Castelão, em Fortaleza, na tarde de segunda-feira (6). “É uma dor grande, mas eu sei que ele tá aqui do meu lado”, relata Lígia Bezerra, mãe de Gerardo.

Durante o sepultamento, a mãe contou que o filho fazia planos para o futuro. “Ele havia pedido a namorada dele em casamento, num jogo do Ceará. Ele tinha muitos planos. O que me dá força é saber que ele tá em um bom lugar. Quem é bom tem um lugar garantido no céu”, desabafa, emocionada.

Familiares e amigos estiveram reunidos para enterrar o corpo do jovem estudante de técnica em Enfermagem. Na última quinta-feira (1), Gerardo, começou a sentir dores e a ficar sem ar. Depois, foi internado e não resistiu, segundo relato de um parente. O rapaz faleceu por volta das 20 horas.

“É um momento difícil demais. Todos os dias eu tava com ele na batalha. Estava junto até a última hora, até o último suspiro dele. Ele é como um filho pra mim. Vai fazer uma falta muito grande”, revela Lucimar Bezerra, tia de Gerardo.

Entenda o caso

Gerardo foi diagnosticado com um tumor coriocarcinoma de células germinativas. Tipo raro, maligno, que muitas vezes surge a partir da placenta. Em 2017, diversas personalidades como Tirullipa e Whindersson Nunes fizeram vídeos pedindo ajuda para o jovem. Gerardo fez campanha na internet pedindo ajuda para custear tratamento.

A batalha contra a doença vem desde fevereiro de 2017, data do diagnóstico. O estudante sentia dores na região mediastinal — localizada no tórax, próximos aos pulmões — que imaginava ser efeito da musculação. Os analgésicos receitados por médicos não surtiam efeito e, pouco tempo depois, Gerardo começou a expectorar sangue. Tuberculose foi outro diagnóstico que se mostrou equivocado.

Certo dia, Gerardo resolveu fazer — por “gaiatice”, como conta a mãe —, um teste de gravidez de farmácia, em uma de suas aulas do curso técnico em Enfermagem. Por incrível que pareça, o teste deu positivo.

O conhecimento em enfermagem o fez desconfiar do resultado: se a alta do hormônio BHCG indica gravidez em mulheres, em homens pode indicar complicações sérias, como alguns tipo de câncer — embora não seja uma regra. Ele, então, buscou auxílio médico e uma biópsia confirmou o câncer.

Publicidade

Dê sua opinião

SEPULTAMENTO

Garoto que descobriu câncer ao fazer teste de gravidez havia pedido a namorada em casamento

Torcedor do Ceará, Gerardo Filho fez o pedido de casamento num jogo. Fazia um ano que ele lutava contra um câncer raro

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

6 de novembro de 2018 às 10:39

Há 1 semana
Gerardo faleceu no último domingo (FOTO: Reprodução Nordestv)

Gerardo faleceu no último domingo (FOTO: Reprodução Nordestv)

Após mais de um ano lutando contra um câncer raro, o tumor de células germinativas (TCG), Gerardo Andrade Filho faleceu na noite do último domingo (4). O sepultamento aconteceu no cemitério Parque da Paz, no bairro Castelão, em Fortaleza, na tarde de segunda-feira (6). “É uma dor grande, mas eu sei que ele tá aqui do meu lado”, relata Lígia Bezerra, mãe de Gerardo.

Durante o sepultamento, a mãe contou que o filho fazia planos para o futuro. “Ele havia pedido a namorada dele em casamento, num jogo do Ceará. Ele tinha muitos planos. O que me dá força é saber que ele tá em um bom lugar. Quem é bom tem um lugar garantido no céu”, desabafa, emocionada.

Familiares e amigos estiveram reunidos para enterrar o corpo do jovem estudante de técnica em Enfermagem. Na última quinta-feira (1), Gerardo, começou a sentir dores e a ficar sem ar. Depois, foi internado e não resistiu, segundo relato de um parente. O rapaz faleceu por volta das 20 horas.

“É um momento difícil demais. Todos os dias eu tava com ele na batalha. Estava junto até a última hora, até o último suspiro dele. Ele é como um filho pra mim. Vai fazer uma falta muito grande”, revela Lucimar Bezerra, tia de Gerardo.

Entenda o caso

Gerardo foi diagnosticado com um tumor coriocarcinoma de células germinativas. Tipo raro, maligno, que muitas vezes surge a partir da placenta. Em 2017, diversas personalidades como Tirullipa e Whindersson Nunes fizeram vídeos pedindo ajuda para o jovem. Gerardo fez campanha na internet pedindo ajuda para custear tratamento.

A batalha contra a doença vem desde fevereiro de 2017, data do diagnóstico. O estudante sentia dores na região mediastinal — localizada no tórax, próximos aos pulmões — que imaginava ser efeito da musculação. Os analgésicos receitados por médicos não surtiam efeito e, pouco tempo depois, Gerardo começou a expectorar sangue. Tuberculose foi outro diagnóstico que se mostrou equivocado.

Certo dia, Gerardo resolveu fazer — por “gaiatice”, como conta a mãe —, um teste de gravidez de farmácia, em uma de suas aulas do curso técnico em Enfermagem. Por incrível que pareça, o teste deu positivo.

O conhecimento em enfermagem o fez desconfiar do resultado: se a alta do hormônio BHCG indica gravidez em mulheres, em homens pode indicar complicações sérias, como alguns tipo de câncer — embora não seja uma regra. Ele, então, buscou auxílio médico e uma biópsia confirmou o câncer.