Empresa de ônibus desiste de cobrar indenização da família de idosa morta em atropelamento

REVIRAVOLTA

Empresa de ônibus desiste de cobrar indenização da família de idosa morta em atropelamento

Maria do Carmo Rocha foi atropelada dentro do Terminal da Parangaba em março deste ano

Por Lyvia Rocha em Cotidiano

29 de junho de 2016 às 15:17

Há 3 anos
Acidente aconteceu dentro do Terminal da Parangaba (FOTO: Reprodução)

Acidente aconteceu dentro do Terminal da Parangaba (FOTO: Reprodução)

A empresa de transporte público Vega desistiu do processo contra a família da idosa que morreu ao ser atropelada por um ônibus dentro do terminal da Parangaba. Nesta quarta-feira (29), a empresa divulgou em nota enviada à imprensa a desistência do pedido de indenização. “A Vega vem a público esclarecer que reavaliou o caso e pediu a desistência do processo”, concluiu.

Maria do Carmo Rocha Feijó foi atropelada há cerca de três meses e a notícia do processo chamou a atenção do filho da idosa Fábio Feijó. A repercussão negativa do caso fez com que a empresa voltasse atrás na decisão e retirasse o processo contra os familiares da senhora que faleceu 10 dias depois do atropelamento.

Ao receber a cobrança de indenização, Fábio expôs a indignação do processo em sua rede social: “A empresa de ônibus entrou com uma ação contra a gente pedindo o pagamento dos dias em que o ônibus ficou parado e com os danos. A empresa mandou uma pessoa, mas passou cerca de cinco minutos e foi mesmo pra dizer que a culpa não era dela. Nós não entramos em nenhuma ação contra a empresa, não queríamos estender essa dor. Então fica esse relato e a reflexão pra saber se isso realmente é justo”, falou Fábio durante o vídeo, que já possui mais de 4 mil visualizações.

Relembre o caso

Maria do Carmo foi atropelada no dia 1º de março de 2016 no terminal da Parangaba e o vídeo flagrou o momento do acidente e repercutiu nas redes sociais. A pedestre foi socorrida e levada em estado grave para o Instituo Doutor José Frota (IJF), onde ficou 10 dias internada, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Na época, a empresa Vega informou por meio de nota que a idosa tentava realizar uma travessia entre as plataformas do terminal fora da faixa de pedestre. Além disso, o motorista estava na velocidade permitida para dentro do terminal, trafegando com menos de 20 quilômetros. Ele ainda teria tentado frear, mas não evitou o acidente.

Veja o vídeo do acidente:

Publicidade

Dê sua opinião

REVIRAVOLTA

Empresa de ônibus desiste de cobrar indenização da família de idosa morta em atropelamento

Maria do Carmo Rocha foi atropelada dentro do Terminal da Parangaba em março deste ano

Por Lyvia Rocha em Cotidiano

29 de junho de 2016 às 15:17

Há 3 anos
Acidente aconteceu dentro do Terminal da Parangaba (FOTO: Reprodução)

Acidente aconteceu dentro do Terminal da Parangaba (FOTO: Reprodução)

A empresa de transporte público Vega desistiu do processo contra a família da idosa que morreu ao ser atropelada por um ônibus dentro do terminal da Parangaba. Nesta quarta-feira (29), a empresa divulgou em nota enviada à imprensa a desistência do pedido de indenização. “A Vega vem a público esclarecer que reavaliou o caso e pediu a desistência do processo”, concluiu.

Maria do Carmo Rocha Feijó foi atropelada há cerca de três meses e a notícia do processo chamou a atenção do filho da idosa Fábio Feijó. A repercussão negativa do caso fez com que a empresa voltasse atrás na decisão e retirasse o processo contra os familiares da senhora que faleceu 10 dias depois do atropelamento.

Ao receber a cobrança de indenização, Fábio expôs a indignação do processo em sua rede social: “A empresa de ônibus entrou com uma ação contra a gente pedindo o pagamento dos dias em que o ônibus ficou parado e com os danos. A empresa mandou uma pessoa, mas passou cerca de cinco minutos e foi mesmo pra dizer que a culpa não era dela. Nós não entramos em nenhuma ação contra a empresa, não queríamos estender essa dor. Então fica esse relato e a reflexão pra saber se isso realmente é justo”, falou Fábio durante o vídeo, que já possui mais de 4 mil visualizações.

Relembre o caso

Maria do Carmo foi atropelada no dia 1º de março de 2016 no terminal da Parangaba e o vídeo flagrou o momento do acidente e repercutiu nas redes sociais. A pedestre foi socorrida e levada em estado grave para o Instituo Doutor José Frota (IJF), onde ficou 10 dias internada, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Na época, a empresa Vega informou por meio de nota que a idosa tentava realizar uma travessia entre as plataformas do terminal fora da faixa de pedestre. Além disso, o motorista estava na velocidade permitida para dentro do terminal, trafegando com menos de 20 quilômetros. Ele ainda teria tentado frear, mas não evitou o acidente.

Veja o vídeo do acidente: