Deusmar Queirós e ex-sócios são soltos após receber habeas-corpus

TRF-5ª

Deusmar Queirós e ex-sócios são soltos após receber habeas-corpus

O empresário foi condenado a nove anos e dois meses de prisão por crimes contra o sistema financeiro. Entretanto, a defesa alegou que a condenação não transitou em julgado

Por jangadeiro em Cotidiano

12 de setembro de 2018 às 09:15

Há 1 mês
Deusmar Queirós se entregou à PF neste final de semana. (Foto: Divulgação/Pague Menos)

Deusmar Queirós se entregou à PF neste final de semana. (Foto: Divulgação/Pague Menos)

O fundador da rede de farmácias Pague Menos, Deusmar Queirós, e seus ex-sócios foram soltos após receber habeas-corpus na noite desta terça-feira (11). A decisão favorável aos empresários partiu do desembargador Francisco Roberto Machado, do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5).

Deusmar havia sido se entregado à Polícia Federal no último sábado (8) por crimes contra o sistema financeiro. Ele e seus ex-sócios vão responder o processo em liberdade até o novo julgamento, marcado para o próximo dia 20.

Antes de se entregar à PF, Deusmar foi condenado a nove anos e dois meses de prisão, em regime inicial fechado. A defesa do empresário alegou que a condenação não transitou em julgado.

Por outro lado, na decisão do dia 4 de setembro, o ministro Félix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), determinou que a Coordenadoria da Quinta Turma “adotasse as providências necessárias para execução provisória das penas”, independente da certificação do trânsito em julgado.

Junto com o empresário, foram condenador Ielton Barreto de Oliveira, Geraldo de Lima Gadelha Filho e Jerônimo Alvez Bezerra. O grupo teria atuado, entre 2001 e 2006, no mercado de valores imobiliários, através das empresas Renda Corretora de Mercadorias e da Pax Corretora de Valores e Vâmbio Ltda, sem registro junto à Comissão de Valores Imobiliários (CVI). Deusmar dirigia a Pax Corretora e era acionista majoritário da Renda Corretora.

Publicidade

Dê sua opinião

TRF-5ª

Deusmar Queirós e ex-sócios são soltos após receber habeas-corpus

O empresário foi condenado a nove anos e dois meses de prisão por crimes contra o sistema financeiro. Entretanto, a defesa alegou que a condenação não transitou em julgado

Por jangadeiro em Cotidiano

12 de setembro de 2018 às 09:15

Há 1 mês
Deusmar Queirós se entregou à PF neste final de semana. (Foto: Divulgação/Pague Menos)

Deusmar Queirós se entregou à PF neste final de semana. (Foto: Divulgação/Pague Menos)

O fundador da rede de farmácias Pague Menos, Deusmar Queirós, e seus ex-sócios foram soltos após receber habeas-corpus na noite desta terça-feira (11). A decisão favorável aos empresários partiu do desembargador Francisco Roberto Machado, do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5).

Deusmar havia sido se entregado à Polícia Federal no último sábado (8) por crimes contra o sistema financeiro. Ele e seus ex-sócios vão responder o processo em liberdade até o novo julgamento, marcado para o próximo dia 20.

Antes de se entregar à PF, Deusmar foi condenado a nove anos e dois meses de prisão, em regime inicial fechado. A defesa do empresário alegou que a condenação não transitou em julgado.

Por outro lado, na decisão do dia 4 de setembro, o ministro Félix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), determinou que a Coordenadoria da Quinta Turma “adotasse as providências necessárias para execução provisória das penas”, independente da certificação do trânsito em julgado.

Junto com o empresário, foram condenador Ielton Barreto de Oliveira, Geraldo de Lima Gadelha Filho e Jerônimo Alvez Bezerra. O grupo teria atuado, entre 2001 e 2006, no mercado de valores imobiliários, através das empresas Renda Corretora de Mercadorias e da Pax Corretora de Valores e Vâmbio Ltda, sem registro junto à Comissão de Valores Imobiliários (CVI). Deusmar dirigia a Pax Corretora e era acionista majoritário da Renda Corretora.