Dois operários morrem em desabamento na duplicação da ponte do Lagamar


Dois operários morrem em desabamento na duplicação da ponte do Lagamar

Mais três operários ficaram feridos na queda da ponte e não correm risco. Prefeito Roberto Cláudio ressaltou que vai abrir sindicância para apurar real motivo do acidente

Por Hayanne Narlla em Cotidiano

22 de fevereiro de 2016 às 23:54

Há 3 anos
(FOTO: WhatsApp/Reprodução)

(FOTO: WhatsApp/Reprodução)

Um acidente no cruzamento das Avenidas Raul Barbosa e Murilo Borges deixou dois mortos e três feridos no início da noite desta segunda-feira (22). Em meios aos escombros, equipe do Corpo de Bombeiros segue em busca de desaparecidos. O desabamento aconteceu nas obras de duplicação da ponte sobre canal do Lagamar.

O fato ocorreu quando uma espécie de escora rompeu e parte da duplicação da ponte sobre o Lagamar cedeu. No acidente, parte da obra atingiu operários. Três foram levados com vida para o Instituto Dr José Frota, sendo dois com ferimentos leves e um em estado grave.

Em visita ao hospital ainda na segunda, o prefeito Roberto Cláudio conversou com todas as vítimas e fez contato com os respectivos familiares. Ele ressaltou que eles se encontravam em estado estável, conscientes e sob observação. Ainda conversaram e contaram um pouco do que tinha presenciado na hora do acidente.

Empresa

Na mesma noite, o prefeito ressaltou que vai notificar a construtora Ferreira Guedes, responsável pela obras de Transposição em Desnível da Avenida Raul Barbosa sobre a Avenida Murilo Borges, na terça-feira (23). Enfatizou que vai abrir sindicância para apurar o real motivo e deixar transparente o processo.

Apesar disso, não esclareceu se a mesma empresa continua no processo das obras. Também não deixou claro previsão de retorno das atividades. “Está muito cedo”, salientou.

Em nota enviada no fim de segunda, a construtora Ferreira Guedes lamentou o ocorrido e informou que está prestando total apoio às vítimas e seus familiares. “A empresa informa ainda que os órgãos competentes pela investigação das causas do acidente estão no local e que prestará toda colaboração para a rigorosa apuração de todos os fatos e a responsabilidade de cada uma das empresas contratadas”.

As primeiras informações dão conta de três mortos e 10 soterrados. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

As primeiras informações dão conta de três mortos e 10 soterrados. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Obras

O investimento na obra da construção da rotatória e dos viadutos no cruzamento das Avenidas Raul Barbosa e Murilo Borges começaram em junho de 2015. O investimento da Prefeitura de Fortaleza, financiado com os recursos da Caixa Econômica Federal, é de R$ 31 milhões. O consórcio responsável pela obra de mobilidade urbana é o Grupo Agis.

O prazo de entrega da primeira parte da obra seria para setembro de 2016. No projeto inicial, além de uma rotatória de 90 metros de diâmetro (dotada com duas faixas para tráfego e dois viadutos de cerca de 312 metros de extensão fazendo a ligação Sertão-Praia), seria construída uma nova ponte que operará em sentido inverso ao da existente, da ponte sobre o Canal do Lagamar.

Acompanhe o caso:

Desabamento nas obras das Avenidas Raul Barbosa e Murilo Borges deixa operários soterrados

AMC orienta que motoristas evitem a Avenida Raul Barbosa

Socorrista foi o primeiro a chegar ao local e relata resgate de vítimas de desabamento

Crea considera falha de escoramento como possível causa do desabamento no Lagamar

Prefeitura notificará empresa responsável pela obra que desabou no Lagamar

Publicidade

Dê sua opinião

Dois operários morrem em desabamento na duplicação da ponte do Lagamar

Mais três operários ficaram feridos na queda da ponte e não correm risco. Prefeito Roberto Cláudio ressaltou que vai abrir sindicância para apurar real motivo do acidente

Por Hayanne Narlla em Cotidiano

22 de fevereiro de 2016 às 23:54

Há 3 anos
(FOTO: WhatsApp/Reprodução)

(FOTO: WhatsApp/Reprodução)

Um acidente no cruzamento das Avenidas Raul Barbosa e Murilo Borges deixou dois mortos e três feridos no início da noite desta segunda-feira (22). Em meios aos escombros, equipe do Corpo de Bombeiros segue em busca de desaparecidos. O desabamento aconteceu nas obras de duplicação da ponte sobre canal do Lagamar.

O fato ocorreu quando uma espécie de escora rompeu e parte da duplicação da ponte sobre o Lagamar cedeu. No acidente, parte da obra atingiu operários. Três foram levados com vida para o Instituto Dr José Frota, sendo dois com ferimentos leves e um em estado grave.

Em visita ao hospital ainda na segunda, o prefeito Roberto Cláudio conversou com todas as vítimas e fez contato com os respectivos familiares. Ele ressaltou que eles se encontravam em estado estável, conscientes e sob observação. Ainda conversaram e contaram um pouco do que tinha presenciado na hora do acidente.

Empresa

Na mesma noite, o prefeito ressaltou que vai notificar a construtora Ferreira Guedes, responsável pela obras de Transposição em Desnível da Avenida Raul Barbosa sobre a Avenida Murilo Borges, na terça-feira (23). Enfatizou que vai abrir sindicância para apurar o real motivo e deixar transparente o processo.

Apesar disso, não esclareceu se a mesma empresa continua no processo das obras. Também não deixou claro previsão de retorno das atividades. “Está muito cedo”, salientou.

Em nota enviada no fim de segunda, a construtora Ferreira Guedes lamentou o ocorrido e informou que está prestando total apoio às vítimas e seus familiares. “A empresa informa ainda que os órgãos competentes pela investigação das causas do acidente estão no local e que prestará toda colaboração para a rigorosa apuração de todos os fatos e a responsabilidade de cada uma das empresas contratadas”.

As primeiras informações dão conta de três mortos e 10 soterrados. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

As primeiras informações dão conta de três mortos e 10 soterrados. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Obras

O investimento na obra da construção da rotatória e dos viadutos no cruzamento das Avenidas Raul Barbosa e Murilo Borges começaram em junho de 2015. O investimento da Prefeitura de Fortaleza, financiado com os recursos da Caixa Econômica Federal, é de R$ 31 milhões. O consórcio responsável pela obra de mobilidade urbana é o Grupo Agis.

O prazo de entrega da primeira parte da obra seria para setembro de 2016. No projeto inicial, além de uma rotatória de 90 metros de diâmetro (dotada com duas faixas para tráfego e dois viadutos de cerca de 312 metros de extensão fazendo a ligação Sertão-Praia), seria construída uma nova ponte que operará em sentido inverso ao da existente, da ponte sobre o Canal do Lagamar.

Acompanhe o caso:

Desabamento nas obras das Avenidas Raul Barbosa e Murilo Borges deixa operários soterrados

AMC orienta que motoristas evitem a Avenida Raul Barbosa

Socorrista foi o primeiro a chegar ao local e relata resgate de vítimas de desabamento

Crea considera falha de escoramento como possível causa do desabamento no Lagamar

Prefeitura notificará empresa responsável pela obra que desabou no Lagamar