Cuca oferece curso de defesa pessoal para mulheres contra assédio no Carnaval

TÉCNICAS DE PROTEÇÃO

Cuca oferece curso de defesa pessoal para mulheres contra assédio no Carnaval

Nas aulas de defesa pessoal será possível aprender golpes como imobilização, torção e impacto em pontos sensíveis

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

19 de Janeiro de 2018 às 06:45

Há 10 meses

O workshop é destinado a ambos os sexos (FOTO: divulgação)

(*) Atualização às 12h.

Por Lya Cardoso

Em Fortaleza, está se tornando cada vez mais comum casos de violência, principalmente com mulheres. Em épocas festivas como o Carnaval, os casos aumentam. Com isso, a Rede Cuca, equipamento da Prefeitura de Fortaleza, está ofertando um workshop gratuito de defesa pessoal para o Carnaval. A primeira edição ocorreu no dia 16, e a segunda, que estava marcada para o dia 23, foi adiada, sem data certa no momento.

Apesar de ser destinado a ambos os sexos, o curso tem como base a defesa da mulher contra agressões masculinas, e possui o objetivo de ensinar técnicas básicas de defesa pessoal para situações do cotidiano como agressões e assédios sexuais.

Segundo o professor do workshop, João Carlos Sampaio, as técnicas utilizadas são baseadas em artes marciais como boxe, judô, jiu jitsu, krav maga e técnicas militares. Nas aulas é possível aprender golpes como imobilização, torção e impacto em pontos sensíveis.

O professor comenta que é importante dar ferramentas mínimas para o combate ao assédio. “E isso passa também pelo componente do workshop, onde é feita a conscientização de atitudes indicadas a cada situação”, afirma.

Para se inscrever nos cursos da Rede Cuca é necessário ter entre 15 e 29 anos. Os documentos necessários são cópias do RG, CPF e comprovante de residência. Para menores de 18 anos é necessário RG do pai, mãe ou responsável e o termo de responsabilidade assinado.

Publicidade

Dê sua opinião

TÉCNICAS DE PROTEÇÃO

Cuca oferece curso de defesa pessoal para mulheres contra assédio no Carnaval

Nas aulas de defesa pessoal será possível aprender golpes como imobilização, torção e impacto em pontos sensíveis

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

19 de Janeiro de 2018 às 06:45

Há 10 meses

O workshop é destinado a ambos os sexos (FOTO: divulgação)

(*) Atualização às 12h.

Por Lya Cardoso

Em Fortaleza, está se tornando cada vez mais comum casos de violência, principalmente com mulheres. Em épocas festivas como o Carnaval, os casos aumentam. Com isso, a Rede Cuca, equipamento da Prefeitura de Fortaleza, está ofertando um workshop gratuito de defesa pessoal para o Carnaval. A primeira edição ocorreu no dia 16, e a segunda, que estava marcada para o dia 23, foi adiada, sem data certa no momento.

Apesar de ser destinado a ambos os sexos, o curso tem como base a defesa da mulher contra agressões masculinas, e possui o objetivo de ensinar técnicas básicas de defesa pessoal para situações do cotidiano como agressões e assédios sexuais.

Segundo o professor do workshop, João Carlos Sampaio, as técnicas utilizadas são baseadas em artes marciais como boxe, judô, jiu jitsu, krav maga e técnicas militares. Nas aulas é possível aprender golpes como imobilização, torção e impacto em pontos sensíveis.

O professor comenta que é importante dar ferramentas mínimas para o combate ao assédio. “E isso passa também pelo componente do workshop, onde é feita a conscientização de atitudes indicadas a cada situação”, afirma.

Para se inscrever nos cursos da Rede Cuca é necessário ter entre 15 e 29 anos. Os documentos necessários são cópias do RG, CPF e comprovante de residência. Para menores de 18 anos é necessário RG do pai, mãe ou responsável e o termo de responsabilidade assinado.